Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Jazz Standards (165)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Get Happy (#169) - Música de Harold Arlen e Letra de Ted Koehle
A vocalista Ruth Etting apresentou "Get Happy" no espectáculo da Broadway “9:15 Revue”, em 1929. No ano seguinte, a música apareceu nas tabelas de vendas:

Nat Shilkret e a Orquestra Victor (1930, Phil Dewey, Frank Luther, Leo O'Roarke, vocal, Nº. 6)
Frankie Trumbauer e a sua orquestra (1930, vocal, Nº.15)

"Get Happy" foi a primeira colaboração entre Harold Arlen e Ted Koehler. Reunido no escritório editorial Remick em Nova York, Arlen tocou a sua composição sem título no piano para Koehler ouvir. De acordo com a biografia de Edward Jablonski, “Harold Arlen: Rhythm, Rainbows & Blues”, Koehler percebeu que Arlen era um músico nato, e um excelente pianista com um dom para a composição". Após a actuação de Arlen, Koehler começou a formular a letra para a música.

Judy Garland (Grand Rapids, Minnesota, EUA, 10-06-1922 - Londres, 22-06-1969) – Em 1950


Bud Powell (New York, 27-09-1924 – New York, 31-07-1966) - Paris (França) em Dezembro de 1959. Com ele, o baterista Kenny Clarke, e o contrabaixista francês Pierre Michelot.


JJ Johnson (Indianapolis, Indiana,EUA 22-01-1924 - 04-02-2001) e Clifford Brown (Wilmington, Delaware, EUA, 30-10-1930 - Bedford, Pennsylvania,  EUA, 26-06-1956) – Com Percy Heath (contrabaixo), Kenny Clarke (bateria), John Lewis (piano), Jimmy Heath (saxofones tenor e barítono), Jay Jay Johnson (trombone) e Clifford Brown (trompete).


Frank Sinatra (Hoboken, EUA, 12-12-1915 — Los Angeles, EUA, 14-05-1998) – da colecção de 3 CD “Absolutely Essential”.


Letra

Pack up your troubles and just get happy
Ya better chase all your cares away
Sing Hallelujah, come on get happy
Get ready for the judgment day
The sun is shining, come on get happy
The Lord is waiting to take your hand
Shout Hallelujah, come on get happy
We're going to the Promised Land
We're heading 'cross the river
Gonna wash our sins in the tide
It's all so peaceful
On the other side
Forget your troubles and just get happy
Ya better chase all your cares away
Sing Hallelujah, c'mon get happy
Get ready for the judgment day
The sun is shining, come on get happy
The Lord is waiting to take your hand
Shout Hallelujah, come on get happy
We're going to the Promised Land
We're heading 'cross the river
Wash our sins away in the tide
It's all so peaceful
On the other side
We're heading 'cross the river
Wash our sins away in the tide
It's all so peaceful
On the other side
Forget your troubles and just get happy
Ya better chase your cares away!
Sing Hallelujah, come on get happy
Get ready for the judgment day

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

13 comentários:

  1. Na letra, o apelo é um bocado mórbido, Ricardo ! Não me convence muito sentir-me feliz para ir para a "terra prometida" ! :)) ... Não me cativa muito cantar Aleluia e "atravessar o rio" ! :( rsrs

    Abraço
    Das 4 versões, eu prefiro as acompanhadas vocalmente !... e relembrar o Frank Sinatra é sempre bom, embora o prefira ouvir já depois dos sessentas , já com uma voz mais "madura"! ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui acho que a qualidade da letra é fraca relativamente à música. Este "swing" parece-me bem conseguido, mas a letra :( , fraquinha. Como sabes gosto de colocar sempre duas versões unicamente tocadas, porque é bom que todos se habituem a ouvir também e somente instrumental. Gostei do teu comentário.
      Abraço e Obrigado, Rui

      Eliminar
  2. Olha a Judy Garland com as pernocas de fora! :)

    A música é muito alegre e é para dançar, apesar da letra falar do juízo final. Era óptimo que a nossa cultura encarasse a morte de um modo mais leve. É sofrimento a mais! :(

    Beijinhos dançarinos
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A letra não condiz nada com a música. É verdade encara a morte de um modo mais leve. Estou de acordo contigo.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
    2. Queria dizer que deveríamos encarar a morte de um modo mais leve, como tu o disseste. Isto de responder pelo Smartphone às vezes não ajuda.
      Obrigado mais uma vez.

      Eliminar
  3. Não será fácil fazer este exercício de felicidade perante o fim da vida mas alegremo-nos enquanto por cá andamos. :) Gostei do ritmo e das vozes. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto cá andarmos é vivermos intensamente e entregar-mo-nos à vida o melhor possível. Ajudarmos os outros é essencial.
      Obrigado Luísa

      Eliminar
  4. Gostei de ver e de ouvir.

    A Judy era muito elegante. : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Judy Garland grande artista, sem sombra de dúvida.
      Obrigado Catarina

      Eliminar
  5. A minha versão favorita ainda é a de Judy Garland

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma versão muito agradável pela maneira como ela canta e se faz exibir. Era uma grande senhora dos musicais.
      Obrigado Pedro

      Eliminar
  6. Quatro versões de um mesmo tema que gostei de ouvir.
    Gosto dos instrumentais que nos mostram quão exímios são estes músicos, no entanto ouvir Judy Garland e Sinatra são uma lufada de ar fresco, embora como já disse o Rui a letra deixe muito a desejar.

    Obrigada Ricardo por esta partilha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manuela por isso tento sempre colocar instrumentais. Temos de nos habituar a ouvir os instrumentos como vozes. Eles também riem, choram e gritam !!!
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões, de Pessoa e de Saramago.