A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sábado, 6 de agosto de 2011

Bêbado mas lúcido - Interacção Humorística (XXVI)

Em 25-10-2009. Obrigado.           
                 
Bêbado mas lúcido…                    
                       
 Um bêbado estava a passar por um rio, quando viu um grupo de evangélicos a  orar e a cantar. Resolveu perguntar:
 - O que se está a passar... hic... aqui ?
 - Estamos a fazer um baptismo nas águas. Você também deseja encontrar o  Senhor ?
 - Hic... Eu quero, sim...
 Os evangélicos vestiram o bêbado com uma roupa branca e levaram-no para a  fila. Numa margem do rio estava um pastor que pegava nos fiéis, mergulhava a  cabeça deles na água, depois tirava e perguntava:
 - Irmão... viste Jesus ?
 - Ó, eu vi, sim...
 E todos os evangélicos diziam:
 - Aleluia ! Aleluia !
 Quando chegou a vez do bêbado, o pastor meteu-lhe a cabeça na água, depois tirou e perguntou-lhe:
 - Irmão... viste Jesus ?
 - Não ! - Disse o bêbado.
 O pastor colocou novamente a cabeça do bêbado na água e deixou-a lá um certo tempo. Depois tirou-a e perguntou:
 - E agora, irmão... viu Jesus ?
 O bêbado já bastante ofegante, lá disse:
 - Não !
 O pastor, já nervoso, colocou de novo a cabeça do bêbado debaixo de água e deixou-a lá por uns cinco minutos.
 Depois puxou o bêbado e perguntou-lhe:
 - E agora, irmão... já conseguiste ver Jesus ?
 O bêbado, já mole e trôpego de tanta água engolir, disse:
 - Bolas, já disse que não ! Mas vocês.... têm a certeza de que Ele caiu aqui ???...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.