Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Gafanhoto esperto ! - Interacção Humorística (CXLVIII)

Em 30-12-2011. Obrigado.

Gafanhoto esperto !

Um gafanhoto esperto tinha a mania de ir ao rabo aos pirilampos!

De noite via-lhes a luzinha e pimba... Uma noite queimou a pila!

Fodeu-se! Era uma beata !!!

14 comentários:

  1. Um gafanhoto esperto, ou, mais precisamente, um gafanhoto que se julgava esperto.

    Uma excelente metáfora aos resultados das eleições legislativas 2015.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes dizer que é uma excelente metáfora, embora eu não acredite muito em políticos toquem eles em que banda tocarem. Com os meus 60 e..., tenho visto mais conversa demagógica em democracia que outra coisa !

      Obrigado Ematejoca

      Eliminar
  2. Como nada mais se me oferece dizer...subscrevo o comentário da Ematejoca!!

    *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu subscrevo o meu comentário, com o devido respeito por todos os cidadãos honestos deste País !

      Eliminar
  3. Ricardamigo

    Se calhar julgou que era uma beata... de sacristia :-))))

    Abç do Leãozão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora é que me ri com gosto, HenriquAmigo!! :)))

      *

      Eliminar
    2. É possível Henrique, é bem possível ! :)))

      Obrigado Henrique

      Eliminar
  4. Já conhecia.
    Mas dá sempre para rir :))
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade Pedro. É daquelas que está bem construída a graça !

      Obrigado

      Eliminar
  5. eheheh... Isto de "cair em cima" de qualquer "rabo de saia" desconhecido, só porque é um "rabo de saia", é no que dá !

    Abraço !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aí está uma grande verdade, amigo Rui !

      Obrigado

      Eliminar
  6. Continuando "na onda" do nosso amigo Henrique... aquela beata era mesmo quente! ;)

    Beijinho

    (também gostei da metáfora da Ematejoca)
    (^^)

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.