A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Herman José (40) – Euromísseis – entrevista Engº. Calote Saraiva

8 comentários:

  1. Herman José na sua melhor época !
    Como os actores se divertiam e passavam essa diversão para o público.
    Foi muito bom recordá-lo.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O riso é como soy dizer-se "Saúde" e bem precisamos de voltar a rir e a olhar o Mundo na esperança de que os nossos vão conseguir viver nele em Paz !
      Obrigado Fernanda

      Eliminar
  2. O meu interior ficou a gargalhar ao ver mais este momento hilariante.
    Grandes artistas, passe o tempo que passar é sempre um prazer ouvi-los.

    Beijos Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os momentos hilariantes e os texto inteligentes de quem escrevia para o Herman e abordava temas como a Paz Mundial, criticando aqui os mísseis e ridicularizando uma possível construção aqui em Portugal de mísseis com "pólvora na ponta do míssil.... mata os coelhos e as galinhas todas à volta!"

      Eliminar
  3. Não sei se ainda se lembram do apresentar (aqui imitado) Carlos Pinto Coelho ?... Essa imitação era perfeita ! rsrs
    Quanto à entrevista,... rsrsrs ... nem eles próprios conseguiam conter-se sem se rirem do sketch e de si próprios !!!
    Eram programas que nos dispunham bem, de verdade ! ...

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A personagem do Carlos Pinto Coelho é uma das personagens do Herman mais bem conseguidas, para mim.
      A entrevista faz lembrar algumas com o Herman em que ele e a outra pessoa com quem contracenava, se desmanchavam a rir, normalmente com os "disparates" que ele dizia !
      A boa disposição imperava e lembro-me bem do impacto positivo na vida das pessoas que estes programas criavam.
      Abraço Rui

      Eliminar
  4. Um dos grandes momentos do Herman.
    Que foram tantos!! :))))
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.