A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Barbra Streisand – Jazz Singers (XL)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Barbra Joan Streisand (Brooklyn, Nova Iorque, EUA, 24-04-1942 – 20xx) – É uma cantora, compositora, actriz, directora e produtora cinematográfica norte-americana, judia, e vencedora de dois “Oscar”, tendo sido indicada para mais três estatuetas. Ela divide com Cher o diferencial de ter sido premiada com o Oscar de Melhor Actriz e também de ter um single número um na tabela “Hot 100”, da Billboard. Ela ganhou dois “Oscar”, oito “Grammy”, quatro “Emmy”, um “Tony Special” e um “American Film Institute”.
Ela é uma das artistas mais bem-sucedidas, na história do entretenimento norte-americano. tanto comercialmente como na crítica. Com mais de 71,5 milhões de álbuns vendidos nos Estados Unidos e 140 milhões de álbuns vendidos em todo o Mundo. Streisand é uma das poucas estrelas do espectáculo a conquistar prémios em diversas áreas da arte - Oscar (cinema), Grammy (música), Tony (teatro) e Emmy (televisão). Ela foi também a primeira mulher a simultaneamente produzir, dirigir, escrever e actuar num filme, "Yentl" de 1983.
Ela iniciou a sua carreira em 1962 com a peça da Broadway "I Can Get It For You Wholesale". O seu primeiro disco, "The Barbra Streisand Album", foi lançado em 1963 e nessa altura foi premiada com dois Grammy. Barbra possui uma voz poderosa e imprime uma interpretação dramática às músicas que grava, especialmente nas baladas românticas. Ela fez duetos com artistas como Neil Diamond, Donna Summer, Frank Sinatra, Celine Dion, Bryan Adams, Burt Bacharach e Barry Gibb.
A sua estreia no cinema foi em 1968, com o musical "Funny Girl", e sua actuação no mesmo rendeu-lhe o Oscar de Melhor Actriz. Foi indicada também pelo filme "Nosso Amor de Ontem", em 1973. Também ganhou o Oscar de Melhor Canção original pelo filme "Nasce Uma Estrela", em 1976. Em 1964, casou-se com o actor Elliot Gould com quem teve o seu único filho, Jason, mas o divórcio veio logo depois que conquistou o Oscar de Melhor Actriz. Depois de vários romances, a actriz e cantora casou-se em 1998 com o actor e director James Brolin.

Memory, do musical “Cats” de 1981.


Evergeen, tema de amor, do filme “ A Star Is Born”, de 1954.

People, do filme “Funny Girl” de 1968.


My Man, composição de 1916, na altura interpretada por Mistinguett (Jeanne Florentine Bourgeois (05-04-1875 – 05-01-1956).

16 comentários:

  1. Que excelente seleção, Ricardo!! Gosto MUITO da sua voz, das suas interpretações.

    Beijinhos musicais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Graça, gosto muito de ouvir a Barbra !

      Eliminar
  2. Uma Mulher multifacetada, um poço de talento e valor ! Uma Mulher adorável e cativante ! ... e o que dizer da sua beleza (estranha) ? ... Não creio que se possa considerar "bonita" , mas dela transparece uma beleza extraordinária !

    E quanto às canções, se bem que Memory, do "Cats" seja a mais conhecida e a que "entra melhor" no ouvido, gostei imenso (muito, muito) da "Evergreen" !

    Boa escolha, Ricardo !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui, embora não se possa considerar uma cantora, verdadeiramente de jazz, é uma intérprete exemplar de "standards" e tem muma voz muito bonita e agradável.
      Quanto à beleza, tenho atracção especial por mulheres de nariz grande ! :)))
      Obrigado e Abraço

      Eliminar
  3. Uma das vozes favoritas da minha mulher.
    Aquele abraço, votos de bfds

    ResponderEliminar
  4. Tenho uma admiração enorme por esta cantora/actriz.
    Gosto da voz, da postura, da elegância e acho que fizeste uma boa escolha.

    Bom fim de semana Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Barbra é também muito especial para mim, gosto imenso de a ouvir.
      Obrigado Manuela

      Eliminar
  5. Excelente selecção desta soberba 'VOZ' feminina!
    MEMORY, é o tema que mais gosto, de Cats e quem não se lembra do filme Funny Girl?
    Foi muito bom ir ouvindo as canções, enquanto lia os dados biográficos, que me fizeram recordar alguns factos já a ficar esbatidos na minha memória!:)
    Tudo de bom, Ricardo!

    ResponderEliminar
  6. A música que mais gosto dela é a do filme "O nosso amor de ontem" - The way we were. Filme que vi na época e gostei muito.

    De resto, não a acho nada bonita: como se não bastasse o nariz, de vez em quando ainda entorta os olhos. Agora que tem uma voz fantástica, lá isso... ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Canta muito bem. Quanto à beleza, a minha opinião masculina é que a mulheres não precisam ser "bibelots" para serem bonitas. Todas elas têm o seu encanto !
      Detesto o conceito moderno de corpos esbeltos e com pele reluzente ! :)... parecem corpos de plástico !
      Obrigado Teresa

      Eliminar
  7. Voz fantástica!!

    Gosto bastante de a ouvir... mas confesso que não é estilo de música que me apeteça ouvir todos os dias.

    Beijinhos com a voz afinada
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouço quando me apetece, aliás tento que a música não seja rotina na minha vida !
      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  8. Há muito tempo que não ouvia Barbara Streisand.
    E sempre gostei de musicais. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Luísa. Os musicais são espectáculos menos conhecidos em Portugal. Felizmente que o Filipe La Féria tem colmatado esta falha nos últimos anos !

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.