A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Jazz Standards (CLVI)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

I've Got You Under My Skin (#160) - Música e Letra de Cole Porter
A composição de Cole Porter foi apresentada por Virginia Bruce, em 1936 no musical, da MGM (Metro Goldwyn Mayer), “Born To Dance”. A gravação de Hal Kemp chegou às tabelas de vendas em Outubro, mas foi ultrapassada em esforço por Ray Noble em Dezembro de 1936:

Ray Noble e a sua orquestra (1936, Al Bowlly, vocal, Nº. 3)
Hal Kemp e a sua orquestra (1936, Skinnay Ennis, vocal, Nº. 8)
Stan Freberg (1951, vocal, Nº. 11)

Embora Porter tivesse escrito música para uma série de filmes, “Born To Dance” seria a primeira vez que ele escreveria uma partitura completa. Também foi a primeiro musical da MGM para o qual ele estava a receber, US $3.000 por semana, uma soma bastante considerável em 1936.
Cole foi convidado a reunir-se com os produtores, escritores e director do “Born To Dance” para ajudar no estudo sobre o filme e, em seguida, demonstrar a música que ele tinha escrito para o filme. Porter estava inquieto com a necessidade de tocar a sua obra por si mesmo, mas teve que concordar. Na biografia George Enguias, “The Life That Late He Led: A Biography of Cole Porter”, o autor cita directamente do diário de Porter, relatando os acontecimentos em torno da música de “Born To Dance”: "20 de Abril de 1936. Eu levei “I've Got You Under My Skin” e todos eles gostaram muito. Sam Katz, o produtor-executivo pediu-me para integrar a vocalista Frances Langford, rapidamente, e orientá-la para a canção para que ela pudesse começar a cantá-la, logo que ela estivesse pronta.”. Langford chegou em 11 de Maio, e eles ficaram satisfeitos com o seu desempenho. (Langford foi escalada para fazer uma das partes do filme.). Mas em 20 de Maio, eles pediram a Virginia Bruce, a protagonista, para ouvir e cantar a música. Porter e os outros estavam satisfeitos com os resultados, e Virgina Bruce acabaria por ser o única a interpretar  a composição, no filme.

Diana Krall (Nanaimo, Canadá, 16-11-1964 - 20xx) – Nice Jazz Festival 1998


Frank Sinatra (Hoboken, EUA, 12-12-1915 — Los Angeles, EUA, 14-05-1998) – Sinatra e Amigos


Michael Bublé (Burnaby, British Columbia, Canadá, 09-09-1975 - 20xx) – do álbum “Caught in the Act”, de 2005.


Round Midnight (????) – Live in Pittsburgh 2015


Letra

I've got you under my skin
I've got you deep in the heart of me
So deep in my heart that you're really a part of me
I've got you under my skin
I'd tried so not to give in
I said to myself this affair never will go so well
But why should I try to resist when baby, I know so well
I've got you under my skin
I'd sacrifice anything come what might for the sake of having you near
In spite of a warning voice that comes in the night and repeats
Repeats in my ear
Don't you know little fool
You never can win
Use your mentality, wake up to reality
But each time that I do just the thought of you
Makes me stop before I begin
'Cause I've got you under my skin
I would sacrifice anything come what might
For the sake of having you near
In spite of the warning voice that comes in the night
And repeats how it yells in my ear
Don't you know, little fool
You never can win
Why not use your mentality
Step up, wake up to reality
But each time I do just the thought of you
Makes me stop just before I begin
'Cause I've got you under my skin
Yes, I've got you under my skin

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

13 comentários:

  1. Que grande problema!
    Quando o Sinatra faz parte da escolha normalmente é o o meu preferido desta vez também é mas estou adorar os Round Midnight, nunca tinha ouvido esta versão e vou empatá-los. bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Papoila eu gosto imenso destes grupos vocais, estilo "Vozes da Rádio", alguém já me fez lembrar do nome deles hoje. Este é grupo excelente e a versão cantada por eles é muito boa !!!
      Obrigado

      Eliminar
  2. Esta música é deliciosa... talvez por isso tenha gravadas imensas versões!
    Conheço as três primeiras... e estou deliciada a ouvir a última.
    Gosto muito deste grupos de vozes, que cantam à capella... e estes para além de cantarem bem, são divertidos! :)
    Gostei muito!

    Beijinhos ON your skin
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu como já tinha dito achei a versão admirável por isso a coloquei aqui. Esta composição deve ser dos "Standard" mais conhecidos no Mundo inteiro. É muito boa e agradável de ouvir e de trautear.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  3. Não vem cá a Diana, vem cá amanhã o marido.
    E eu vou estar lá, obviamente.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  4. Quando ouço apenas o título, "I've Got You Under My Skin" eu sempre o associei ao "The Voice", ao Frank Sinatra ! Ao ouvir agora estas 4 versões, obviamente a minha atenção recai mais nele e como sempre adorei ! ... mas ao ouvir as outras 3 fico a pensar como se pode variar o mesmo tema desta maneira, ao ponto de, agradando do mesmo modo, elas possam ser tão diferentes !
    Cada uma no seu género de interpretação, um clássico maravilhoso !

    Abraço, Ricardo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao tenhas dúvidas Rui ! A diversidade de versões chega a ser surpreende-te em alguns casos. Aqui a última destaca-se de todas as outras por ser uma versão, unicamente, com vozes !
      Abraço

      Eliminar
  5. Boa tarde, I've Got You Under My Skin" é um clássico bem conhecido, já algum tempo que não ouvia.
    Boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um dos clássicos mais conhecidos e mais cantados. Obrigado António

      Eliminar
  6. Gosto muito! Não conhecia o grupo que canta à capela. Achei fantástico. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O grupo "Round Midnight" é excelente, Luísa !
      Obrigado

      Eliminar
  7. Just beautiful!!

    A voz canadiana e um espanto. : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina tens aqui duas vozes canadianas, a Diana e o Bublé !
      Não gostaste do grupo vocal ? http://www.roundmidnightquartet.com/...
      Excelente intérpretes !
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.