Lisboa ainda

Lisboa não tem beijos nem abraços, não tem risos nem esplanadas, não tem passos, nem raparigas nem rapazes de mãos dadas, tem praças cheias de ninguém, ainda tem Sol mas não tem nem gaivota de Amália nem canoa, sem restaurantes, sem bares, nem cinemas, ainda é fado, ainda é poemas, fechada dentro de si mesma ainda é Lisboa, cidade aberta, ainda é Lisboa de Pessoa alegre e triste, e em cada rua deserta, ainda resiste

Manuel Alegre, 20 de Março de 2020


sábado, 4 de março de 2017

Esta semana estarei de Luto…

Quando a morte atinge um Amigo prematuramente, é algo que ninguém espera e que nos magoa profundamente. Teresa dorme em Paz !!!



ADITAMENTO :

O BLOG DA NOSSA AMIGA :     QUIPROQUÓ

HOMENAGEM DOS AMIGOS :

DE MÃOS DADAS, POR ELA,  DE MÃOS  BEM APERTADAS E  TODOS EM SEU REDOR ,  COMO NUM ABRAÇO COLECTIVO,  EM COMUNHÃO DE SENTIMENTOS :













CELULOIDE SECRETO, OUTRO VIÉS

7 comentários:

  1. A dor é muito profunda sim.
    Um beijo salgado num abraço que se quer colectivo.

    ResponderEliminar
  2. Como me sinto triste ao acabar de ter conhecimento ..... : ((((((((((((

    ResponderEliminar
  3. A dor nessa hora é mesmo grande! Perder amigos dói! abraços

    ResponderEliminar
  4. Uma dor incomensurável, uma realidade que me recuso a aceitar.
    A Teresa estará sempre nos nossos corações. :(:(:(

    ResponderEliminar
  5. Ricardo:
    Só agora tomei conhecimento desta triste notícia.
    Junto-me a este sentimento colectivo de tristeza.

    Até um dia Teresa!

    ResponderEliminar
  6. Fica para sempre connosco o seu sorriso.
    Um abraço, Ricardo.

    Maria Araújo

    ResponderEliminar
  7. Estamos Todos contigo Teresa e desejamos Paz !
    Agradeço a Todos os comentários.

    ResponderEliminar