Dá a surpresa de ser

Dá a surpresa de ser É alta, de um louro escuro. Faz bem só pensar em ver Seu corpo meio maduro.

Seus seios altos parecem (Se ela estivesse deitada) Dois montinhos que amanhecem Sem ter que haver madrugada.

E a mão do seu braço branco Assenta em palmo espalhado Sobre a saliência do flanco Do seu relevo tapado.

Apetece como um barco. Tem qualquer coisa de gomo. Meu Deus, quando é que eu embarco? Ó fome, quando é que eu como?

10-9-1930 - Poesias. Fernando Pessoa. (Nota explicativa de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1942 (15ª ed. 1995) - 123.

domingo, 17 de outubro de 2021

Alberto Ribeiro – Fado (4)

O Fado é, desde Novembro de 2011, Património Cultural e Imaterial da Humanidade (UNESCO).

Não sou grande admirador, com uma excepção para o fado de Coimbra, mas reconheço o valor deste género musical que representa muito bem, alguma da Boa Música Portuguesa.

Alberto Ribeiro (1920 – 2002)

Fado Hilário, da autoria de Augusto Hilário.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Eyes Thru Glass (66) – Estremoz e à sua volta

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica.

As fotos foram tiradas com uma “Sony DSC H-300”. A minha Nikon tinha o motor avariado. Obrigado ao Luís Manuel pelo empréstimo da “Sony”.

Em Dezembro de 2019, andei por Estremoz e arredores. A mostra será em duas vezes. Fica aqui a primeira delas !

Evoramonte




























terça-feira, 12 de outubro de 2021

The Giants of Jazz– Groups & Soloists of Jazz (40)

The Giants of Jazz (1970 – 19??)

I Can't Get Started With You 

Stardust, do álbum "Live at the 1972 Monterey Jazz Festival", acompanhado por Sonny Stitt (saxophone alto e tenor), Roy Eldridge (trompete), Clark Terry (trompete), Kai Winding (trombone), Thelonious Monk (piano), Al McKibbon (comntrabaixo) e Art Blakey (bateria).

‘Round Midnight, com Art Blakey (bateria), Dizzy Gillespie (trompete), Al McKibbon (contrabaixo), Thelonious Monk (piano), Sonny Stitt (saxofone tenor) e Kai Winding (trombone).

…No 7.º Newport Festival Jazz na Holanda em 1971

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Dança (34) Minueto

A Dança é uma das três principais artes cénicas da antiguidade, ao lado do Teatro e da Música (in wikipédia). No Priberam esta é a sua definição gramatical e não só, e na Porto Editora esta é a sua definição gramatical e não só. Achei um tema interessante e decidi trazer aqui as muitas formas de dança, origens, com a ajuda da Wikipédia e do Youtube.

Muitas danças nasceram em África, paraíso dos ritmos e batuques, quando os instrumentos eram rudimentares. Com a escravatura, elas foram levadas para outros continentes e países, nomeadamente, o Brasil, e para outros países latino-americanos. Irão aparecer algumas muito idênticas, embora todas existam na realidade. O que aconteceu, simplesmente, foi a criação de coreografias diferentes, consoante a interpretação dada pelos povos que as cultivaram ou cultivam.

Minueto – É uma dança em compasso de 3/4, de origem francesa ou uma composição musical que integra suítes e sinfonias. De origem aristocrática, o minueto foi muito popular na corte de Luís XIV, difundindo-se pela Europa nos séculos XVII e XVIII. …………….. Mais informação aqui !

Minueto - Vicente Trindade

Baroque Dances, the Menuet

18th-Century Social Dance - Minuet

domingo, 10 de outubro de 2021

Dança (33) Dança de Roda

A Dança é uma das três principais artes cénicas da antiguidade, ao lado do Teatro e da Música (in wikipédia). No Priberam esta é a sua definição gramatical e não só, e na Porto Editora esta é a sua definição gramatical e não só. Achei um tema interessante e decidi trazer aqui as muitas formas de dança, origens, com a ajuda da Wikipédia e do Youtube.

Muitas danças nasceram em África, paraíso dos ritmos e batuques, quando os instrumentos eram rudimentares. Com a escravatura, elas foram levadas para outros continentes e países, nomeadamente, o Brasil, e para outros países latino-americanos. Irão aparecer algumas muito idênticas, embora todas existam na realidade. O que aconteceu, simplesmente, foi a criação de coreografias diferentes, consoante a interpretação dada pelos povos que as cultivaram ou cultivam.

Dança de Roda – Cantigas de roda (também conhecidas como cirandas ou brincadeiras de roda) são brincadeiras infantis, mas que caem no gosto dos adultos também. As crianças formam uma roda de mãos dadas e cantam melodias folclóricas, podendo executar ou não coreografias acerca da letra da música …………….. Mais informação aqui !

Dança de Roda

Dança Circular dos Povos 

Passos Básicos das Danças Circulares

sábado, 9 de outubro de 2021

Animação (4) Walt Disney Animation Studios

Walt Disney Animation Studios

Hawaiian Holiday (1937), Férias no Hawai (1937)

Silly Symphonies: The Country Cousin, Sinfonia Pateta: O Primo da Província

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Beatles (19)

Penúltima Publicação !!!

Foram aqueles que, para além do seu talento, tiveram a sorte comercial do lado deles, mas também Brian Epstein como patrão do grupo que os acompanhou até à sua morte, e ainda George Martin como produtor de muitos dos seus discos e êxitos.

Que sorte temos/tivemos de os poder escutar e se calhar, quando do seu aparecimento. Tudo se modificou em termos populares musicais. Os Beatles foram/são/serão, inquestionavelmente, a banda que mais foi/é/será falada na história da música “pop”. Uma homenagem aqui a dois deles já desaparecidos.. Ao John Lennon e ao George Harrison, um agradecimento dos muitos trechos musicais que escreveram para todos nós e que nos ajudaram nos momentos bons e maus, das nossas vidas.

Aqui, periodicamente, trarei duas músicas, algumas menos conhecidas. Serão à roda de 20 êxitos que aqui exibirei, mas muitas delas, não vão ser aquelas que foram Nº. 1, a nível dos “Tops” mundiais, e que constam de um CD, editado em Portugal para a etiqueta “EMI Records Ltd.” em 2000. A escolha irá ser a minha. Os que são “amantes” deste grupo vão conhecê-las todas de certeza, os que são/foram meros ouvintes do grupo, acredito que hajam algumas que não conheçam.

Canção: The Inner Light

Autor: George Harrison

Single: Lado B de “Lady Madonna”

Ano: 1968

Escrita por George Harrison, foi comercializada no lado B do single “Lady Madonna”. A letra é uma dádiva a um Deus Hindu, do 47º. Capítulo (muitas vezes intitulado em traduções “Viewing The Distant”) do “Taoist Tao Te Ching”. A composição está também disponível na colectânea de compilações de álbuns “Rarities”.

The Inner Light (George Harrison)

Without going out of my door

I can know all things on earth.

Without looking out of my window

I could know the ways of heaven.

The farther one travels,

The less one knows,

The less one knows.

Without going out of my door

I can know all things on earth.

Without looking out of my window

I could know the ways of heaven.

The farther one travels,

The less one knows,

The less one knows.

Arrive without travelling.

See all without looking.

(See all without looking).


Canção: Mother Nature's Son

Autor: Paul McCartney

Álbum: The Beatles (White Album)

Ano: 1968

“Filho da Mãe Natureza”, na sua tradução literal, foi escrita parcialmente na Índia, durante a meditação transcendental, inspirado por um manuscrito dado a Paul por Maharishi Mahesh Yogi, e ainda pela ampla fauna e flora indiana, e outra parte escrita em Liverpool durante uma visita a casa de Jim McCartney, seu pai. O mesmo manuscrito inspirou John a escrever “Child of Nature” que mais tarde se tornaria “Jealous Guy.”

Mother Nature's Son (Paul McCartney)

Born a poor young country boy 

Mother Nature's son.

All day long I'm sitting singing songs for everyone.

Sit beside a mountain stream see her waters rise.

Listen to the pretty sound of music as she flies.

Find me in my field of grass

Mother Nature's son.

Swaying daisies sing a lazy song beneath the sun.

Mother Nature's son.