Teus olhos contas escuras, são duas Avé Marias, dum rosário d’amarguras, que eu rezo todos os dias. - Fernando Pessoa

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Peste e Sida (6) O Homem da Gaita

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Músicas do CD Duplo “Os Filhos da Madrugada” editado em 27 de Abril de 1994, onde o Grande José Afonso, foi homenageado pelos artistas das principais bandas portuguesas. É também a minha homenagem a esta figura IMPORTANTÍSSIMA na vida musical portuguesa e no respeito que demonstrava e defendia pela liberdade de todos os cidadãos.


José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos (Aveiro, 02-08-1929 – Setúbal, 23-02-1987)



Desenho meu, feito a lápis de carvão, no ano de 1988, após a morte do Artista

Peste e Sida (1986)



Havia na terra
Um homem que tinha
Uma gaita bem de pasmar
Se alguém a ouvia
Fosse gente ou bicho
Entrava na roda a dançar
Um dia passava
Um sujeito e ao lado
Um burro com louça a trotar
O dono e o burro
Ouvindo a tocata
Puseram-se logo a bailar
Partiu-se a faiança
Em cacos c'o a dança
E o pobre pedia a gritar
Ao homem da gaita
Que acabasse a fita
Mas nada ficou por quebrar
O Juiz de fora
Chamado na hora
"Só tenho que te condenar
Mas quero uma prova
Se é crime ou se é trova
Faz lá essa gaita tocar"
O homem da louça
Sentado na sala
Levanta-se e põe-se a saltar
Enquanto a rabeca
Não se incomodava
A sua cadeira era o par
Pulava o jurista
De quico na crista
Ninguém se atrevia A parar
E a mãe entrevada
Que estava deitada
Levanta-se E põe-se a bailar
Vá de folia vá de folia
Que há sete anos me não mexia

14 comentários:

  1. Gostei de ouvir.

    Amanhã vou viajar.
    Porque em Lagos só terei o Smartphone, e não sei andar pelos blogues nele, despeço-me desejando um Santo e feliz Natal, com saúde e muito amor.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira uma boa viagem e um Santo Natal para ti e para todos os Teus !
      Boas Festas
      Abraço

      Eliminar

  2. Acho um piadão a esta música.
    Conheci-a na voz de Sérgio Godinho (é um dos temas do seu álbum Rivolitz), e por acaso, das três versões (Sérgio, Zeca e Peste&Sida), é a do Sérgio que gosto mais pela dinâmica e alegria.

    Já está a tocar...
    Obrigada !
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "O homem da gaita" pode ser "manhoso" sim ! :))
      Gosto também da versão do Sérgio.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
    2. Estava convencido que teria sido a Ana Bola ou a Maria Vieira, mas foi o próprio Herman que espalhou esta frase "... a língua portuguesa é muito traiçoeira !"
      Obrigado Afrodite pelo link do programa "Casino Royal"

      Eliminar
  3. A música popular tanto a brasileira como a portuguesa só difere pelo sotaque _são muito boas,
    É aqui o meu encontro com a música portuguesa_obrigada Ricardo
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lis és sempre bem-vinda aqui !!!
      Tanto a MPB como a MPP são no geral Excelentes. Há "n" exemplos disso de ambos os lados do oceano !
      Obrigado

      Eliminar
  4. A Diana Fonseca tem razão, Ricardo - o desenho está bestial e é uma bonita homenagem ao Zeca.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Zeca merece tudo isto e muito mais Pedro !
      Obrigado e Abraço

      Eliminar
  5. Eternamente, Zéca Afonso...
    quando o conteúdo das canções não eram fúteis e quando o pareciam, era apenas um parecer, porque havia sempre uma mensagem oculta apenas interpretada por pessoas especiais.

    Parabéns pelo talento Ricardo!
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou imenso de acordo contigo no que dizes no teu comentário !
      Obrigado mz

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago.