Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sábado, 6 de maio de 2017

Jazz Standards (162)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

I Can't Believe That You're in Love with Me (#166) - Música de Jimmy McHugh e Letra de Clarence Gaskill

O vocalista Cliff Edwards, conhecido como "Ukulele Ike", introduziu esta composição e letra de Clarence Gaskill numa sessão de gravação para a etiqueta “Perfect” em Janeiro de 1927. A sua gravação não chegou às tabelas de vendas, mas uma versão pelo chefe de orquestra Roger Wolfe Kahnm conseguiu-o.

Roger Wolfe Kahn e Orquestra (1927, N.11)
Ames Brothers (1953, vocal, Nº. 22)

O envolvimento da Gaskill no negócio da música é muito pouco comum. A sua produção era pequena, e ele só escreveu música para dois espectáculos da Broadway, nenhum deles foi um sucesso. Ele escreveu algumas músicas com títulos fora de vulgar como "No Squat, No Stoop, No Squint", "The Tin Can Song" e "In the Vallee of Lombardo" (um estranho jogo de palavras usando os nomes do vocalista Rudy Vallee e do chefe de orquestra Guy Lombardo).

Andrea Motis (Barcelona, Espanha, 09-05-1995) – com Andrea Motis (trompete e voz), Joan Chamorro (contrabaixo), Ignasi Terraza (piano), Josep Traver (banjo), Esteve Pi (bateria) e Iscle Datzira (saxofone tenor).


Django Reinhardt (Liberchies, Pont-à-Celles, Bélgica, 23-01-1910 - Fontainebleau, França, 16-05-1953) – com Eddie South (violino), Django Reinhardt (guitarra) em 23 de Novembro de 1937.


New York Voices (1986) – com Peter Eldridge, Lauren Kinhan, Darmon Meader e Kim Nazarian.


The Jazz Preservers (?) – com Kenny Milne (trompete), George Howden (trombone e voz), Ian Boyter (saxofone tenor), Violet Milne (piano), Nigel Porteous (guitarra) e Dizzy Jackson (contrabaixo).


Letra


Yesterday you came my way,
And when you smiled at me,
In my heart I felt a thrill you see,
That it was love at sight and
I was right to love you as I do.
Still I never dreamed that you could love me too.

Your eyes of blue, your kisses too,
I never knew what they could do.
I can't believe that you're in love with me.

You're telling ev'ry one I know
I'm on your mind each place we go
They can't believe that you're in love with me.

I have always placed you far above me.
I just can't imagine that you love me.
And after all is said and done,
To think that I'm the lucky one.
I can't believe that you're in love with me.

Skies are gray. I'm blue each day
When you are not around.
Ev'ry thing goes wrong, my dear I've found
But when you're by my side I fill with pride
For I'm so proud of you
It all seems too good to me to all be true

Your eyes of blue, your kisses too,
I never knew what they could do.
I can't believe that you're in love with me.

You're telling ev'ry one I know
I'm on your mind each place we go
They can't believe that you're in love with me.

I have always placed you far above me.
I just can't imagine that you love me.
And after all is said and done,
To think that I'm the lucky one.
I can't believe that you're in love with me.

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

14 comentários:

  1. Ah, Ah... Mas eu hoje também tenho jazz na minha chafarica. :))
    Agora vou ouvir este daqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já te lá vou visitar. Gostei de te ver por aqui a cores !
      Obrigado Luísa

      Eliminar
  2. Não conhecia. Gostei imenso da Andrea.
    Thanks!!!
    Já disse que gosto de jazz?! : )

    Agora vou ver o significado de chafarica. Loja ou taberna!!! Um termo que não conhecia! : )) O que eu tenho aprendido nos blogues!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A trompetista toca muito bem ! acho que já disseste sim. Eu continuo a achar que muitos gostam e outros se ouvissem, também iriam gostar !
      Chafarica é um termo conhecido, mas estamos sempre a aprender !
      Obrigado Catarina

      Eliminar

  3. Ainda só estou a ouvir a Andrea... e já estou aqui a abanar o capacete!
    Love a lot!
    Mas confesso que até estou admirada... porque ela é ainda uma miúda (e ainda por cima gira) e acho que nunca ouvi ninguém tão novo no trompete... nem me lembro de ver mulheres a tocá-lo.
    Mas tu me dirás que és entendido nestas lides.

    Vou ouvir agora as outras sugestões.
    Beijinhos soprados
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toca muito a Andrea sim !
      Em algumas filarmónicas de bombeiros, nas nossas vilas e cidades mais pequenas, já vi algumas trompetistas. No jazz em algumas bandas também, mas é raro sim, principalmente a este nível de solista. Penso que é um instrumento que as mulheres não escolhem. Levado ao extremo deforma a cavidade bucal, talvez por isso, somente os homens se habilitem a tocá-lo.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar

  4. Ah, se me permites tenho de partilhar com a Luísa e com a Catarina uma coincidência engraçada que me aconteceu:

    Fui eu há minutos ao blogue da Luísa e ao ver a proposta musical dela, comentei dizendo que sabia de duas pessoas que iriam adorar o tema escolhido. Referia-me ao Ricardo e à Catarina.
    Imaginem o meu sorriso quando entrei aqui no Pacto... e vejo precisamente os comentários de quem? Da Luísa, do Ricardo e da Catarina!

    Eu adoro coincidências! :))
    Beijinhos aos três

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As coincidências são muitas vezes coisas agradáveis na nossa vida. As minhas têm sido, felizmente, mais as agradáveis do que as desagradáveis !
      Agradeço os beijinhos, a parte que me cabe.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Sim a trompetista espanhola Andrea Motis pareceu-me uma boa executante, menos boa cantante !
      Obrigado Isabel

      Eliminar
  6. Todos completa novidade para mim.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um grupo de quatro muito agradável !
      Abraço Pedro

      Eliminar
  7. Uma nota extra este teu post:
    Gostei de ver a canção do Salvador sobral ali na lateral com o teu apoio!

    Talvez todos nós devêssemos fazer o mesmo!
    Bora lá criar uma corrente!??
    Eu alinho!!
    Quem alinha comigo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que ele e a canção, merecem. Pessoa simples, modesta, canta bem e a canção é romântica, não é "festivaleira", mas é boa !
      Obrigado Afrodite pela corrente e pelo incentivo !

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.