A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Jazz Standards (CXXXII)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Solitude (#136) - Música de Duke Ellington e Letra de Eddie DeLange e Irving Mills
O compositor e pianista Duke Ellington, apresentou a sua composição numa  gravação para a “Victor Records” em Janeiro de 1934. A segunda gravação da música foi em Setembro de 1934, para a “Brunswick Records”. Desta vez, no ano seguinte, atingiu as tabelas de vendas:

Duke Ellington e a sua orquestra (1935, Nº. 2)
Mills Azul Rhythm Band (1935, Nº. 8)

A música "Solitude" traz os nomes de Eddie DeLange e Irving Mills como letristas. Mills foi o director de Ellington e, naturalmente, ele evitou algo de “ellingtoniano", enquanto responsável de Duke. DeLange foi contratado por Mills como orquestrador e letrista para a “Mills Music Publishing” e em 1936 seria dirigente, conjuntamente com Will Hudson, da “Hudson-DeLange Ochestra”, gerida por, naturalmente, Irving Mills.

Duke Ellington (Washington, EUA, 29-04-1899 — New York, EUA, 24-05-1974) e Orquestra – Lado B, última pista do álbum "Money Jungle", gravado no “Sound Makers”, New York, em 17 de Setembro de 1962. Originalmente editado pela “United Artists”. Com Duke Ellington (piano),  Charles Mingus (contrabaixo) e Max Roach (bateria).


Irving Mills (New York City, New York, EUA, 16-01-1894 - Palm Spring, California, EUA, 21-04-1985) e Mills Blue Rhythm Band (New York City, New York, EUA, 1930-1938) – com o vocalista Chuck Richards. New York, 12 de Maio de 1934.


Billie Holiday (Filadélfia, EUA, 07-04-1915 — New York, EUA, 17-07-1959)


Ella Fitzgerald (Newport News, EUA, 25-04-1917 — Beverly Hills, EUA, 15-06-1996)


Letra

In my solitude
You haunt me
With dreadful ease
Of days gone by
In my solitude
You taunt me
With memories
That never die
I sit in my chair
And filled with despair
There's no one could be so sad
With gloom everywhere
I sit and I stare
I know that I'll soon go mad
In my solitude
I'm afraid
Dear Lord above
Send back my love
I sit in my chair
And filled with despair
There's no one could be so sad
With gloom everywhere
I sit and I stare
I know that I'll soon go mad
In my solitude
I'm afraid
Dear Lord above
Send me back my love

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

14 comentários:

  1. É maravilhosa, esta canção! Belas versões!

    Beijinhos, Ricardo! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria reparei que ontem tiveste um pequeno "qui pro quo" que penso já esteja sanado :((.

      Esta canção é muito saborosa sim e as versões são quatro de muitas outras que existem. Costumo ter algum "ouvido", para as escolher, embora tenha intérpretes de que gosto mais.

      Obrigado Maria

      Eliminar
  2. Impossível optar por uma das versões.
    Todas fabulosas.
    Kung Hei Fat Choi!

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia as versões musicais, mas as vocais são belíssimas... :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Billie e a Ella são muito boas sim. Eu gosto muito da voz da Billie, por ser uma voz diferente !
      Obrigado Teresa

      Eliminar
  4. Todas belíssimas mas a Billie Holiday tem para mim algo mais :)
    O jazz é mesmo assim, um constante improviso.

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Fê comungamos de idêntico gosto pela voz da Billie Holiday. Voz diferente e excelente!
      Obrigado Fê

      Eliminar

  5. Ainda não ouvi nenhuma... (mais daqui a pouco ouço)... porque agora estou a deliciar-me com o tema de Jean Michel Jarre que tens lá no fundo no Cinemascope.
    O tema é uma delícia... e super adequado ao dia de hoje em que começou o Novo Ano Lunar Chinês...

    Beijinhos de olhos em bico!

    (ainda volto para ouvir as tuas sugestões deste post)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois o CinemaScope nas duas próximas publicações, e contando com a de ontem, vão ser Jean-Michel Jarre... Infelizmente não dá para comentar lá ! :(
      Não foi propositado por causa da "Cabra", mas acabou por coincidir !

      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  6. É delicioso ouvir a Ella Fitzgerald! Até se flutua!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ella é/será uma das melhores intérpretes do Jazz de todos os tempos !
      Obrigado M

      Eliminar
  7. parabéns ao blogue que dá a conhecer o encanto de muita música nas suas variadas formas!
    abraços Ricardo
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ângela esse foi/é/será o lema e o papel principal do meu Blogue !
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.