A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 29 de janeiro de 2017

Eyes Thru Glass (12) – 2ª. Maratona Carris e Metro

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica. Cliquem sobre a primeira foto para poderem vê-las em formato maior.

No dia 17 de Maio de 2014, bati umas quantas na “2ª. Maratona Carris e Metro”. Fui com intuito de me divertir e participar. Nestes concursos aparecem, como é óbvio, imensos fotógrafos amadores, com um nível já muito grande de experiência. É bom conviver, trocar opiniões e ganhar experiência.

As fotos vencedoras podem por enquanto vê-los aqui.





terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Jazz Standards (159)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Straight No Chase (#163) - Música e Letra de Thelonious Monk
Laurent De Wilde, no seu livro Monk, a música de Monk é caracterizada com imagens do assombro: "A música de Monk não é nem classificada nem assimilada. Não é porque é revolucionária, isso não é em si próprio suficiente razão, mas sim é como uma pedra atirada para uma lagoa que imediatamente se afunda e desaparece. Você vê-la indo para baixo, e não sabe se quer manter seu olho na pedra que se afunda, se contemplar as pequenas ondas concêntricas, originadas pela queda na água."

Thelonious Monk (Rocky Mount, EUA, 10-10-1917 — Weehawken, New Jersey, EUA, 17-02-1982) – música composta por Thelonious em 1967.


Chico Corea (Chelsea, Massachusetts, EUA, 12-06-1941) – No “Jazz Marciac” de 2010, com Christian McBride (contrabaixo), Chick Corea (piano), Roy Haynes (bateria), Kenny Garrett (saxofone), e Roy Hargrove (trompete).


Bill Evans (Plainfield, EUA, 16-08-1929 — New York, EUA, 15-09-1980) – Bill Evans (piano), Jeremy Steig (flauta), Eddie Gomez (contrabaixo) e Marty Morell (bateria).


Art Farmer (Council Bluffs, Iowa, EUA, 21-08-1928 - New York City, New York, EUA, 04-10-1999) – com Kenny Davis (contrabaixo), Lewis Nash (bateria), Geoff Keezer (piano) e Art Farmer (trompete, flugelhorn).

sábado, 21 de janeiro de 2017

Eyes Thru Glass (11) – Costa Caparica

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica. Cliquem sobre a primeira foto para poderem vê-las em formato maior.


No dia 27 de Abril de 2014, fiz umas quantas fotos da Costa da Caparica, visto lá de cima dos Capuchos (Convento dos Capuchos).









quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Solidão - Interacção Humorística (159)

Em 16-04-2012. Obrigado.

Solidão

Se te sentes sózinho, abandonado e se achas que ninguém te liga, atrasa-te num pagamento qualquer !

sábado, 14 de janeiro de 2017

Sérgio Godinho – Nascidos Aqui (1)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Sérgio Godinho (Porto, 31-08-1945) – Sérgio de Barros Godinho mais conhecido por Sérgio Godinho (Porto, 31 de agosto de 1945) é um poeta, compositor, intérprete e, também actor português. Como autor, compositor e cantor, personifica perfeitamente a sua música “O Homem dos Sete Instrumentos”. Multifacetado, representou já em filmes, séries televisivas e peças teatrais. A dramaturgia surge com a assinatura de algumas peças de teatro assumindo-se também como realizador.
Sérgio Godinho nasceu em 1945, no Porto. Com apenas 18 anos de idade parte para o estrangeiro. O seu primeiro destino é a Suíça, onde estuda Psicologia durante dois anos. Mais tarde muda-se para França. Vive o “Maio de 68” na capital francesa. No ano seguinte integra a produção francesa do musical "Hair", onde se mantém por dois anos. Em Paris priva com outros músicos portugueses, como Luís Cília e José Mário Branco. Sérgio Godinho ensaiava então as suas primeiras composições, na altura em francês.
Em 1971 participa no álbum de estreia a solo de José Mário Branco, "Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades", como músico e como autor de quatro das letras. Em 1971 faz a sua estreia discográfica com a edição do EP "Romance de Um Dia na Estrada" e do seu primeiro longa-duração, "Os Sobreviventes". Três dias após a sua edição é interditado, depois autorizado, depois novamente interditado. O disco é eleito "Melhor Disco do Ano" e Godinho recebe o prémio da Imprensa para "Melhor Autor do Ano". …

O Sérgio Godinho marcar-me-á para sempre com a sua música e a sua poesia maravilhosa que não busca palavras difíceis ou rimas forçadas. É de sempre, um dos melhores compositores da MPP. Aqui ficam quatro das suas mais marcantes composições que me fazem feliz, ao ouvi-las !

A Noite Passada, do álbum "Pré-Histórias", de 1972.


Namoro, do álbum “De Pequenino se Torce o Destino", de 1976.



Horas Extraordinárias, do álbum “Coincidências”, de 1983.



Às Vezes o Amor, do álbum “Ligação Directa”, de 2006.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Eyes Thru Glass (10) – Torre da Sacor

Aqui neste blogue e no “Eyes thru Glass“ mostro aquilo que os meus olhos vêem, através da objectiva.

Aqui ficarão somente as fotos, sem texto ficcional e sem música, apenas uma breve introdução, onde são tiradas e quando, e eventualmente alguma especificação técnica. Cliquem sobre a primeira foto para poderem vê-las em formato maior.

No dia 20 de Junho de 2009, com a minha HP PhotoSmart 850, fiz umas quantas fotos da antiga torre da SACOR em Lisboa.

O conjunto completo das fotos, sobre o mesmo tema, estão inseridas no meu Canal Youtube aqui, obviamente com pouca qualidade, com a perda após o seu tratamento via “Windows Movie Maker” e posterior com o carregamento no Youtube.




domingo, 8 de janeiro de 2017

Inesquecíveis (17)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos) e (http://memoriaglobo.globo.com/ da TV Globo)

Novela:         Tieta do Agreste                             
Ano:              1989
Tema:            Tudo o Que se Quer          
Intérprete/s:  Emílio Santiago (06-12-1946 – 20-03-2013) e Verônica Sabino (04-10-1960)    
Autor/es:        Andrew Lloyd Webber / Verônica Sabino


Novela:          Gabriela                               
Ano:               1975
Tema:             Modinha Para Gabriela    
Intérprete/s:   Gal Costa (26-09-1945)                            
Autor/es:        Dorival Caymmi