A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Jazz Standards (II)

O que é um “Jazz Standard” ?

Os termos “standards” ou “jazz standards” são muitas vezes usados quando nos referimos a composições populares ou de músicas de jazz. Uma rápida pesquisa na Internet revela, contudo, que as definições desses termos podem ser muito variar muito.
Então o que é um “standard” ?
Comparando definições de alguns dicionários e de estudiosos de música e baseando-nos naquilo que for comum e que estiver em acordo, será razoável dizer que:

“Standard” (padrão) é uma composição mantida em estima contínua e usada em comum, por vários reportórios.

… e …

Um “Jazz Standard” (padrão de jazz) é uma composição mantida em estima contínua e é usada em comum, como a base de orquestrações/arranjos de jazz e improvisações.

Algumas vezes, o termo “jazz standard” é usado para sugerir que determinada composição se torna um “standard”. Palavras e frases têm muitas vezes múltiplos significados e esta não é excepção. Neste sítio http://www.jazzstandards.com/ nós vamos usar a definição que tem maior aceitação geral, uma que aceita composições seja qual for a sua origem.

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

What Is This Thing Called Love? (#8) - Letra e Música de Cole Porter
Em 27 de Março de 1929, a cantora Elsie Carlisle, Britain’s “Radio Sweetheart Number One” (a britânica, amorosa Nº. 1 da Rádio), cantou pela primeira vez “What Is This Thing Called Love?” no “London Pavilion. A canção fazia parte da revista musical “Wake Up and Dream” com letras e música de Cole Porter e do livro de John Hastings Turner.

Leo Reisman (11-10-1897 - 18-12-1961) & Orquestra



Gwyneth Paltrow (Los Angeles, 27-09-1972) – Do filme “Infamous”.



Letra (versão de Gwyneth Paltrow) extensível a Leo Reisman & Orchestra

What is this thing called love ?
This funny thing called love ?
Just who can solve its mystery ?
Why should it make a fool of me ?

I saw you there one wonderful day
You took my heart and threw it away
thats why I ask the lord
in heaven above
what is this thing called love?

… (?) … refrão.

Lamento, algumas falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

Art Pepper (Gardena, 01-09-1925 – Panorama City, 15-06-1982) (Quartet) – Do álbum “Modern Art” com Art Pepper (saxophone alto sax), Russ Freeman (piano), Ben Tucker (contrabaiox) eChuck Flores (bateria).



Frank Sinatra (Hoboken, 12-12-1915 — Los Angeles, 14-05-1998) – Gravado por ele em 1955 para o álbum "In the We
e Small Hours", com orquestração de Nelson Riddle.



Letra (versão de Frank Sinatra)

What is this thing called love ?
This funny thing called love ?
Just who can solve its mystery ?
And why should it make a fool of me ?

I saw you there one wonderful day
But you took my heart and you threw my heart away
Thats why I ask the lord up in heaven above
Just what is this thing called love ?

4 comentários:

  1. Olha que belo canto tens tu aqui! Parabéns!
    Já divulguei!

    ResponderEliminar
  2. Diverte-te como me tem divertido a mim pesquisar e publicar aquilo que gosto.

    ResponderEliminar
  3. Ora aqui está uma coisa que eu não sabia... aliás, tirando o facto de que, a respeito de música, me limito a gostar ou não gostar e, mesmo assim, depende muito da "fase da lua" em que ando... o mais perto que estive de ensinamentos musicais... foi quando ia almoçar ao Conservatório porque a cantina da minha faculdade(FBAL) estava em obras ;)e mesmo isso... foi há séculos lol
    De qualquer modo, o melhor de tudo é que, por aqui, há sempre música.

    Bjos

    ResponderEliminar
  4. Garanto que sim que haverá sempre música. Os meus Blogs se algum não puderem ter música, deixo de publicar e acabo com eles.
    Obrigado
    Bjs

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.