A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

2º. Desafio Musical (III)

Os vencedores são:

Afrodite, Rui, Lis, Luisa e Janita. A Catarina e a Teresa participaram e acertaram em metade, mas não terminaram o desafio. Obrigado a todos pela participação.

1ª. Vocal


Intérpretes: Secos e Molhados
Composição: Sangue Latino
Ano:1973

Lembro-me perfeitamente da polémica da altura. Todos, ou quase todos pensavam que a voz era de uma mulher e na realidade era de Ney de Souza Pereira que um pouco mais tarde, viria a tornar-se um dos melhores intérpretes da MPB. Ney Matogrosso é um intérprete genial.


Secos e Molhados:
Ney Matogrosso (vocais); João Ricardo (vocais, violão e harmónica) e  Gérson Conrad (vocais e violão).

Por erro meu, a versão que está aqui gravada no meu video, não é a mesma do álbum original “Secos e Molhados” de 1973.

Aqui numa gravação a partir da Televisão Brasileira TV Tupi, possivelmente da altura em que a música foi editada:


Sangue Latino

Jurei mentiras
E sigo sozinho
Assumo os pecados
Uh! Uh! Uh! Uh!

Os ventos do norte
Não movem moinhos
E o que me resta
É só um gemido

Minha vida, meus mortos
Meus caminhos tortos
Meu Sangue Latino
Uh! Uh! Uh! Uh!
Minh'alma cativa

Rompi tratados
Traí os ritos
Quebrei a lança
Lancei no espaço
Um grito, um desabafo

E o que me importa
É não estar vencido
Minha vida, meus mortos
Meus caminhos tortos
Meu Sangue Latino
Minh'alma cativa

2ª. Vocal


Composição: Roda
Compositor: Gilberto Gil, João Augusto
Álbum: Look Around
Ano: 1968 (Março)

Sérgio Mendes e Brasil 66:

Sérgio Mendes (piano, orgão e orquestração); John  Pisano (guitarra); Bob Matthews (baixo e vocais); José Soares (percussão e vocais); João Palma (bateria); Lani Hall e Janis Hansen (vocais, as duas mulheres que cantam !); Dave Grusin e Dick Hazard (orquestradores), desconhecido (baixo, cordas. Referenciado  mesmo como desconhecido na capa do CD, que tenho).

Roda

Meu povo, preste atenção
Na roda que eu te fiz
Quero mostrar a quem vem
Aquilo que o povo diz

Posso falar, pois eu sei
Eu tiro os outros por mim
Quando almoço, não janto
E quando canto assim

Agora vou divertir
Agora vou começar
Quero ver quem vai sair
Quero ver quem vai ficar
Não é obrigado a me ouvir
Quem não quiser escutar

Quem tem dinheiro no mundo
Quanto mais tem, quer ganhar
E a gente que não tem nada
Fica pior do que está

Seu moço, tenha vergonha
Acabe a descaração
Deixe o dinheiro do pobre
E roube outro ladrão

Agora vou divertir
Agora vou prosseguir
Quero ver quem vai ficar
Quero ver quem vai sair
Não é obrigado a escutar
Quem não quiser me ouvir

Se morre o rico e o pobre
Enterre o rico e eu
Quero ver quem que separa
O pó do rico do meu

Se lá embaixo há igualdade
Aqui em cima há-de haver
Quem quer ser mais do que eu
Um dia há-de sofrer

Agora vou divertir
Agora vou prosseguir
Quero ver quem vai ficar
Quero ver quem vai sair
Não é obrigado a escutar
Quem não quiser me ouvir

Agora vou terminar
Agora vou discorrer
Quem sabe tudo e diz logo
Fica sem nada a dizer

Quero ver quem vai voltar
Quero ver quem vai fugir
Quero ver quem vai ficar
Quero ver quem vai trair

Por isso eu fecho essa roda
A roda que eu te fiz
A roda que é do povo
Onde se diz o que um diz

12 comentários:

  1. Lamento não ter podido participar, porque o tempo para visitar blogs tem sido escasso, mas não queria deixar passar esta data sem desejar um Feliz Natal para si e sua família.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos, Boas Festas também para si e para os Seus !
      Abraço

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Acertaste me parte sim. Feliz Natal !!!
      Obrigado Catarina

      Eliminar
  3. Ricardo, quis passar por aqui para te desejar um óptimo Natal na companhia dos que te sao mais queridos e um ano cheio de saúde e de tudo aquilo que sempre mais desejaste. Beijinhos e abraços - Isabel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel um Feliz Natal e um Bom Ano para ti e para os Teus também, cheio de pinturas que tu tão maravilhosamente fazes !
      Abraços

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Feliz Natal e Bom Ano também para si e para os Seus
      Obrigado

      Eliminar

  5. Como não estive em casa durante estes dois dias de festas natalícias, só agora puder ver como ficou a reedição.

    Obrigada pelos bons momentos que nos proporcionas com os teus desafios musicais.
    Fico a aguardar a próxima edição.

    Beijinhos numa nota só
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens que me agradecer é um prazer dar-vos música ! :))))
      O 3º. desafio tem músicas escolhidas e gravadas, não carregadas :)). Acho que vão gostar e vai para o ar no dia 17 de Janeiro.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  6. Para mim, a 1ª foi fácil a partir do reconhecimento imediato da voz do Ney Matogrosso e de algumas frases da letra ! A partir daí foi uma questão de pesquisa e por aí me fiquei.
    Na 2ª, apenas ao outro dia, bastante mais complicado ! Não me lembrei de imediato de pesquisar pela foto ! :(( ... Tentei ir por outros caminhos e perdi-me um bocado ! :)) ... Deu-me mais trabalho ! :)))

    Parabéns, mais uma vez Ricardo ! ... Gosto disto ! rsrsrs ... e o "meu desafio"!e vencer este meu handicap em temas musicais ! Tenho que lutar com "feras" ! ahahah

    Grande abraço ! ... e em 17 de Janeiro, espero não faltar ! :)))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A primeira também calculei que seria fácil. A segunda era mais complicada, porque como expliquei a alguém que participou, e no mail que me enviou, que o grupo do Sérgio Mendes, mudava de vozes com muita facilidade. E apesar de haver alguns videos no Youtube do grupo, pode-se constatar nos que estão identificados os elementos da banda que as vocalistas são quase sempre diferentes.

      Rui ainda bem que gostaste e posso dizer que em Janeiro vou continuar com um tema português e outro brasileiro, bem bonitos ambos por sinal !

      Um Abraço e um Bom Ano para ti e para os Teus

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.