A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Estou ?! Posso pedir um disco ? (III)

O pedido de hoje é da bloguer Maria Eu, do Blogue “A Vez da Maria”. Um Blogue que é tratado com o prazer de quem o faz. Com conjuntos de imagem, palavras e música, escolhidos, tenho a certeza com todo o amor.
As palavras que nos deixou sobre a música que escolheu são estas:

Uma música belíssima para um poema marcante do Ary dos Santos.

Fernando Tordo (29-03-1948)


Mafalda Veiga (24-12-1965)


Alguma história sobre os discos, antigo suporte magnético que, actualmente, continua a ter imensos adeptos, dado que está cientificamente provado que a qualidade sonora do vinil é superior à do CD, dizem !

Os 78 rpm (rotações por minuto) eram os antigos discos, de goma-laca, que tocaram durante alguns anos nos gramofones dos nossos avós.

Os 33 rpm (rotações por minuto) eram os antigos “LP” (Long Play) de vinil que tocavam nos nossos antigos gira-discos.
Os 45 rpm (rotações por minuto) era os “singles” ou “EP” (Extended Play), também em vinil. Ambos fizeram a delícia das gerações de 60 e 70.

Esta nova publicação viverá, exclusivamente, dos vossos pedidos por “mail” para o meu “email” ricardosantos1953@gmail.com, da música que pretendem ouvir e umas breves palavras sobre o porquê que ela vos foi/é querida.

Peçam uma de cada vez e de vez em quando. Podem começar a enviá-los já hoje. Os pedidos serão atendidos por ordem de chegada dos “mails”.

Serão apresentados dois vídeos, do Youtube. Um será com a escolha de quem me enviou o “mail” e o outro uma escolha minha. Também darei algumas indicações adicionais sobre a composição, compositor e intérprete. Isto caso a música exista e haja informação adicional sobre ela.

38 comentários:

  1. boa noite Ricardo, gostei muito desta escolha
    uma linda melodia :) gostei muito de ouvir o Fernando Tordo

    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ângela

      A escolha não é minha é da Maria Eu do Blogue "A Vez da Maria", e ela é definitivamente uma pessoa de bom gosto !

      Obrigado

      Eliminar
  2. Ah, é para pedir um disco ou uma música? Acho que vou participar! A boa música é como um bom remédio :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O teu pedido está assente. Em breve direi quando irá para o ar ! :)

      Obrigado M.

      Eliminar
  3. A canção mais bonita da dupla Tordo/Ary!!! Na sua versão original SEMPRE!! Muito bom gosto da Maria Eu!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem sombra de dúvida Graça !

      Obrigado

      Eliminar
    2. Graça... se não é a mais bonita... é uma das mais bonitas.
      Espera para veres a minha escolha... e depois me dirás! :))

      Beijinho
      (^^)

      Eliminar
    3. A tua será a próxima e estará no ar :), dia 16 !

      Obrigado

      Eliminar
  4. Gosto sempre ( ou quase sempre) mais das versões originais mas também me deu prazer ouvir a da Mafalda Veiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A versão original é Muito Boa !!!
      A da Mafalda foi escolhida por mim e é muitro agradável !

      Obrigado Luísa

      Eliminar
  5. Obrigada, Ricardo! Confesso que não sou uma grande fã da Mafalda Veiga, acho-a um bocadinho monocórdica. Mas este poema e esta música são absolutamente fantásticos!

    Beijinhos e uma boa noite. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um pouco monocórdica sim. O poema e a música são excelentes, não fossem eles de que são !!!

      Obrigado eu pela tua participação !

      Eliminar
    2. MMaria Eu,
      É quase inacreditável Amiga... nós e as nossas sintonias!
      Vais achar piada quando vires qual foi a minha escolha.

      Beijinhos à solta
      (^^)

      Eliminar
  6. Obrigado, Maria Eu ! ... Foi bom recordar e esta rubrica vai ter "asas para voar" por longo tempo neste blog ! Foi uma ideia fantástica !!!

    Uma dupla fantástica esta Ary dos Santos / Fernando Tordo, contudo, tenho a impressão que já assisti a outras interpretações do Tordo com "muito mais ARY" !!! ... Estou a imaginar o Ary a cantá-la (se ele cantasse declamando) e fá-lo-ia com muito "mais força", tal como o Tordo mais tarde. Acho que nesta, faltou ao Tordo um bocado de "mais alma", que ele foi ganhando com o tempo !

    Quanto à Mafalda Veiga, desconhecia completamente que ela a tenha interpretado ! Agradável, mas ainda com menos alma ! ... Tal como diz a Maria Eu, um bocadinho monocórdica ! :)

    Ricardo, esta tua nova rubrica vai ser um êxito "de bilheteira" ! rsrs ... Vais ver ! :))))
    Abraço !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Ary dos Santos deu um "pontapé" grande, como poeta e letrista, na música portuguesa. Viviam-se como todos sabemos períodos difíceis da sociedade portuguesa e a sua poesia era o reeencontro com a Liberdade !

      Obrigado por contribuires para o meu êxito de bilheteira ! :))
      Posso dizer que já tenho agendamentos até Janeiro, visto que de permeio também tenho as minhas publicações !

      Um Abraço

      Eliminar

    2. Eu gosto da Mafaldinha (como carinhosamente lhe chamo), a eterna menina! :)
      Por isso gostei da tua escolha.
      Quando se fala na Mafalda Veiga é impossível a minha mente não divagar de imediato para ESTA música...

      Agendamento até Janeiro? Boa!
      E quando te acabarem as "munições" diz... porque voltamos aqui a pedinchar mais um disco!!

      Beijinhos agendados
      (^^)

      Eliminar
    3. Não é uma das cantoras portuguesas da minha preferência, mas tem boas composições e interpretações !

      Essa é um "must" !

      Quando acabarem as "munições", eu aviso sim !

      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  7. Gosto deste tema, como poderia não gostar!?
    E tu até sabes disso, verdade? :D
    Há coincidências fantásticas!

    Ary dos Santos punha paixão em tudo o que fazia... e eu, desde muito nova, fui tocada por ele e por aquela figura que eu ouvia declamar com uma entrega e até uma raiva latente... como se não houvesse amanhã.

    Gostei de ler o que escreveste sobre a minha Amiga.
    Beijinhos para ti... e para ela
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tema é precioso e retrata uma época em que se escrevia bem as letras e as músicas, uma altura em que havia muito união e solidariedade, ainda não éramos considerados somente números !

      Espero que gostes de ler o que escrevi sobre Ti ! :)

      Obrigado Cara Amiga Grega

      Eliminar
  8. Esta foi uma excelente iniciativa, Ricardo!!
    Assim fico a conhecer (ou a conhecer melhor) cantores e canções.
    : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as pessoas que os escolhem também ! A próxima volta desta rúbrica vai ser diferente, depois conto !

      Obrigado Catarina

      Eliminar
  9. Sendo um poema de Ary e interpretado pelo Fernando Tordo num tempo em que ainda as letras das canções tinha muito de subtileza e o sentido ficava nas entrelinhas...

    Sempre gostei desta canção. Boa escolha a da tua leitora, Ricardo.

    Isto parece que vai prometer! Venham mais pedidos dos ouvintes...

    Boa noite e um abraço para quem for de abraços e um beijo para quem for de beijos...:-))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão Janita !

      Muito Obrigado pelo teu simpático comentário

      Eliminar
  10. Uma abertura simpática para seus leitores invadir seu espaço escolhendo o que querem ouvir na 'sua casa'.Bonito ,Ricardo.
    E os pedidos tem agradado_ gostei muito!
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lis os pedidos também são para o outro lado do Oceano... manda lá o teu !!!

      Abraço

      Eliminar
  11. Conheci Frenando Tordo no voo que ligou Lisboa e Londres quando vinha para Macau.
    Foi há vinte anos e ficámos amigos desde então.
    Esta canção foi o grande momento na sua carreira.
    E marcou um tempo que estava a terminar e um tempo novo que estava a começar.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma das canções mais carismáticas do Festival da Canção RTP !

      Obrigado e um Abraço Pedro

      Eliminar

    2. Desculpa meter a colherada... mas não será uma das mais carismáticas se nos lembrarmos de uma «Tourada» ou de um «E depois do Adeus»... ou até de um «Não sejas mau pra mim»... :D

      Eliminar
    3. Uma das mais, disse eu !!!... As que falaste sim também e muito. Acrescenta o "Sol de Inverno" da Simone de Oliveira. Em relação à Dora em ambas das suas actuações, destaca-se a sua excelente interpretação, principalmente do "Não sejas mau para mim !"... mas eu sou suspeito, porque sempre nutri uma atracção, à distância, pela Dora ! :)

      Obrigado Afrodite

      Eliminar
    4. hehehe (por eu saber disso é que falei dela!) :))

      Mas também estive para dar a Simone como exemplo, mas não usaria o "Sol de Inverno"... porque mais carismática é sem dúvida a "Desfolhada"!

      «Corpo de linho, lábios de mosto
      Meu corpo lindo, meu fogo posto
      Eira de milho, luar de Agosto
      Quem faz um filho fá-lo por gosto...»

      (^^)

      Eliminar
    5. Esqueci-me dessa. Lapso imperdoável ! Na altura em que a Simone tinha um vozeirão impressionante. Poderia ter sido uma grande cantora de Jazz !

      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  12. Uma excelente escolha da Maria.
    Eu era uma jovem na altura e esta canção marcou sem dúvida uma época.

    Beijinhos a ambos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade Fê. Uma canção que se destacou com mais algumas no Festival da Canção RTP.

      Obrigado

      Eliminar
  13. Uma boa escolha.
    Acho que Fernando Tordo a cantou com muito mais garra, e é justo e digno que seja, sendo a letra de quem é.
    Não digo o mesmo de Mafalda Veiga, e desconhecia ter cantado esta melodia, mas também não sou nada fã desta cantora, já tentei gostar de a ouvir, mas desisto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Fernando Tordo ainda hoje é um excelente intérprete e naquela "cavalo à Solta" e "Tourada" foram êxitos de "bilheteira" !

      Obrigado Maria

      Eliminar
  14. Gostei muito das duas versões.
    Na sexta-feira andava a cantarolar a música do pirata da perna de pau, ficou-me no ouvido :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem Gabriela que gostaste.
      Não me digas que andaste a cantar o "Pirata da perna de pau" no teu trabalho ! :))

      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.