Dá a surpresa de ser

Dá a surpresa de ser É alta, de um louro escuro. Faz bem só pensar em ver Seu corpo meio maduro.

Seus seios altos parecem (Se ela estivesse deitada) Dois montinhos que amanhecem Sem ter que haver madrugada.

E a mão do seu braço branco Assenta em palmo espalhado Sobre a saliência do flanco Do seu relevo tapado.

Apetece como um barco. Tem qualquer coisa de gomo. Meu Deus, quando é que eu embarco? Ó fome, quando é que eu como?

10-9-1930 - Poesias. Fernando Pessoa. (Nota explicativa de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1942 (15ª ed. 1995) - 123.

quinta-feira, 2 de setembro de 2021

CinemaScope (40)

Retomo uma rúbrica que existia neste blogue, em rodapé e que possivelmente passou despercebida a muitos que me visitavam, por estar mesmo lá no fim da minha página.

É música claro ! O que estavam à espera ?

São composições que me dizem muito, porque sou um romântico e um eterno apaixonado por música, pelas outras artes, pela humanidade, pelos amigos que encontrei na blogosfera, pela Natureza, pela vida, no fundo, pelas coisas boas desta sociedade em que vivemos.

Desta vez os registos, enquanto não apagados ou eliminados do Youtube, ficarão por cá, com uma única etiqueta “CinemaScope”.

Simone Bittencourt (25-12-1949) – Migalhas, da novela “Viver a Vida” e composta por Erasmo Carlos. Constante do álbum “Na Veia”, o 34.º álbum da cantora brasileira.

8 comentários:

  1. Sabemos bem que és um romântico ,Ricardo e a música é a sua paixão rs e muito agradeço por esse 'Pacto' de amor que vivencio aqui.
    Simone tem ua voz bonita e suas escolhas musicais são sempre sentimentais.
    Boa noite e meu abraço .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As minhas escolhas musicais são sempre de música calma. Não gosto de sons que me ferem os ouvidos e que me deixam mal, quero ouvir algo que me faça ficar feliz, embora algumas vezes triste.
      Lis obrigado

      Eliminar
  2. A balada conheço e gosto.
    A novela não conheço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A novela, depois de "O Casarão" e de extemporaneamente, "Roque Santeiro" poucas novelas vi. Gosto de um bom filme ou mesmo série, com uma história que comece hoje e acabe daqui a uma hora, ou duas, ou três.
      A composição é lindíssima, assim como o poema !
      Pedro obrigado

      Eliminar
  3. Gostei muito de ouvir esta grande senhora da música brasileira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em tempos, jogadora de basquetebol da selecção brasileira, Simone enveredou por aquilo que a fez ser conhecida no Brasil, em Portugal e noutras partes do Mundo.
      Manuela obrigado

      Eliminar
  4. Muito bom este post, linda escolha musical, parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago. Respeito pelo Português (Brasil), mas em desrespeito total pelo Acordo Ortográfico de 90 !!!