A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 3 de julho de 2016

Patchworks of Music Glued (V)

E neste dia 10 de Abril de 2016, vi chegar, no meu sonho, um combóio do longínquo “Farwest”, à estação da Gare do Oriente…

Subi confiante na primeira carruagem, ao lado do vagão da lenha, Vestia à “cowboy”. Chapéu à “Buffalo Bill”, uma camisa preta com um lenço vermelho ao pescoço, umas calças cinzentas, botas pretas acima do joelho, com esporas, um coldre de pistola, uma mala de roupa numa mão e na outra a minha “Winchester”.

“All aboard !!!”… Um silvo agudo de apito, invadiu-me o ouvido…

As primeiras rotações, das rodas da locomotiva, patinaram em cima dos carris. Uma chuva de estrelas de faúlhas. A enorme chaminé começou a fumegar. O monstro de metal punha-se em marcha.

Uma viagem imaginária de regresso a casa…



Foto minha, "batida" no dia 10 de Abril de 2016, na Gare do Oriente, dia do 3º. Encontro de Bloggers, no Monte Aventino, no Porto.

Música, do "Pat Metheny Group", extraída do álbum “Still (Life Talking)” de 7 Jullho 1987, para a etiqueta “Geffen”. A composição “Last Train Home”, composta por Pat Metheny.

A peça "Last Train Home" foi usada num comercial de Natal pela rede de supermercados com sede na Flórida, a “Publix”, focando as famílias que viajam para a Flórida de trem para a quadra natalícia. Metheny até brincou sobre isso quando ele se apresentou em Tampa Bay, referindo-se a ela como "a canção Publix". O programa de rádio NPR "Radio Deluxe with John Pizzarelli" usava a melodia como tema de encerramento. A composição também foi destaque durante o “The Weather Channel” nas previsões locais meteorológicas.

20 comentários:

  1. Não vim de comboio, muito menos vestida à "cowboy", mas cheguei e já não era sem tempo! Gostei do texto, da música, e do nosso encontro então nem se fala!... Vou andar por aqui.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois o nosso encontro foi muito bom. Pena eu não estar em forma na altura. Obrigado Ju, pela tua visita. Aqui serás sempre bem aparecida. Há sempre um sofázinho para te sentares e ouvires e veres o que quiseres!

      Eliminar
  2. Gosto imenso da foto. Vou ficar a ouvir a música. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A foto correu bem. Foi directo no automático, sem filtros, efeitos, ou truques de "software", Nunca usei/uso/usarei, somente filtros "Cokin" quando quero fazer algo diferente.
      A música essa eu garanto que é excelente e muito boa !
      Obrigado Luísa

      Eliminar
  3. A foto está TOP! A introdução escrita um must e a música muito bem escolhida, dá mesmo a ideia de ida de chegada e de um encontro que adorei :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A foto, como expliquei à Luísa correu bem. A introdução textual fui eu a fugir à rotina das palavras e a entrar na ficção. A música é Metheny esta tudo dito !
      Obrigado Manuela

      Eliminar
  4. A foto está um espanto... e merece ser admirada em full screen!
    O texto está muito engraçado... tu tens uma imaginação prodigiosa e que devias explorar mais!

    A música... pois foi a que de imediato me surgiu na mente quando vi o tema deste teu Patchwork. Não era difícil saber que seria esta a música que escolherias, já que esta rubrica "P.M.G." casa a tua inspiração com os temas deste grande músico, Pat Metheny.

    Mais um momento fantástico. Obrigada!
    Beijinhos Methenyzados
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continuo a achar que talvez se eu quisesse conseguiria escrever umas coisas. Este casamento entre a música do PMG e as palavras e fotos minhas, para mim é perfeito, mas só para mim claro ! Não acredito que o Metheny se quisesse ver textualizado e retratado em imagens por mim !?
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  5. Música e foto incríveis .
    Obrigada pelas escolhas sempre de gosto e estilo inconfundível.
    Uma 'viagem' que parece-me memorável_ vale falar mais a respeito.
    uma abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lis, muito obrigado por teres passado por aqui. Foste muito lisonjeira, modéstia à parte, acho que até correu bem !

      Eliminar
  6. Imagem, música e texto em perfeita sintonia!
    Gostei muito desta 'trilogia'.
    Fantástica imaginação! Há dias, não é?

    Obrigada! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Modéstia à parte como dizia, eu até acho que tenho alguma capacidade imaginativa, ficcional ou surrealista. Preciso é pô-la em prática ! :)
      Tenho até bastantes textos guardados na gaveta. Desafios de escrita a duas pessoas, muitas letras e palavras fora da nossa maldita rotina !
      Obrigado pelas tuas palavras Janita

      Eliminar
  7. Ahahah, é mesmo imaginação, que eu ia no comboio e tu não ias mascarado de cowboy... :)))

    Mas a foto está fantástica, claro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vê lá que eu olhei para ti e parecias-me aquelas damas do "farwest" com um vestido azul comprido e um chapéu com uma renda a "desfocar" a tua cara. Numa mão uma pequena carteira e na outra um leque. E lá ias tu a caminho da tua viagem imaginária !
      Obrigado Teresa

      Eliminar
  8. Gosto muito da música que desconhecia. A foto também está linda.
    A Afrodite diz que escrevas...e eu digo que depois graves porque a tua dicção é optima, tens uma voz muito bonita.Estou a lembrar-me de um dos desafios que nos fizeste.beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Papoila não me faças corar com o teu elogio ! Tenho mais alguns textos lidos na forja, mas vou dar aqui umas voltas no blogue. Uma rúbrica nova, etc... :)
      Muito Obrigado

      Eliminar
  9. :) ... Belíssima imaginação e criatividade na escrita, Ricardo !
    A foto, excelente e de um Dia que nos ficará na memória ! Sempre gratificantes esses "nossos" dias e pelos vistos extremamente inspiradores ! :))

    E claro tudo isso em perfeita coordenação com o tema que escolheste !

    Está de parabéns e mostraste versatilidade !

    Grande Abraço ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui Muito Obrigado. Eu sempre gostei imenso de escrever. Nem sempre tenho tudo oportunidade de mostrar mais a minha escrita, mas vou aqui dar uma volta no Blogue... depois do Verão !
      Um Grande Abraço Meu Amigo !

      Eliminar
  10. Lembrei-me da fotografia, achei-a e acho-a incrível

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gabriela obrigado, mas correu bem. Como já disse foi directo em automático, sem filtros que uso, ou algum "software" que não uso. O céu estava cinzento e as cores da "Gare do Oriente" ajudaram com a sua tonalidade na estrutura. Algum cuidado com o enquadramento !

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.