A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 5 de maio de 2013

Weather Report – Groups & Soloists of Jazz (I)

Para intercalar com o “post” quinzenal dos “Jazz Singers”, vão passar por aqui os mais famosos, “Jazz Groups” e “Jazz Solists”.


Começamos com um grupo de difícil audição para a maioria dos ouvintes de música, são eles os ”Weather Report”. Fazendo parte deste grupo, estão os músicos mais importantes que por lá passaram, Joe Zawinul (teclas), Jaco Pastorius (baixo), Wayne Shorter (saxofone) e Peter Erskine (bateria). Deste grupo fizeram parte inúmeros músicos, em períodos diferentes, a lista é extensa e, possivelmente com falhas, mas aqui fica:
Joe Zawinul (teclas), Wayne Shorter (saxofone), Miroslav Vitouš (baixo), Alphonse Mouzon (bateria e percussão), Don Alias (congas, percussão e bateria), Airto Moreira (bateria e percussão), Dom Um Romão (bateria e percussão), Eric Gravatt (bateria), Greg Errico (bateria), Alphonso Johnson (baixo), Ishmael Wilburn (baixo), Skip Hadden (percussão), Alyrio Lima (percussão), Narada Michael Walden (bateria e vocal), Chester Thompson (bateria), Alex Acuña (bateria e percussão), Jaco Pastorius (baixo), Manolo Badrena (percussão), Peter Erskine (bateria e compositor), Robert Thomas Jr. (bateria e percussão), Omar Hakim (bateria), Victor Bailey (baixo), Jose Rossy (percussão), Mino Cinelu (percussão e múltiplos instrumentos) e Frank Cuomo (bateria).

Deliciem-se a ouvir estas quatro excepcionais composições, bem ritmadas, as quais são de longe, aquelas que muitos dos vossos ouvidos conseguirão escutar. Para os amantes da fusão, os “Weather Report” são um grupo riquíssimo para ouvir.

Volto aqui a relembrar o que é fusão, inicialmente abordada quando das publicações sobre Pat Metheny em 2010, no meu Blog “Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades”.

“O “jazz fusão”, “jazz rock” ou simplesmente “fusão” é um género musical que se desenvolveu nos finais de 1960, de uma mistura de elementos de jazz, tal como o seu foco na improvisação com os ritmos e tons de “funk” e “R&B”, instrumentos eléctricos altamente amplificados e efeitos electrónicos de “rock”. Enquanto o termo “jazz rock” é muitas vezes utilizado como um sinónimo de “jazz fusão”, ele também se refere à música executada nos finais de 1960 e na época de 1970 das bandas rock, quando eles adicionaram elementos de jazz à sua música, como uma forma livre de improvisação.
Depois de uma década de desenvolvimento durante os anos 70, a “fusão” expandiu-se nas capacidades de improvisação e nas tentativas experimentais durante os anos 80 e 90.
Álbuns de “fusão”, mesmo aqueles que são feitos pelo mesmo grupo ou artista, podem incluir uma variedade de estilos. Diferentemente de serem um estilo musical codificado, a “fusão” pode ser vista como uma música tradicional ou aproximação a ela.
Alguma música de “rock progressivo” é também etiquetada por “fusão”. A música de fusão é tipicamente instrumental, muitas vezes com complexas assinaturas temporais, métricas e padrões rítmicos, e também extensas faixas, com improvisações longas. Muitos proeminentes músicos de fusão são reconhecidos como tendo um alto nível de virtuosismo, combinado com composições complexas e música improvisada complexas ou de um amalgamado de métricas.”      
           
(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)       

Weather Report (1970 – 1980) – Foi uma banda norte-americana de jazz de fusão, das década de 1970 e 1980. Junto com outros grupos como “Return to Forever”, “Mahavishnu Orchestra” e “The Headhunters”, é um dos grupos mais inovador do jazz de fusão, de todos os tempos.
Foi, primeiramente, com o Miles Davis, depois com o próprio “Weather Report” que o tecladista Joe Zawinul se tornou um dos grandes contribuidores para a fusão (com inúmeras composições). Uma destas composições acabou por se tornar a assinatura da banda, "Birdland", que é parte integrante do seu disco mais famoso “Heavy Weather”. Muitos consideram Joe Zawinul um dos melhores tecladistas que o jazz já produziu.
Zawinul foi hospitalizado na sua terra natal, Viena, em 7 de Agosto de 2007, apenas uma semana depois de concluir uma digressão de seis semanas pela Europa. Morreu de uma forma rara de cancro de pele, em 11 de Setembro de 2007.        
              
A Remark You Make, concerto ao vivo, no Stadthalle Offenbach, Alemanha, 29 de Setembro de 1978. Músicos: Joe Zawinul (teclas), Jaco Pastorius (baixo), Wayne Shorter (saxofone) e Peter Erskine (bateria).            
             
             
                 
Black Market, concerto ao vivo, no Stadthalle Offenbach, Alemanha, 29 de Setembro de 1978. Músicos: Joe Zawinul (teclas), Jaco Pastorius (baixo), Wayne Shorter (saxofone) e Peter Erskine (bateria).           
                
              
                   
Birdland, concerto ao vivo, no Stadthalle Offenbach, Alemanha, 29 de Setembro de 1978. Músicos: Joe Zawinul (teclas), Jaco Pastorius (baixo), Wayne Shorter (saxofone) e Peter Erskine (bateria).           
                
                
                     
Teen Town, concerto ao vivo, no Stadthalle Offenbach, Alemanha, 29 de Setembro de 1978. Músicos: Joe Zawinul (teclas), Jaco Pastorius (baixo), Wayne Shorter (saxofone) e Peter Erskine (bateria).            
                   

2 comentários:

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.