Teus olhos contas escuras, são duas Avé Marias, dum rosário d’amarguras, que eu rezo todos os dias. - Fernando Pessoa

sábado, 7 de abril de 2018

Xutos e Pontapés (11) Coro da Primavera

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Músicas do CD Duplo “Os Filhos da Madrugada” editado em 27 de Abril de 1994, onde o Grande José Afonso, foi homenageado pelos artistas das principais bandas portuguesas. É também a minha homenagem a esta figura IMPORTANTÍSSIMA na vida musical portuguesa e no respeito que demonstrava e defendia pela liberdade de todos os cidadãos.

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos (Aveiro, 02-08-1929 – Setúbal, 23-02-1987)


Desenho meu, feito a lápis de carvão, no ano de 1988, após a morte do Artista




Cobre-te canalha
Na mortalha
Hoje o rei vai nu
Os velhos tiranos
De há mil anos
Morrem como tu
Abre uma trincheira
Companheira
Deita-te no chão
Sempre à tua frente
Viste gente
Doutra condição
(Refrão)

Ergue-te ó Sol de Verão
Somos nós os teus cantores
Da matinal canção
Ouvem-se já os rumores
Ouvem-se já os clamores
Ouvem-se já os tambores
Livra-te do medo
Que bem cedo
Há-de o Sol queimar
E tu camarada
Põe-te em guarda
Que te vão matar
Venham lavradeiras
Mondadeiras
Deste campo em flor
Venham enlaçdas
De mãos dadas
Semear o amor
(Refrão)

Venha a maré cheia
Duma ideia
P'ra nos empurrar
Só um pensamento
No momento
P'ra nos despertar
Eia mais um braço
E outro braço
Nos conduz irmão
Sempre a nossa fome
Nos consome
Dá-me a tua mão

(Refrão)

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Todos nós temos sempre algo que gostamos de fazer. Escrever e desenhar, são duas coisas que gosto de fazer.
      Obrigado Catarina

      Eliminar
  2. Eu gostava de saber desenhar.
    Sou um desastre!
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois apesar de melómano convicto também não conheço notas de música ou pauta musical !
      Abraço Pedro e Obrigado

      Eliminar
  3. Mais uma vez constato que o Zeca Afonso era muito superior a todos os outros. Inimitável ! ... Nem os "Xutos" ! :(( ... por muito meritória que tenha sido a homenagem ao Z.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Rui é mais uma versão diferente. Não creio que o intuito seja imitar, como sabes !
      Grande Abraço e Obrigado

      Eliminar
  4. Estava convencida que tinha comentado este post...
    É que por acaso não gosto muito deste tema e os Xutos também não vieram nada ajudar à festa! :D

    E já vais no 2º CD deste álbum duplo... o que quer dizer que a publicação vai a meio.
    Continuo a acompanhar esta tua excelente rubrica.
    Beijinhos de Primavera
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como tenho vindo a dizer as versões sobre músicas do Zeca Afonso, foram uma homenagem importante de um grande Homem do panorama musical português e da cidadania. Principalmente aquelas versões que não se limitam a ser "cópias" e trazem algo de diferente, essas sim são para mim, claro, as mais importantes. Alguém que conseguiu ver outras tonalidades, outros sons na música do José Afonso. Verdade, vou no segundo CD.

      Muito obrigado pela tua apreciação, Afrodite

      Eliminar
  5. Gostei de ouvir os dois temas, embora partilhe da mesma opinião que o Rui!
    O Zeca é fantástico e adorei ouvir esta canção e ao mesmo tempo ir lendo a letra.

    Obrigada pela partilha Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Manuela pela tua opinião e comentário

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago.