A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Snarky Puppy – Groups & Soloists of Jazz (XXXI)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Snarky Puppy (Brooklyn, New York, EUA, 2004 – 20xx)“Snarky Puppy” é um conjunto instrumental, sediado em Brooklyn, Nova York. Liderado pelo baixista, compositor e produtor Michael League. Cruzando vários géneros musicais, Michael descreve os “Snarky Puppy” como "uma banda de “Pop” que improvisa muito, sem vocais".

A banda foi formada em Denton, no Texas, em 2004, e consiste num grupo mutável de quase 40 músicos, conhecida como "The Fam", que executa em uma variedade de instrumentos, incluindo guitarra, piano, teclado, sintetizador, percussão e cordas. Muitos dos actuais e antigos membros da banda já foram estudantes na Universidade do Norte do Texas. O grupo em digressão costuma ser formado por: Michael League (baixo), Robert “Sput” Searight (bateria), Nate Werth (percurssão), Larnell Lewis (bateria), Shaun Martin (teclas), Cory Henry (teclas), Justin Stanton (trompete e teclas), Bill Laurance (teclas), Bob Lanzetti (guitarra), Chris McQueen (guitarra), Mark Lettieri (guitarra) , Mike “Maz” Maher (trompete e “flugelhorn”) e Chris Bullock (saxofone tenor, clarinete e flauta). Apresentaram-se com Erykah Badu, Marcus Miller, Justin Timberlake, Kirk Franklin, Ari Hoenig, Roy Hargrove e Snoop Dogg.

“Snarky Puppy” lançou o seu álbum de estreia, “The Only Constant”, em 2006. Os seus três primeiros álbuns foram lançados pela “Sitmom Records”. Desde o seu quarto álbum, “Tell Your Friends”, de 2010, a banda assinou para a “Ropeadope Records”.

O álbum “We Like It Here” foi realizado e gravado ao vivo em Outubro de 2013 no composto artístico “Kytopia” em Utrecht, Holanda. Foi lançado em Fevereiro de 2014, estreando no primeiro lugar do iTunes Jazz Charts.

Em 26 de Janeiro de 2014, “Snarky Puppy”, juntamente com Lalah Hathaway, ganhou um “Grammy” na categoria “Melhor Actuação R&B”, pela sua interpretação na canção "Something" de Brenda Russell, do “Family Dinner - Volume 1”.

Em 25 de Outubro de 2014 a banda assinou para “Impulse! Records. Em 26 de Maio de 2015, lançaram o álbum “Sylva”, uma colaboração com a “Dutch Metropole Orchestra”. Vários primeiros lugares em tabelas de vendas da Billboard, incluindo #1 na “Heatseekers Chart”, #1 “Top Jazz Current Album” e #1 “Contemporary Jazz Album”. Em 15 de Fevereiro de 2016 o álbum fez com que banda ganhasse o seu segundo “Grammy”, desta vez para a categoria de “Best Contemporary Instrumental Album (smooth jazz)”.

Thing Of Gold, Gravado (livre de mistura de estúdio) e filmado em 16 de Dezembro de 2011, no "Shapeshifter Lab" em Brooklyn, New York, para a editora "GroundUP Music". Álbum: Ground UP".

00:00 - Tema e exploração do tema (Moog sintetizador e resto da banda);
03:00 - Improvisação de Trompete;
03:44 - Variações sobre o tema (Moog sintetizador e resto da banda) e improvisação do moog sintetizador, o tema em fundo pelo grupo até ao fim;


Lingus, Gravado e filmado (livre de mistura de estúdio) em 16 de Dezembro de 2011, no "Shapeshifter Lab" em Brooklyn, New York, para a editora "GroundUP Music". Álbum "We Like It Here"

00:00 - Tema e exploração do mesmo pelo grupo e no final pequeno solo viola, repetição;
03:06 - Vão começar as improvisações (de todo o grupo instrumentos de sopro falando entre si e respondendo uns aos outros;
03:59 - O tema de novo com o grupo;
04:20 - Teclados; teclado e bateria; melodias complexas (jazz fusão)… (não desistam de ouvir até ao fim);
08:18 – De novo tema grupo e “moog sintetizador”; vai terminar em crescendo, detas vez sem voltar ao tema.


Tio Macaco, Gravado e filmado (livre de mistura de estúdio) em 16 de Dezembro de 2011, no "Shapeshifter Lab" em Brooklyn, New York, para a editora "GroundUP Music". Álbum "We Like It Here"

Aqui sem indicações, ouçam o ritmo do início da música e depois vamos entrar algum minimal repetitivo e de melodias complexas (jazz fusão) durante algum tempo. Tentem habituar-se às sonoridades e vão tentando escutar os vários instrumentos que vão fazendo solos seguidos. O tema nunca deixa de estar presente. A música tem uma excelente componente rítmica quase no final, umas marimbas, uma bateria e um tambor, endiabrados.


Shofukan, Gravado e filmado (livre de mistura de estúdio) em 16 de Dezembro de 2011, no "Shapeshifter Lab" em Brooklyn, New York, para a editora "GroundUP Music". Álbum "We Like It Here"

Este sem ajuda com a indicação em que minutos:segundos ocorre esta variação, e para os resistentes ! Não fujam, ouçam até ao fim. Amoleçam o vosso ouvido !... mas eu não estou a ver-vos, podem desligar :) !


No fim desta publicação sobre os "Snarky Puppy" quero agradecer à Afrodite porque trouxe para partilhar, os "Snarky Puppy" pela primeira vez ao convívio do nosso grupo, no seu blogue musical “Smooth Latitude”, com o tema "Skate U". Alguém atenta a novos estilos de música... às vezes é preciso coragem !!!

18 comentários:


  1. Olha os Snarky Puppy... :)
    Já vou ter companhia o resto da noite! :))
    O início do "Tio Macaco" é brutal! Gostava que o nosso querido Professor ouvisse! Conheço esse tema e o "Lingus".
    Vou ouvir atentamente os outros dois temas

    Obrigada pela referência.
    Beijinhos e latidos
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Afinal só não conhecia a última.
      Grande som!
      Já estou a bisar! :))

      Eliminar
  2. Vinha apenas para deixar dois beijinhos, um por ontem e outro por ontem :)) mas vou ficar a ouvir enquanto dou uma volta pela net, é muito mais agradável.

    Tudo de bom, ontem, hoje e todos os dias da sua vida.

    Adélia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adélia estás a deixar-me marcas de bâton na cara ! :)...
      Vais gostar de ouvir !
      Obrigado

      Eliminar
  3. Gostei muito! Bela companhia nos deste!
    (o fundo do blogue é lindo, mas torna a leitura muito difícil)

    Beijinhos, Ricardo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não é que havia um problema qualquer que me fazia ver tudo a cinza claro? :)

      Eliminar
    2. Sei que também gostas de ouvir coisas novas. Estes parecem-me que são bastante bons e que valem bem a pena.
      O que me sabe bem dar a conhecer música que os meus filhos (neste caso foi o meu filho !), me mostram e partilham comigo !
      Obrigado Maria Eu

      Eliminar
    3. Era nevoeiro no Bugio que te fazia ver tudo cinzento ! :))

      Eliminar
  4. Um calmante para mim depois de um copinho de Cannonau di Sardegna! : ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Senta-te bem nas cadeiras Catarina e o médico disse que só podias beber um copo à refeição, nada de abusos ! :)
      Obrigado pela tua agradável presença, aqui !

      Eliminar
  5. Não conhecia.
    Vou ficar a ouvir.
    Grande som!!
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  6. Eu não amoleci e fiquei aqui a ouvir estes sons que me encantaram.
    Grandes artistas e muito talento.

    Obrigada pela partilha Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste Manuela. Sim bastante talento e em grupos destes tamanho não é fácil a conjugação. Obrigado

      Eliminar
  7. Caro Ricardamigo

    Uma só palavra: gostei.

    A VELHA E O CÃO
    Uma pausa na Saga da Alzira porque acabo de publicar um post diferente – sem ironia, sem galhofa, a atirar para o drama. Por isso, gostaria dos comentários naturalmente também diferentes. Muito obrigado. Como habitualmente a publicação é anunciada blogue a blogue; e o pedido de divulgação, também se agradece.
    Qjs e/ou abçs Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  8. Estou a ouvir, Ricardo.
    Estou a gostar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria gosto muito de te ver por aqui ! Ainda bem que gostaste !
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.