A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Descansa em Paz e Obrigado Demis ! ...

Quem não experimentou dançar Demis Roussos (15-06-1946 – 25-01-2018), ou mesmo Aphrodite’s Child (1967 – 1972). Lembro-me bem, desses tempos das “festas de garagens”, embora tenham passado muitos anos !
Talvez esta seja a sua música de maior impacto, cantada a solo.

8 comentários:

  1. Lembro-me do Demis Roussos, mas esqueci a sua música.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A música do Demis Roussos já a solo, depois de os Aphrodite’s Child terem terminado, foi bastante importante num determinado estilo e época. Músicas agradáveis para dançar, sem serem grandes composições e/ou terem grandes pretensões.
      Ao contrário dele, um dos outros elementos dos Aphrodite’s Child, Evangelos Odysseas Papathanassiou, mais conhecido por Vangelis, escreveu e escreve (acho !), música de grande qualidade e conhecida mundialmente.
      Mas Demis Roussos colheu os aplausos de uma geração pelo menos que gostava das suas músicas. Eu gostei !
      Obrigado Teresa

      Eliminar

  2. Demis Russos, uma figura ímpar!

    Hoje, ao falarmos cá em casa da notícia desta morte, perguntei ao meu filho se conhecia Demis Roussos, pelo menos de nome. Ele disse que sim, de nome, apesar de não saber reconhecer a sua música... e eu então contei-lhe que as canções mais populares do Demis estão entre as minhas primeiras recordações musicais da minha infância... e bem gravadas na minha mente.
    De vez em quando recordo um tema ou outro.Abençoada Internet que nos faz recuar ao mais recôndito do nosso ser à procura das nossas memórias.

    R.I.P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Demis Roussos foi um grande artista e senhor no seu estilo e género musical. Emocionou platéias e semeou namoros por todo o lado, com as suas canções românticas.

      Dizes muito bem, quando dizes "Abençoada Internet"... Traz-nos memórias à nossa ribalta !

      Obrigado Afrodite

      Eliminar
  3. Quantas ouvi ! ... Quantas dancei ! ... Aquela voz rouca, absolutamente inconfundível !
    Estranho ter-se afastado tão cedo ! ... Estranhei ao ouvir a notícia, porque cheguei a pensar que já teria morrido ! :((

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também dancei imenso Demis Roussos. Pois é, Rui, é assim :((
      Obrigado

      Eliminar
  4. Dançar, não dancei, mas lembro-me pelo menos de uma das suas músicas, "goodbye my love goodbye"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Demis Roussos se calhar não é do teu tempo. É só para gente mais idosa, não ?! :))
      Obrigado Gábi

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.