A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Jazz Standards (CXLVIII)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

I Let a Song Go Out of My Heart (#152) - Música de Duke Ellington e Letra de Irving Mills, Henry Nemo e John Redmond.

Em 1938, a composição de Duke Ellington, foi a sua terceira e última gravação a ser o número um nas tabelas de vendas, ficando lá por dezanove semanas, o tempo mais longo em tabelas, para uma de suas gravações.
Várias outras interpretações feitas as cartas nesse mesmo ano:

Duke Ellington e a sua orquestra (1938, Nº. 1)
Benny Goodman e a sua orquestra (1938, Martha Tilton, vocal, Nº. 1)
Connee Boswell (1938, vocal, Nº. 5)
Mildred Bailey (1938, vocal, Nº. 8)
Hot Lips Page e a sua orquestra (1938, Nº. 9)

O livro “Duke Ellington Reader”, editado por Mark Tucker, é tesouro de informações sobre Ellington, congregados a partir de uma variedade de fontes. Uma transcrição de uma entrevista de 1962, realizada pela emissora canadiana, Jack Cullen revela o âmbito e o propósito, de muitas das composições de Duke. "I Let a Song Go Out Of My Heart" foi escrita durante uma das viagens, de digressão, por estrada da banda de Ellington, quando a banda se foi hospedar num hotel em Memphis.

Thelonious Monk (Rocky Mount, EUA, 10-10-1917 — Weehawken, New Jersey, EUA, 17-02-1982) - Thelonious Monk (piano), Oscar Pettiford, (contrabaixo) e Kenny Clarke (bateria), gravado nos estúdios “Rudy Van Gelder”, Hackensack, New Jersey, a 21 e 27 de Julho de 1955.


Sarah Vaughan (Newark, EUA, 27-03-1924 — Los Angeles, EUA, 03-04-1990) – Extraído de um programa de televisão de 1981, num tributo a Duke Ellington, que teve lugar no Kennedy Center, em Washington DC. A orquestra de Jazz “pesos-pesados” foi conduzida por Billy Taylor, que também tocou o piano, aqui nesta composição.


Duke Ellington (Washington, EUA, 29-04-1899 — New York, EUA, 24-05-1974)


Joe Pass (New Brunswick, New Jersey, EUA, 13-01-1929 – Los Angeles, California, EUA, 23-05-1994) - Joe Pass (guitarra), Ray Brown (contrabaixo) e Bobby Durham (bateria). Gravado em Los Angeles, a 21 de Junho de 1974, para a etiqueta Pablo.


Letra

I let a song go out of my heart
It was the sweetest melody
I know I've lost Heaven
'Cause you were the song
Since you and I have drifted apart
Life doesn't mean a thing to me
Please come back, sweet music
I know I was wrong
Am I too late to make amends?
You know that we were
Meant to be more
Than just friends, just friends
I let a song go out of my heart
Believe me, darlin', when I say
I won't know sweet music
Until you return some day
Am I too late to make amends?
You know that we were
Meant to be more
Than just friends, just friends
I let a song go out of my heart
Believe me, darlin', when I say
I won't know sweet music
Until you return someday
I won't know sweet music
Until you return someday

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos).

6 comentários:

  1. Uma galeria de estrelas, Ricardo.
    Esta rubrica é um must!!!
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim verdade, Monk, Duke, Pass e Sarah Vaughan !!!

      Obrigado e Abraço

      Eliminar
  2. Nunca é demais dizer-te o quanto adoro jazz e está aqui um conjunto de temas que me fascinam, mas o que mais gostei foi ouvir o som de Duke Ellington.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando se é dono da música, é-se por algum motivo !

      Obrigado Manuela

      Eliminar
  3. Eles deixam escapar a música do seu coração e ela vai direta ao dos ouvintes. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual deles o melhor !? Eu gosto de todas !

      Obrigado Luísa

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.