Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sábado, 7 de maio de 2011

Jazz Standards (XIII)

O que é um “Jazz Standard” ?

Os termos “standards” ou “jazz standards” são muitas vezes usados quando nos referimos a composições populares ou de músicas de jazz. Uma rápida pesquisa na Internet revela, contudo, que as definições desses termos podem ser muito variar muito.
Então o que é um “standard” ?
Comparando definições de alguns dicionários e de estudiosos de música e baseando-nos naquilo que for comum e que estiver em acordo, será razoável dizer que:
“Standard” (padrão) é uma composição mantida em estima contínua e usada em comum, por vários reportórios.
… e …
Um “Jazz Standard” (padrão de jazz) é uma composição mantida em estima contínua e é usada em comum, como a base de orquestrações/arranjos de jazz e improvisações.

Algumas vezes, o termo “jazz standard” é usado para sugerir que determinada composição se torna um “standard”. Palavras e frases têm muitas vezes múltiplos significados e esta não é excepção. Neste sítio http://www.jazzstandards.com/ nós vamos usar a definição que tem maior aceitação geral, uma que aceita composições seja qual for a sua origem.

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Love For Sale (#30) – Letra e Música de Cole Porter
No dia 9 de Dezembro de 1930, Charles Darnton do jornal nova-iorquino “Evening World” escreveu que a interpretação de “Love For Sale”, por Kathryn Crawford, June Shafer, Ida Pearson, e Stella Friend, tinha sido de muito mau gosto. Nesse mesmo dia, no outro nova-iorquino “Herald Tribune”, Percy Hammond escreveu, “...uma vocalista assustada cantou “Love For Sale”.
Na noite anterior ambos os jornalistas tinham estado na estreia do musical da Broadway “The New Yorkers”, no “Broadway Theater”, durante a qual Crawford apresentou a canção de Cole Porter “Love For Sale”.

Billie Holiday (Filadélfia, 07-04-1915 — New York, 17-07-1959) – Do LP “Solitude” de 1956, faixa nº. 10.


Letra (versão de Billie Holiday)

Love for sale,
Appetising young love for sale.
Love that's fresh and still unspoiled,
Love that's only slightly soiled,
Love for sale.
Who will buy?
Who would like to sample my supply?
Who's prepared to pay the price,
For a trip to paradise?
Love for sale
Let the poets pipe of love
in their childish way,
I know every type of love
Better far than they.
If you want the thrill of love,
I've been through the mill of love;
Old love, new love
Every love but true love
Love for sale.
Appetising young love for sale.
If you want to buy my wares.
Follow me and climb the stairs
Love for sale.

Oscar Peterson (Montreal, 15-08-1925 - 23-12-2007) – “Plays The Cole Porter Songbook” álbum de 1959, com composições de Cole Porter. Faixa nº. 3, com Oscar Peterson (piano), Ray Brown (contrabaixo) e Ed Thigpen (bateria). Gravado entre 14 Julho e 9 Agosto de 1959, para a etiqueta “Verve”.


Chet Baker (Yale, Oklahoma, 23-12-1929 – Amsterdão, 13-05-1988) - Chet Baker (trompte e voz), Jean-Louis Rassinfosse (contrabaixo) e Michel Graillier (piano). 1ª. Faixa do álbum “Candy” (1985).


Carmen McRae (Harlem, New York, 08-04-1920 – Beverly Hills, California, 10-11-1994) – Carmen McRae (voz), Norman Simmons (piano), Victor Sproles (contrabaixo) e Walter Perkins (bateria), em 1962.


Letra (versão de Carmen McRae)

Love for sale,
Appetising young love for sale.
Love that's fresh and still unspoiled,
Love that's only slightly soiled,
Love for sale.

Norman we’re only gonna do one chorus of this theme !

Who will buy?
Who would like to sample my supply?
Who's prepared to pay the price,
For a trip to paradise?
Love for sale
Let the poets pipe of love
in their childish way,
I know every type of love
Better far than they.
If you would like the thrill of love,
I've been through the mill of love;
Old love, new love
Every kind but true love
Love for sale.
Appetising, appetising young love for sale.
If you would like to buy my wares.
Follow me and climb the stairs
Love for sale.
Love for sale.
Love for sale.

1 comentário:

  1. Qualquer dia, com este curso intensivo, ainda te peço o meu Diploma em conhecimentos musicais... mas sem fazer exame... só se for... por fax ou em troca de uns robalos lol

    Bjos

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.