Dá a surpresa de ser

Dá a surpresa de ser É alta, de um louro escuro. Faz bem só pensar em ver Seu corpo meio maduro.

Seus seios altos parecem (Se ela estivesse deitada) Dois montinhos que amanhecem Sem ter que haver madrugada.

E a mão do seu braço branco Assenta em palmo espalhado Sobre a saliência do flanco Do seu relevo tapado.

Apetece como um barco. Tem qualquer coisa de gomo. Meu Deus, quando é que eu embarco? Ó fome, quando é que eu como?

10-9-1930 - Poesias. Fernando Pessoa. (Nota explicativa de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1942 (15ª ed. 1995) - 123.

domingo, 13 de junho de 2021

Eyes Thru Glass (60) - Óbidos (III) – Lagoa de Óbidos

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica.

Em Setembro de 2016, estive perto de Óbidos a passar uns dias de descanso, e andei na vila e pelos seus arredores, a fazer fotografia, em alguns locais e cidades.

De uma mostra de 8, aqui fica a terceira, bem mais pobre que as anteriores e referente à Lagoa de Óbidos.








8 comentários:

  1. Belas fotos de um local paradisíaco, deserto numa altura do ano em que ainda costuma haver muitas pessoas no gozo das suas férias. Não fosse ter lido a referência ao ano, diria ser o tempo de pandemia.
    Gostei de ver tanto azul!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As fotos estão fracas. Nem todos os dias estamos em condições de fotografar e por algum motivo, não correu como desejava.
      Janita obrigado

      Eliminar
  2. Um bom lugar para se passar alguns dias.
    Já tenho saudades de passear por terras portuguesas.
    Bom resto de domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A zona de Óbidos é excelente para isso!
      Catarina obrigado

      Eliminar
  3. Que contente que fico ao ver aqui a minha Lagoa!
    Nesta altura ainda estava muito limpinha, agora como está assoreada, o aspecto já é mais lodoso junto desse barzinho, onde passo belas tardes no petisco e na contemplação. :)
    Boa semana Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em passeio nem sempre se tem muitas tempo para fazer fotografia mais detalhada, por isso, nõa gostei muito das fotos tiradas. Retratam, basicamente, aquela zona específica.
      Manuela obrigado

      Eliminar
  4. Pede um mergulho.
    Abraço, boa semana

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago. Respeito pelo Português (Brasil), mas em desrespeito total pelo Acordo Ortográfico de 90 !!!