Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Jazz Standards (CLI)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

If I Could Be with You (One Hour Tonight) (#155) - Música de James P. Johnson e Letra de Henry Creamer

A vocalista Eva Taylor introduziu esta canção numa gravação de 1927 com o marido Clarence Williams e a banda “Blue Five”. Três anos mais tarde, a versão da banda, de Detroit, os “McKinney’s Cotton Pickers” estava nas tabelas por 12 semanas:

McKinney’s Cotton Pickers (1930, George "Fathead" Thomas, vocal, Nº.1);
Tom Gerun and His Orchestra (1930, Nº. 5)
Louis Armstrong e a sua orquestra (1930, Nº. 13)

O pianista James P. Johnson e o letrista Henry Creamer escreveram "If I Could Be with You (One Hour Tonight)" em 1926, no mesmo ano que "Alabama Stomp", que foi usada no espectáculo “Earl Carroll’s Vanities” nesse ano e no seguinte. Os dois também colaboraram em dois musicais nunca produzidos e exibidos. Em 1926, “Geechee”, romance em três actos e “Chicago Loop” comédia musical em dois actos. Em 1927, três das suas músicas foram usadas na revista musical de curta duração “A la Carte”. Em 1928 eles escreveram o musical “Shuffle Along”, a qual seria a sua última colaboração juntos.

Doris Day (Cincinnati, Ohio, USA, 03-04-1924 - 20xx) – Gravado em 2 de Março de 1949.


Bill Coty (????) – “Hotel Pennsylvania Music” era um pseudónimo de gravação utilizado pela “Albin Orchestra”. Jack Albin dirigiu a banda nova-iorquina durante o início da década de 1930 que tinha um contrato com o Hotel Pennsylvania. O vocalista era Bill Coty.


Fontane Sisters (New Milford, New Jersey, EUA, 1941 - New Milford, New Jersey, EUA, 1961)


Helen Humes (Louisville, Kentucky, EUA, 23-06-1913 - Louisville, Kentucky, EUA, 09-09-1981) -  com a orquestra de Count Basie, composta por: Clark Terry (trompete; Wardell Gray (saxofone tenor); Buddy DeFranco (clarinet); Count Basie (piano); Freddie Green (guitarra); Jimmy Lewis (contrabaixo) e Gus Johnson (bateria).


Letra

Baby, baby
I wanna be with you tonight
If I could be with you, I'd love you strong
If I could be with you, I'd love you long
I want you to know that I wouldn't go
Until I told you honey why I love you so
If I could be with you, one hour tonight
If I was free to do the things I might, things I might
I'm telling you true, I'd be anything but blue
If I could be with you, hmm babe
If I could be with you

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

14 comentários:

  1. As minhas versões preferidas são as duas últimas.
    Adorei.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostei de todas porque as escolhi :) !

      Obrigado Papoila

      Eliminar
  2. Gostei da 1ª e da última.
    Por ser um tema tão romântico, acho que a voz de Doris Day cai que nem uma luva neste tema...a última porque começa com uns belos acordes de piano que adoro!

    Fica bem Ricardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Doris Day era (é, porque está ainda viva !) um excelente cantora deste tipo de canções românticas.

      Obrigado Manuela

      Eliminar
  3. Caro contemporâneo Ricardo.
    Aprecio sobremaneira as irmãs cantoras.
    Caloroso abraço. Saudações musicais.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    PS - Este teu contemporâneo é parvo, porque não encontrou teu endereço eletrônico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os grupos vocais nos anos de ouro do jazz, nos EUA, eram excepcionais !
      Percebo a sua escolha que tem também, um pouco a ver com o cinema.

      Obrigado Prof

      Eliminar
  4. Levou-me de volta às Tarde de Cinema de há muitos anos, Ricardo.
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
  5. Não conheci nenhuma, pelo menos não recordo de as ter ouvido, gostei muito das duas últimas.

    Bom fim de semana Ricardo e um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Nestas coisas, o facto de se conhecer melhor o intérprete tem um certo peso ! :) ... Eu tinha "um fraquinho" por ela ! ..."Derretia-me" ! hehehe
    Claro, a Doris Day ! :))
    Interessante, agora, rever os actores com quem contracenava !
    Na última, ouvir sim, mas ver, ... (?) a voz está completamente descincronizada e perde muito.
    Para mim, 1 - 3 - 4 - 2.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu que tinhas, eu também gostava muito de a ver e ouvir cantar !
      A última versão está um pouco má, verdade !!!

      Obrigado e Abraço Rui

      Eliminar
  7. Quanta beleza por aqui!!!
    Beijinhos, bom domingo :)

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.