Teus olhos contas escuras, são duas Avé Marias, dum rosário d’amarguras, que eu rezo todos os dias. - Fernando Pessoa

domingo, 7 de abril de 2019

Woodstock (7) – Jefferson Airplane

Por aqui pelo “Pacto”, durante algum tempo, as músicas que encantaram, ou não, a juventude nascida nos finais dos anos 40 e na década de 50, durante o grandioso “Festival de Woodstock”, realizado nos Estados Unidos, na fazenda de Max Yasgur, cidade de Bethel, estado de New York, entre 15 e 18 de Agosto de 1969.
Encontraremos grupos e composições que muitos de nós reconhecerão como agradáveis e de imediato, e outras nem tanto assim, como algumas de género Rock Psicadélico, Hard Rock, Blues Rock, Acid Rock, Blues, R&B (Rhythm and Blues). O exemplo mais flagrante deste conjunto de géneros, será o guitarrista Jimi Hendrix, considerado por muitos, um dos melhores do Mundo e de sempre.
Este Festival foi, principalmente, um levantar de questões à sociedade, à liberdade de expressão e à guerra entre os povos. Isto tudo, tendo como base os problemas da sociedade americana da altura e as suas condições sociais, e ainda, a famigerada guerra do Vietnam que deixou marcas indeléveis nos EUA.
Tal como o Vietnam, as guerras são meramente negócio para alguns, não trazem absolutamente nada de benéfico para a humanidade. Isso todos os portugueses puderam comprovar, cronologicamente antes, com a guerra das Colónias, guerra em África ou guerra do Ultramar, consoante o quadrante politico de cada um de nós.

Hoje ouviremos, já aqui embaixo:

Jefferson Airplane - Volunteers



Jefferson Airplane - Won't You Try


Jefferson Airplane - Uncle Sam Blues



Jefferson Airplane - White Rabbit


13 comentários:


  1. Conhecia os Jefferson Airplane apenas de nome.
    Dos quatro temas gostei especialmente do "White Rabbit". What a performance!!
    (e a Grace Slick é super gira... pena que nesta altura o que era considerado "giro" era ter aspecto piolhoso e de ganzado)

    Beijinhos aos caracóis
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este "rock" não faz o meu género, mas até os consigo ainda ouvir. A Grace Spock era um "borracho", como se dizia na altura!
      Obrigado Clara

      Eliminar

  2. Fui saber mais acerca da Grace Slick e, para além de descobrir que foi modelo, descobri que ela também trabalhou com os STARSHIP e canta com o seu vocalista o famoso tema "Nothing's Gonna Stop Us Now".

    E assim se vai aumentando a cultura musical!
    Obrigada por mais uma interessante publicação.
    Beijinhos e bom domingo
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adicionaste mais um pouco de cultura a esta publicação. Conhecia minimamente o que referiste, embora como disse, não seguia o grupo.
      Clara, obrigado mais uma vez pela tua colaboração, activa neste caso

      Eliminar
  3. Tenho muita música em atraso para ouvir por aqui... :)

    ResponderEliminar
  4. White Rabbit passou a ser um hino.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  5. Músicas que marcaram uma época muito contorbada!
    Gostei de ouvir e como tu dizes a Grace era mesmo um " borracho"

    Boa semana Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade muita conturbação nesta época. O Vietnam era tema de protesto a nível mundial !
      Obrigado Manuela

      Eliminar
  6. Que mau Ricardo, enganei-me a escrever conturbado😐 eu, que não costumo dar erros.:(:(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que foi mais uma distracção!
      Eu como gosto que me emendam, caso erre. Também costumo emendar os outros!

      Eliminar
  7. E se por acaso der mais algum,avisa-me, sim?

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago.