A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Jazz Standards (LXXXIV)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)       
                
(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)
        
Pennies from Heaven (#81) - Música de Arthur Johnston e Letra de Johnny Burke
Embora, na época, sob contrato com a “Paramount Pictures”, Bing Crosby era-lhe, ocasionalmente, permitido fazer filmes, com outros estúdios. Em 1936, Crosby teve uma oportunidade e não só estreou mas, investiu, parte de seu próprio dinheiro, no filme da “Columbia Pictures”, “Pennies from Heaven”.
“Pennies from Heaven” foi baseado no romance de Katharine Leslie Moore, " The Peacock Feather" e adaptado para o écran por Jo Swerling (Blood and Sand, Lifeboat, Leave Her to Heaven, é uma vida maravilhosa, Guys and Dolls). A história não pode ser melhor descrita, como uma sequência complicada de eventos. Antes do drama resolvido, os personagens encontram-se, alternadamente, na prisão, no bem-estar, sob prisão, no hospital, ou enviados para um orfanato. A sugestão parece ser a de que não importa o quanto as coisas piorem tudo acabará no final, com uma mensagem que atingiu o público, cansado da depressão.  
              
Billie Holiday (Filadélfia, EUA, 07-04-1915 — New York, EUA, 17-07-1959) – Com a orquestra de Teddy Wilson, formada por, Teddy Wilson (piano), Jonah Jones (trompete), Benny Goodman (clarinet), Ben Webster (saxofone tenor), Allan Reuss (guitarra), John Kirby (contrabaixo) e Cozy Cole (bateria). Gravado em 19 de Novembro de 1936, em New York, EUA.        
            
      
              
Scotty Anderson (Kentuck, EUA, 1960 – 20xx) and Bob Saxton (nn-nn-19nn – 20xx) – No Ohio Fingerstyle Guitar Club          
        
            
                 
Stan Getz (Filadélfia, Pensilvânia, EUA 02-02-1927 - 06-06-1991) – Gravado nos “Capitol Tower Studios”, Los Angeles, California, em 10 de Outubro de 1957. Com Stan Getz (saxofone tenor), Oscar Peterson (piano), Herb Ellis (guitarra) e Ray Brown (contrabaixo).    
             
            
                 
Sarah Vaughan (Newark, EUA, 27-03-1924 — Los Angeles, EUA, 03-04-1990)    
              
           
               
Letra         
            
Oh every time it rains
It rains pennies from heaven
Don't you know each cloud contains
Pennies from heaven
You'll find your fortune
Fallin' all over town
Be sure that your umbrella is upside down
Trade them for a package of sunshine and flowers
It you want the things you love
You must have showers
So when you hear it thunder
Don't run under a tree
There'll be pennies from heaven
For you and me
The world was bright when you loved me
Sweet was the touch of your lips
The world went dark when you left me
And then there came a total eclipse
Nobody knows how cruel fate can be
How close together love and hate can be
Goodbye, just clean the slate for me
That's life I guess       
              
Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.