A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Eyes Thru Glass (14) – À volta do Cais do Sodré e Terreiro do Paço

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica. Cliquem sobre a primeira foto para poderem vê-las em formato maior.

No dia 11 de Janeiro de 2015, fiz umas quantas fotos num percurso entre o Cais do Sodré e a o Terreiro do Paço.





 










30 comentários:

  1. Fotos de um dia de sol bem diferente deste dia de hoje!
    A minha preferida é a 8ª pela suavidade das cores e a profundidade.
    Bjs e bfs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava um dia espectacular e as fotos correram bem !
      Obrigado Papoila

      Eliminar
  2. Uma zona que está muito bonita e onde também já andei fazendo uns "bonecos"
    Muito boas as suas fotos.
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A zona restaurada da Avenida da Ribeira das Naus, ficou muito agradável e bonita.
      Obrigado Elvira

      Eliminar
  3. Tu és um mestre na arte de bem fotografar. Adorei! Lisboa dá fotos lindas e já ando há algum tempo para passar um dia inteirinho por aí, estou à espera que venha o sol.

    Bom fim de semana

    Beijos Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou amador amante de fotografia. Escolho enquadramentos muitas vezes fora das técnicas correctas de fotografia, porque embora ache que nos devemos reger por regras e leis, estas são daquelas que não faz mal quebrá-las !
      Obrigado Manuela

      Eliminar

  4. (Suspirei!!)

    Beijinhos apenas... porque o silêncio é ouro
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também suspirei, no dia em que andei por aqui a fotografar. Esta zona é linda.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Não sou mestre acredita, nem pretendo sê-lo. Na realidade fotografar também tem a ver com a nossa disposição do dia. Estava bem nesse dia.
      Obrigado AvoGi

      Eliminar
    2. Beautiful pictures and it was nice to walk with you in your springlike city. I like the seaside and horizon. Reflections are also really lovely. I like the way you lay out the images.
      Wish you happy weekend.

      Eliminar
    3. The photos were taken on January 11, 2015. It is a pleasure and privilege to live in a country like Portugal. The Sun is something that makes us a friendly and hospitable people.
      Thank you for your comments Orvokki

      Eliminar
  6. Fartei-me de passear sem gastar um euro!!

    Que saudades de Lisboa! Mas mais do Algarve, confesso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois por aqui passeia-se de borla !... É um prazer levar-vos a todos a passear.
      Obrigado Catarina

      Eliminar
  7. Fotos incríveis! Realmente impera o azul e a afamada luminosidade de Lisboa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As fotos sairam bem, na realidade. Depende como disse da disposição, também. A luminosidade de Lisboa tem dias que é extraordinária e bonita.
      Obrigado M.

      Eliminar
  8. Olá, Ricardo.
    Antes de mais quero dizer-te que este post não está actualizado na minha lista de blogues. Fui verificar ao blog do Rui e, também lá, tens o post de há uma semana atrás.:(
    Quanto às fotos, apreciei-as e gostei, como é lógico. Enquanto não tiver oportunidade de ver in loco, toda a beleza de Lisboa com todos os melhoramentos efectuados, vou admirando-a através da tua lente.
    Obrigada pela partilha.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita eu expliquei o motivo porque o retirei provisoriamente, na altura. Decidi ter uma semana de luto por causa do desaparecimento da Teresa. Passado uma semana reeditei-o.
      Vais ter tempo de ver muitas fotos sobre a "minha" Cidade.
      Obrigado

      Eliminar
    2. Janita eu expliquei o motivo porque o retirei provisoriamente, na altura. Decidi ter uma semana de luto por causa do desaparecimento da Teresa. Passado uma semana reeditei-o.
      Vais ter tempo de ver muitas fotos sobre a "minha" Cidade.
      Obrigado

      Eliminar
    3. Eu percebi quando deste a explicação, Ricardo, mas agora ao reeditá-lo, com nova data, deveria estar actualizado. Foi isso, que eu quis dizer!
      Pois...mas in loco é diferente...

      Eliminar
    4. Pois deveria Janita. Deve ser alguma opção do Blogger que não conheço. Preocupei-me com os comentários de quem já tinha comentado.
      Obrigado

      Eliminar
  9. Caro coetâneo Ricardo Santos.
    Aprecio sobremaneira quando publicas encantadoras fotografias, que me instigam a fazer uma visitação mais demorada ao reino distante além-mar.
    Caloroso abraço. Saudações lusófilas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Professor muito obrigado pela sua visita !

      Eliminar
  10. Uau, achei lindíssimas as fotografias, sobretudo a 8, 10 e a 12.
    Obrigada pelo passeio em fotografias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito Obrigado Gabriela pelo elogio e pela tua visita !

      Eliminar
    2. Muito Obrigado Gabriela pelo elogio e pela tua visita !

      Eliminar
  11. É um percurso que gosto de fazer. As fotos da Ribeira das Naus com o edifício rosa a mirar-se nas águas estão entre as minhas preferidas. E também a 7 e a 8.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luísa muito obrigado !!! A opinião de outro fotógrafo é sempre importante para mim !

      Eliminar
  12. Esta zona da Ribeiras das Naus ficou belíssima após a restauração !
    Completamente diferente para melhor.
    Sobre as fotos, o que dizer, Ricardo ?... Estão óptimas !!!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As fotos correram bem e como disse anteriormente, tem sempre tudo muito a ver com a disposição da altura. Uma manhã lindíssima numa zona que merecia ser restaurada e está transformada numa área muitíssimo agradável e bonita !
      Muito obrigado Rui

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.