Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Jazz Standards (170)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Limehouse Blues (#174) - Música de Philip Braham e Letra de Douglas Furber

A “Queen's Dance Orchestra”, em Inglaterra, sob a direção de Jack Hylton, introduziu a versão instrumental de “Limehouse Blues” em 1922. Mas até a composição ter estreado nos EUA nunca subiu às tabelas. Nos EUA tornou-se um grande êxito e nas vendas obteve:

Paul Whiteman e Orquestra (1924, N.º 24)
Carl Fenton e Orquestra (1924, N.º 14)
Duke Ellington e Orquestra (1931, N.º 13)
Glen Gray e “Casa Loma Orchestra” (1934, N.º 20)

O pianista e orquestrador inglês, Jack Hylton entrou para a “Queen’s Dance Orchestra” em 1921. Em Agosto de 1922, eles apresentaram a composição “Limehouse Blues”, e um mês depois o mesmo grupo, sob o nome “Jack Hylton’s Jazz Band”, gravou uma segunda versão da música. Em 1923, a “Queen's Dance Orchestra” tornou-se a “Jack Hylton Orchestra”.

Frank Vignola (West Islip, New York, EUA, 30-12-1965) Quintet e Tommy Emmanuel (Nova Gales do Sul, Austrália, 31-05-1955) – Ao vivo, em Vinceza, decorria o ano 2008.


Fletcher Henderson (Cuthbert, Georgia, EUA, 18-12-1897 - New York, New York, EUA, 29-12-1952) – Orquestra composta por: Russell Smith, Irving Randolph e Henry Red Allen (trompetes); Claude Jones e Keg Johnson (trombones); Buster Bailey (clarinete); Russell Procope e Hilton Jefferson (clarinetes e saxofones alto); Ben Webster (saxofone tenor); Fletcher Henderson (piano); Lawrence Lucie (guitarra); Elmer James (contrabaixo); e Walter Johnson (bateria).


Rosemary Clooney (Maysville, Kentucky, EUA, 23-05-1928 - Beverly Hills, EUA, 29-06-2002) – Com a orquestra de Nelson Riddle, em 1961 para o álbum “Rosie Solves the Swingin' Riddle”.


Nancy Sinatra (Jersey City, New Jersey, EUA, 08-06-1940)


Letra

And those weird China blues
Never go away
Sad, mad blues
For all the while they seem to say
Oh, Limehouse kid
Oh, oh, Limehouse kid
Goin' the way
That the rest of them did
Poor broken blossom
And nobody's child
Haunting and taunting
You're just kind of wild
Oh, Limehouse blues
I've the real Limehouse blues
Can't seem to shake off
Those real China blues
Rings on your fingers
And tears for your crown
That is the story
Of old Chinatown
Rings on your fingers
And tears for your crown
That is the story
Of old Chinatown

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

8 comentários:

  1. Não quero optar por nenhuma das versões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro estás à tua vontade. São versões todas diferentes !
      Obrigado e Abraço

      Eliminar
  2. Excelente tema aqui bem interpretada por todos, mas a minha preferida é a de Rosemary Clooney.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma boa versão cantada sim, bem diferente da filha do Sinatra ! :)
      Obrigado Manuela

      Eliminar
  3. Este é dos tais posts que ficam muito bem a tocar enquanto vou lendo as novidades dos blogs que sigo... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz por o meu blogue ter passado a ser a tua telefonia com música de fundo !
      Obrigado Luísa

      Eliminar
  4. Estou atrasada nas minhas leituras dos blogues que costumo acompanhar...
    Vou ficar a ouvir estes temas em plano de fundo enquanto me fazem companhia durante as minhas deambulações por aqui.

    Até já...
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes bem, eu tenho sempre por aqui boa música, modéstia à parte ! :)
      Obrigado Afrodite

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago.