Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Jazz Standards (168)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Somebody Loves Me  (#172) - Música de George Gershwin e Emilia Renaud, e Letra de BG De Sylva e Ballard MacDonald

George Gershwin contributed the music to George White’s Scandals of 1924, and vocalist Winnie Lightner introduced this classic in the show. Paul Whiteman’s version of the tune hit the charts in November, 1924, and zipped into first place:

George Gershwin contribuiu com a música para o espectáculo “George White’s Scandals” de 1924 e o vocalista Winnie Lightner apresentou este clássico. A versão de Paul Whiteman e Orquestra desta melodia, atingiu as tabelas de vendas em Novembro de 1924 e foi para o primeiro lugar:

Paul Whiteman e Orquestra, (1924, Nº. 1)
Ray Miller e Orquestra (1924, Nº. 4)
Marion Harris (1925, vocal, Nº. 7)
Cliff Edwards (1925, vocal, Nº. 11)
“Four Lads” (1952, vocal, Nº. 22)
 
Os “George White’s Scandals” de 1924 estrearam no Teatro Apollo de Nova York em 30 de Junho de 1924 e terminaram em 13 de Dezembro após 196 apresentações. Foi o quarto e último “escândalo” pelo qual Gershwin escreveu a música e o segundo para o letrista B. G. "Buddy" DeSylva.

Doris Day (Cincinnati, Ohio, USA, 03-04-1924) e Gene Nelson (Astoria, Oregon, EUA, 24-03-1920 – Los Angeles, California, EUA, 16-09-1996) – Cena do filme “Lullaby From Broadway”, musical da Warner Brothers de 1951


Lester Young (Woodville, Kansas City, Mississippi, EUA, 27-08-1909 - New York, EUA, 15-03-1959), Nat King Cole (Montgomery, EUA, 17-03-1919 — Santa Monica, EUA, 15-02-1965) e Buddy Rich (Brooklyn, New York, EUA, 30-09-1917 - Los Angeles, EUA, 02-04-1987) – Lester Young (saxofone tenor), Nat King Cole (piano) e Buddy Rich (bateria), Dezembro de 1945 em Los Angeles.


Blackwood Brothers (1934) e JD Sumner (Lakeland, Flórida, EUA, 19-11-1924 – 16-11-1998) – Membros: JD Sumner, Cecil Blackwood, James Blackwood, Bill Shaw e Whitey Gleason.


Julie London (Santa Rosa, EUA, 26-09-1926 - Encino, EUA, 18-10-2000) -


Letra

Somebody loves me, I wonder who
I wonder who she can be
Somebody needs me, I wish that I knew
Who she can be worries me
Every girl who passes by, I shout
"Hey, maybe you were meant to be my lovin' baby"
(You were meant to be my baby)
Somebody loves me, I wonder who
Maybe it's you
Won't you believe me?
Somebody loves me, I wonder who
I wonder who that baby can be
She's a killer, thriller
Somebody wants me, I wish that I knew
Who she can be worries me
Every girl who passes by, I shout
"Hey, maybe you were meant to be my ever lovin' baby"
(Hey, maybe baby, it's you)
Somebody loves me, I just wonder who
Or maybe, maybe, maybe it's you

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

domingo, 14 de janeiro de 2018

Ennio Morricone (5)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Aqui durante algumas semanas vão ficar a conhecer algumas (poucas) composições do compositor Ennio Morricone.

Ele compôs e organizou para mais de 500 produções de filmes e televisão. Morricone é considerado um dos compositores de filmes mais influentes e mais vendidos desde o final da década de 1940.

Ele vendeu mais de 70 milhões de discos em todo o mundo, incluindo 6,5 milhões de álbuns e singles em França, mais de três milhões nos Estados Unidos e mais de dois milhões de álbuns na Coréia.

Em 1971, o compositor recebeu o seu primeiro disco dourado para a venda de 1.000.000 de discos em Itália e um "Targa d'Oro" para as vendas mundiais de 22 milhões.

Ennio Morricone (10-11-1928)

Giù La Testa (1972), interpretada por orquestra em 10 de Novembro de 2007.


Mon Ami de Toujours (1975), interpretada por Mireille Mathieu.


Once Upon a Time in the West (1976), banda sonora do filme de Sergio LeoneEra Uma Vez No Oeste”.

sábado, 13 de janeiro de 2018

Faz Hoje Anos (20) – Joe Pass

Faz hoje 89 anos... Parabéns !!!

Joe Pass (13-01-1929 – 23-05-1994), na composição “Misty”, escrita em 1954.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Eyes Thru Glass (26) – Foz do Arelho

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica. Cliquem sobre a primeira foto para poderem vê-las em formato maior.

No dia 3 de Janeiro de 2015 andei pela Foz do Arelho a fotografar.





domingo, 7 de janeiro de 2018

Ritual Tejo (7) Canto Moço

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Músicas do CD Duplo “Os Filhos da Madrugada” editado em 27 de Abril de 1994, onde o Grande José Afonso, foi homenageado pelos artistas das principais bandas portuguesas. É também a minha homenagem a esta figura IMPORTANTÍSSIMA na vida musical portuguesa e no respeito que demonstrava e defendia pela liberdade de todos os cidadãos.

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos (Aveiro, 02-08-1929 – Setúbal, 23-02-1987)


Desenho meu, feito a lápis de carvão, no ano de 1988, após a morte do Artista

Ritual Tejo (década de 90)



Somos filhos da madrugada
Pelas praias do mar nos vamos
À procura de quem nos traga
Verde oliva de flor no ramo
Nave gamos de vaga em vaga
Não sou bemos de dor nem mágoa
Pelas praias do mar nos vamos
À procura de manhã clara
Lá do cimo de uma montanha
Acendemos uma fogueira
Para não se apagar a chama
Que dá vida na noite inteira
Mensageira pomba chamada
Mensageira da madrugada
Quando a noite vier que venha
Lá do cimo de uma montanha
Onde o vento cortou amarras
Largaremos p'la noite fora
Onde há sempre uma boa estrela
Noite e dia ao romper da aurora
Vira a proa minha galera
Que a vitória já não espera
Fresca, brisa, moira encantada
Vira a proa da minha barca.

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

CinemaScope (10)

Retomo uma rúbrica que existia neste blogue, em rodapé e que possivelmente passou despercebida a muitos que me visitavam, por estar mesmo lá no fim da minha página.

É música claro ! O que estavam à espera ?

São composições que me dizem muito, porque sou um romântico e um eterno apaixonado por música, pelas outras artes, pela humanidade, pelos amigos que encontrei na blogosfera, pela Natureza, pela vida, no fundo, pelas coisas boas desta sociedade em que vivemos.

Desta vez os registos, enquanto não apagados ou eliminados do Youtube, ficarão por cá, com uma única etiqueta “CinemaScope”.

Um músico excepcional que compôs para multidões, em espectáculos grandiosos, muitas vezes com fogo de artíficio. Gostaria de ter assistido a um destes dois concertos, dos quais vão ouvir de seguida duas composições, O artista é francês, Jean-Michelle Jarre (24-08-1948). O primeiro músico ocidental a tocar na República Popular da China.

“Revolutions”, do álbum “Destination Docklands” (1989), gravado nas docas de Londres.


“Fishing Junks at Sunset”, do álbum “Concertos da China”, de 1982, com a “The Peking Conservatoire Symphony Orchestra”.

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Mãe Loura - Interacção Humorística (168)

Em 23-08-2012. Obrigado.

Mãe Loura !

Um menino chegou a casa a chorar depois de sair da escola.

- O que é que você tem? Perguntou-lhe a mãe, uma bonita e loira francesa.
  - Tive zero a geografia.
- Porquê?
- Não sabia onde fica Portugal !
- Você não sabe? Que tolo, passe-me aí o mapa de França.

E a mãe procurou, procurou ...
- Oh! Meu Deus, este mapa não é suficientemente pormenorizado;  passe-me o mapa da região.

E a mãe procurou, procurou…...
- Também nada neste mapa, passe-me o mapa do departamento. 

E a mãe procurou, procurou...
- Porra ... Portugal não pode ficar muito longe. A empregada é portuguesa e vem trabalhar todos os dias de bicicleta!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Wolfgang Amadeus Mozart – Sinfonia Nº. 40 (5)

Umas Festas Felizes para Todos os meus visitantes e comentadores. Deixo-vos aqui em boa companhia. Voltarei em breve !

Sinfonia Nº. 40 KV 550  (1788) - Wolfgang Amadeus Mozart (1756 - 1791), Orquesta Sinfónica de Galicia, dirigida por Dima Slobodeniouk.