Teus olhos contas escuras, são duas Avé Marias, dum rosário d’amarguras, que eu rezo todos os dias. - Fernando Pessoa

domingo, 13 de outubro de 2019

Eyes Thru Glass (42) – Oeiras (… mais uma vez !)

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica.

No dia 25 de Novembro de 2017, andei a fotografar por Oeiras, pelo Inatel, etc..










12 comentários:

  1. Hum, fotos fantásticas!
    Gostei muito, Ricardo. Recordei as vezes que por ali andei quando vivia mais perto, em Paço de Arcos. Agora não vivo longe...
    Não queria, mas não resisto, dou nota máxima à segunda foto. Maravilhosa!
    Parabéns, fotógrafo. Beijo, bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma zona que durante praticamente 20 anos vagueei diariamente. São muitas as saudades !
      Obrigado Teresa

      Eliminar
  2. Gosto desses dias com céu meio azul meio cinza. Belo efeito nas fotos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gosto muito de céus pejados de núvens brancas e cinzentas, e a espaços plenos de azul !
      Obrigado Luísa

      Eliminar
  3. Fotos lindas e tiraste-as a uma boa hora, já que o céu não ficou estoirado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim o céu estava bom para fotografar sem aquela intensidade luminosa da manhã !
      Obrigado Manuela

      Eliminar
  4. Todas muito bonitas. O mar calmo, onde o sol cinzento, põe reflexos de prata está um sonho.
    Este é outro dos teus dois amores. :)
    Se te derem Música e Fotografia, estás como queres!

    Boa semana, Ricardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Música e Fotografia são na realidade paixões minhas. A zona é toda ela muito bonita e agradável de passear por lá.
      Obrigado Janita

      Eliminar
  5. É o número que eu calço.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  6. Era já um dia de Inverno, como provam as fotografias!
    A fotografia real tem memória.

    Beijinhos e boas inspirações para todos os temas partilhados!

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago.