Teus olhos contas escuras, são duas Avé Marias, dum rosário d’amarguras, que eu rezo todos os dias. - Fernando Pessoa

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Frei Fado D'el-Rei (16) Que Amor Não Me Engana

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Músicas do CD Duplo “Os Filhos da Madrugada” editado em 27 de Abril de 1994, onde o Grande José Afonso, foi homenageado pelos artistas das principais bandas portuguesas. É também a minha homenagem a esta figura IMPORTANTÍSSIMA na vida musical portuguesa e no respeito que demonstrava e defendia pela liberdade de todos os cidadãos.

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos (Aveiro, 02-08-1929 – Setúbal, 23-02-1987)


Desenho meu, feito a lápis de carvão, no ano de 1988, após a morte do Artista




Que amor nao me engana
Com a sua brandura
Se da antiga chama
Mal vive a amargura
Duma mancha negra
Duma pedra fria
Que amor nao se entrega
Na noite vazia?
E as vozes embarcam
Num silêncio aflito
Quanto mais se apartam
Mais se ouve o seu grito
Muito à flor das àguas
Noite marinheira
Vem devagarinho
Para a minha beira
Em novas coutadas
Junta de uma hera
Nascem flores vermelhas
Pela Primavera
Assim tu souberas
Irma cotovia
Dizer-me se esperas
Pelo nascer do dia

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Faz Hoje Anos (40) – Luísa Sobral e (41) Michael Franks

Faz hoje 31 anos... Parabéns !!!

Luísa Sobral (18-09-1987) – “On My Own”, do álbum de 2016 “Luísa”.


Faz hoje 74 anos... Parabéns !!!

Michael Franks (18-09-1944) – do seu último álbum, já deste ano de 2018, e com o mesmo nome “The Music in My Head”.

sábado, 15 de setembro de 2018

CinemaScope (17)

Retomo uma rúbrica que existia neste blogue, em rodapé e que possivelmente passou despercebida a muitos que me visitavam, por estar mesmo lá no fim da minha página.

É música claro ! O que estavam à espera ?

São composições que me dizem muito, porque sou um romântico e um eterno apaixonado por música, pelas outras artes, pela humanidade, pelos amigos que encontrei na blogosfera, pela Natureza, pela vida, no fundo, pelas coisas boas desta sociedade em que vivemos.

Desta vez os registos, enquanto não apagados ou eliminados do Youtube, ficarão por cá, com uma única etiqueta “CinemaScope”.

John Miles (23-04-1949) - Music Was My First Love (1975)

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

A Contar pelos Dados (10) – O tiro (continuação do 9, e única)


Pediram-me a continuação do anterior e aqui fica esta única continuação…



Jorge continuava de cara carrancuda, não dava para Guedes não reparar.

- Peço desculpa pelo atraso. Deitei-me tarde e acordei cheio de sono !
- Tudo bem ! Vamos começar a trabalhar que temos muito que fazer hoje !

Entraram na pastelaria da esquina para beberem um café. Jorge e Guedes sentaram-se e pediram os cafés. O empregado trouxe-os de seguida e colocou-os em cima da mesa.

O telefone tocou no balcão da pastelaria. O dono atendeu.

- Alguém aqui chamado Jorge Salavisa ? – virando-se para o local das mesas.
- Sim, sou eu ! – exclamou o inspector Jorge.

Começou a falar ao telefone e o assunto parecia sério e estranho, dadas as expressões faciais de Jorge. Desligou, pagou os cafés e saíu rapidamente com Guedes atrás.

- O que se passou ? – perguntou Guedes.
- Temos de ir já a casa de uma das testemunhas. Não estava previsto hoje, mas é forçoso irmos para lá agora. O polícia que está de guarda à habitação, ligou para a esquadra e eles ligaram para mim. Dizem que estar a haver dentro de casa um forte discussão.

Meteram-se no carro, colocaram a sirene na capota do veículo e deslocaram-se o mais rápido possível para o local. Uma núvem voltou a trazer um pequeno aguaceiro.

Guedes olhou para o relógio, eram 8:00. O carro virou numa rua à esquerda e deteve a sua marcha. A sirene foi atirada para o banco de trás e sairam da viatura, com passo apressado…

Um “bang” ouviu-se à medida que se aproximavam do prédio da testemunha. Era um tiro de pistola. O polícia que estava no exterior reconheceu o inspector Jorge e o agente Guedes e gritou:

- Parem aí que eu vou entrar em casa !

domingo, 9 de setembro de 2018

Ben l'Oncle Soul – Jazz Singers (43)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Ben l'Oncle Soul (10-11-1984) – É um cantor francês nascido em 1984, natural da cidade Tours, Indre-et-Loire, região central da França.








sábado, 8 de setembro de 2018

Charada 7.º Arte - Wim Wenders (2)

Fotos e nomes correctos: Nastassja Kinski e Arthur Brauss

1- Janita: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, A Angústia do Guarda-Redes no Momento do Pénalti

2- Manuela: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, The Goalkeeper`s Fear of the Penalty

3- Lis: Nastassja Kinski, Movimento em Falso; Arthur Brauss, O Medo do Goleiro diante do Pênalti

4- Catarina: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, The Goalkeeper`s Fear of the Penalty

5- Afrodite: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, A Angústia do Guarda-Redes no Momento do Penalty

6- Rui: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, A Angústia do Guarda-Redes no Momento do Pénalti

7- Teresa: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, A Angústia do Guarda-Redes no Momento do Pénalti

8 - Pedro: Nastassja Kinski, Paris Texas; Arthur Brauss, A Angústia do Guarda-Redes no Momento do Pénalti

Muito Obrigado a Todos Vós pela participação e pelos acertos, que todos conseguiram. A ideia não é ser difícil, mas sim despertar as pessoas para verem bom cinema. Abraço !!!

Próximo realizador, o português Alfredo Tropa, dia 25 de Setembro!