Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

domingo, 28 de maio de 2017

Jazz Standards (163)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Stairway to the Stars (Park Avenue Fantasy) (#167) - Música de Matt Malneck e Frank Signorelli e Letra de Mitchell Parish

O vocalista Ray Eberle, com a orquestra de Glenn Miller, gravou "Stairway to the Stars" em Maio de 1939. O seu disco atingiu o número um e ficou nas tabelas de vendas por 13 semanas. Foi o segundo disco número um de Miller.

Glenn Miller e Orquestra (1939, Ray Eberle, vocal, Nº. 1);
Kay Kyser e Orquestra (1939, Nº. 4);
Jimmy Dorsey e Orquestra (1939, Bob Eberly, vocal, Nº. 8);
Al Donahue e Orquestra (1939, # 12).

O violinista Matt Malneck e a composição de Frank Signorelli, "Park Avenue Fantasy", foi gravada por Paul Whiteman e Orquestra para a “Victor Records” em 11 de Setembro de 1934. No ano seguinte, foi publicada pela “Robbins Music” como "uma composição moderna para piano".
"Park Avenue Fantasy" é o que é referido como um trabalho alargado, em vez de uma canção popular de bar, semelhante a outras peças gravadas por Paul Whiteman, como "Concerto in F" de George Gershwin e "Cuban Overture". Melodia do tema final que se tornou "Stairway to the Stars".

Glenn Miller (Clarinda, Iowa, EUA, 01-03-1904 - 15-12-1944)) – Glenn Miller e a sua orquestra, com o vocalista Ray Eberle (Hoosick Falls, New York,  EUA, 19-01-1919 - Douglasville, Georgia, EUA, 25-08-1979), 1939.


Bill Evans (Plainfield, EUA, 16-08-1929 — New York, EUA, 15-09-1980) – do álbum de 1962 “Moon Beams”, com Bill Evans (piano), Chuck Israels (contrabaixo) e Paul Motian (bateria).


Ella Fitzgerald (Newport News, EUA, 25-04-1917 — Beverly Hills, EUA, 15-06-1996)


Dee Dee Bridgewater (Memphis, Tennessee, EUA, 25-05-1950) – com o trio de Ray Brown e WDR Big Band no “Jazzfest Berlin”, Alemanha, em November de 1997.


Letra

Let's build a stairway to the stars
And climb that stairway to the stars
With love beside us to fill the night with a song
We'll hear the sound of violins
Out yonder where the blue begins
The moon will guide us as we go drifting along
Can't we sail away on a lazy daisy petal
Over the rim of the hill?
Can't we sail away on a little dream
And settle high on the crest of a thrill
Let's build a stairway to the stars
A lovely stairway to the stars

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

26 comentários:

  1. Terei que regressar a este post para ouvir como merece e sei que me vai agradar. Hoje tenho muito ruído à volta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luísa, volta sempre, gosto de te ver por aqui a ouvires música !
      Obrigado

      Eliminar
  2. Olá Ricardo
    Só cheguei agora, mas porque tenho estado a ouvir estas músicas fantásticas enquanto vou andando na blogosfera.
    Temas verdadeiramente fabulosos.

    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta rúbrica foi aquela que eu escolhi para rúbrica base do meu Blogue, sempre foi/é/será !
      Obrigado Manuela

      Eliminar
  3. Ricardo passei para desejar uma boa semana e deixar o meu beijinho, mas não resiste, ouvi a primeira e vou ter que voltar mais tarde para continuar a ouvir.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Volta para ouvir sempre que te apetecer. A música é uma dos melhores remédios !
      Obrigado e Abraço Adélia

      Eliminar
  4. Incapaz de optar por uma.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O melhor é mesmo ouvir todas !!!
      Obrigado Pedro

      Eliminar
  5. gostei muito :)
    já conhecia mas encontrar aqui tudo reunido foi muito bom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui nesta rúbrica passam muitos "standard" conhecidos e tento encontrar sempre boas versões !
      Obrigado Laura

      Eliminar
  6. Que maravilha esta sua selecção Ricardo.
    Confesso que fiquei fascinada pela voz da Dee Dee Bridgewater !

    Beijinho e boa semana

    O Toque do coração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A voz da Dee Dee é uma voz cheia e muito agradável de ouvir !
      Obrigado Fernanda

      Eliminar
  7. Estou a apreciar e é um tema muito agradável.
    Acho que não o reconheço e por isso tenho de o ouvir mais vezes para ver se me fica algo dele.
    A versão da Ella é a que encaixa melhor no meu ouvido, o que não quer dizer que não tenha gostado da Dee Dee. Acho que a voz dela, aqui muito contida, deve ser qualquer coisa fantástica quando solta! Tenho de ouvir outros temas cantados por ela para ver se tenho ou não razão.

    Vou continuar por aqui mais um pouco na tua sala de estar, a ouvir mais um pouco.
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um tema muito agradável sim. A voz da Ella é aquela que todas as pessoas gostam. Vá-se lá saber porquê !? A intuição natural dela para cantar, fazia com que todas as músicas por elas interpretadas ganhassem nova vida !
      Pode estar aqui o tempo que quiseres, não se paga bilhete ! :)
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
    2. (e eu tinha razão quanto à Dee Dee, bastou esperar pelo final da música) :))

      Eliminar
  8. Olha, queria fazer-te uma pergunta que me deixou intrigada.
    Nunca reparei nem me lembro de ler nada que me tire agora uma dúvida enquanto ouvia o tema interpretado por Bill Evans.
    Como estou a ouvir a música com auscultadores, apercebi-me que a gravação está em Stéreo. O contrabaixo aparece-me de um lado, a bateria, muito mais pronunciada do outro, enquanto que o piano tem o som equilibrado.
    A pergunta é: a partir de quando (e porque reparei que este álbum foi gravado em 1962) é que se começaram a gravar discos em Stéreo?

    Desculpa o testamento...
    Beijinhos em som estereofónico!
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem ter ido pesquisar nao te conseguiria responder e estou aqui a divulgar o link da Wikipedia onde se fala quase nisso,... https://pt.wikipedia.org/wiki/Estereofonia
      Acredito que as gravações em estúdio ou ao vivo tenham sido na mesma altura que os aparelhos de rádio foram substituidos por aparelhos estereofónicos, em 1957. Mas talvez ainda encontre algum link que explique isso melhor !

      Obrigado pela dúvida Afrodite e pelo comentário !

      Eliminar
    2. Pelos visto foram bem mais cedo as primeiras experiências, em 1934, como se escreve na
      https://en.wikipedia.org/wiki/Stereophonic_sound
      A versão da Wikipedia em inglês está muito mais completa e penso ser muito mais assertiva !

      Eliminar

    3. Já estive a ler um bocadinho... e é bem interessante este artigo.
      Obrigada Ricardo!

      Eliminar
    4. Vamos adquirindo conhecimentos à medida que temos de pesquisar na Internet e aqui aprendi alguma coisa !
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  9. Lovely music. I love glenn Miller a lot.

    ResponderEliminar
  10. Tudo muito bom para ouvir a trabalhar, ou a relaxar, ou até a cozinhar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que os teus cozinhados estão muito mais improvisados desde que andas por aqui ! ;)
      Obrigado M.

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.