A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Kay Starr – Jazz Singers (XIX)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Kay Starr (Dougherty, Oklahoma, EUA, 21-07-1922 - 20xx) – É uma norte-americana cantora de Jazz que fez sucesso considerável nas décadas de 40 e 50. Ela é mais lembrada por duas canções que se tornaram êxitos de primeiro lugar na década de 50, "Wheel of Fortune" e "The Rock And Roll Waltz".
Starr foi bem sucedida em todos os géneros musicais, no “Jazz”, no “Pop” e no “Country”. Mas as suas raízes, como intérprete estavam no Jazz, e Billie Holiday, dizia que Kay Starr era a única mulher branca que poderia cantar blues".
Kay Starr nasceu, Katherine Laverne Starks, numa reserve índia em Dougherty, Oklahoma. O seu pai, Harry, era um puro-sangue índio Iroquois. A sua mãe, Annie, era de origem mista, indiana irlandesa e com americana. Quando o seu pai conseguiu um emprego, como instalador de sistemas de aspersão de água para a extinção de incêndios, na “Automatical Sprinkler Company”, a família mudou-se para Dallas, Texas. Lá, a sua mãe criava galinhas, a quem Kay cantava para elas, estilo serenata, no galinheiro. A tia de Kay, Nora ficou impressionada com o canto da sobrinha, de apenas 7 anos de idade e arranjou-lhe, numa estação de rádio de Dallas, a WRR, sítio onde cantar. Primeiro, ela fez concorreu num concurso de talentos, classificando-se em 3.º lugar e a partir daí ficou sempre em primeiro lugar. Eventualmente, ela teria tido os seus próprios 15 minutos de programa. Ela cantou “Pop” e canções "hillbilly" acompanhada ao piano. Com 10 anos, ela fazia US $3 por noite, que era um bom salário nos dias da Depressão.
Stormy Wheater


It Is A Good Day, e ainda, Wheel Of Fortune, no TV Variety Show de 1952.


The Man In The Bag, 1950


Rock And Roll Waltz, 1954


9 comentários:

  1. Muito bom! :)
    Adoro Stormy Weather! :)

    Beijinhos Marianos e bom fimde semana! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então somos dois !
      http://opactoportugues.blogspot.pt/search?q=Jazz+Standards+(CII)
      Obrigado Maria

      Eliminar
  2. Adoro estas músicas dos anos 50! Aprendi a ouvi-las e a apreciá-las com o meu pai!
    Stormy weather é muito bela e está muito atual...

    Boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stormy Weather também gosto imenso da canção. No link que comentei, em resposta à Maria Eu, encontras mais 4 versões da composição, com Ella Fitzgerald e...
      Obrigado pela visita !

      Eliminar
  3. A Kay Starr era uma fora de série...

    Boa Noite Ricardo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. David, felizmente que o Jazz tem um enorme número de foras de série !
      Obrigado

      Eliminar
  4. No passado sábado juntou-se "uma rapaziada" cá em casa e alguns discos de vinil, há muito esquecidos, fizeram-se ouvir.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui, se não estivéssemos tão longe, a cerca de 150 Km, fazia-me convidado e levava os meus "vinil". Ainda tenho uns 75/80 por aí. E boa música, dos 70 !!!
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.