Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Jazz Standards (CXXI)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

East of the Sun (and West of the Moon) (#125) - Música e Letra de Brooks Bowman
Esta composição “standard” teve uma modesta introdução. Ela fazia parte da produção “Stags at Bay”, de 1934, no “Princeton University’s Triangle Club”. Uma banda de música de dança, da Costa Oeste, dos Estados Unidos, tornou-a número um, das tabelas de vendas, no ano seguinte:

Tom Coakley e a sua orquestra (1935, Carl Ravazza, vocal, Nº. 1)

O “Triangle Club” foi o sucessor da “Princeton College Dramatic Association”, fundada em 1883. O clube encenava, anualmente, uma produção, e para o espectáculo de 1934-1935, o estudante de “Princeton”, Brooks Bowman (da classe de 1936) compôs a música e a letra. O espectáculo recebeu críticas muito positivas durante a digressão, e culminou com duas apresentações completamente esgotadas, em New York.

Jane Monheit (Oakdale, Long Island, EUA, 03-11-1977 - 20xx) – Gravada ao vivo, na “Iridium Records”, com Jane Monheit  (voz), Lou Pallo (guitarra), Nicki Parrott (contrabaixo) e John Coliani (piano).


Stacey Kent (South Orange, New Jersey, EUA, 27-03-1965 – 20xx) – do álbum “Love Is The Tender Trap”, de 1999.


Scott Hamilton (Providence, Rhode Island, EUA, 12-09-1954 - 20xx) – 27 de Agosto de 2009 no “Jazzland”, Viena (Áustria). Com Scott Hamilton (saxofone), Herbert Swoboda (piano), Martin Spitzer (guitarra), Hans Strasser (contrabaixo) e Walter Grossrubatscher (bateria).


Mundell Lowe (Laurel, Mississippi, EUA, 21-04-1922 – 20xx) e Frank Potenza (Providence, Rhode island, EUA, nn-nn-nnnn – 20xx) - Frank Potenza (guitarra), Mundell Lowe (guitarra), Rob Thorsen (contrabaixo) e Ramon Banda (bateria). Tributo ao grande Joe Pass. Gravado em 31 de Janeiro de 2013, actuação lembrando o nascimento de Joe Pass, na “First Christian Church Oceanside”, California, EUA.


Letra

East of the sun and west of the moon
We'll build a dream house of love dear
Close to the sun in the day
Near to the moon at night
We'll live in a lovely way dear
Sharing our love in the pale moonlight
Just you and I, forever and a day
Love will not die; we'll keep it that way
Up among the stars we'll find a harmony of life to a lovely tune
East of the sun and west of the moon dear
East of the sun and west of the moon

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

6 comentários:

  1. A versão de Stecy Kent é sublime!
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma boa versão sim, embora eu goste bastante da versão da Jane Monheit. As versões instrumentais são também muito boas, para quem gosta de instrumental !
      Obrigado Pedro

      Eliminar
  2. É, também sou fã da Stacey, de modo que a preferência é facciosa. Mas também gostei das outras! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O interessante é mesmo ouvir como artistas diferentes interpretam a mesma composição.
      Obrigado Teresa

      Eliminar

  3. Apesar de ser fã assumida da sua voz terna de Stacey Kent, neste tema prefiro a voz da quente Jane Monheit :))
    Não admira que sejas fã... porque para além de boa cantora, a Jane deve fazer feliz qualquer Tarzan... hehehe


    Beijinhos nesta tarde de chuva!
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos de acordo em relação às vozes e ... relativamente à Jane é de certeza capaz de fazer feliz qualquer Tarzan. É uma mulher admiravelmente bonita e tem muita sensualidade, não só visual, mas também através da sua voz. É uma balzaquiana de 36 anos digna de qualquer Honoré ! :)
      Aqui pelos meus sítios não chove !
      Obrigado Afrodite

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.