A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Descansa em Paz e Obrigado Joe ! ...

8 comentários:


  1. Esta música até dói de tão bela...

    Hoje completou mais um ciclo de vida, uns partem deste mundo... outros nascem...
    E é porque estamos a celebrar um nascimento que festejamos o Natal.
    Aproveito hoje para te trazer votos de um

    ……………¨♥*✫♥,
    ………,•✯´………´*✫
    …….♥*……………. __/\__
    .….*♥……………… .*-:¦:-*…
    …¸.•✫……… SANTO NATAL…
    ...*♥………………………¨♥*✫♥…
    .,•✯´…………………………,•✯´……
    •♥……………………Muitos beijinhos
    ✯………………………Afrodite (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um ciclo da vida, sem dúvida !
      Obrigado pelos teus votos, os quais retribuo, esperando que o teu Natal seja Muito Bom na companhia dos Teus e que o Ano de 2015, vos traga muita Saúde, e tudo o que precisem.

      Eliminar

  2. A SUA VOZ ROUCA

    fez as delicias de, pelo menos, estas duas últimas gerações. Mesmo não sendo Joe Cocker o meu ídolo preferido da música rock, gostava muito de o ouvir.

    Que descanse, finalmente, em Paz!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, foram pelo menos duas gerações que o ouviram.
      Obrigado Janita

      Eliminar
  3. Mais um (e logo este) se foi ! :(( ... Um dos "monstros sagrados", da música, da qual não sendo eu um grande conhecedor, dói ver partir ! ... e estas coisas vão acontecendo e vão doendo cada vez mais, na medida em que se trata de gente da minha geração !

    Ele foi, mas felizmente a sua "obra", a sua voz, no fundo, "ele mesmo", ficaram !

    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um grande intérprete, com a sua voz rouca, inequívoca, que partiu. A sua obra e as suas canções vão ficar.
      Obrigado Rui

      Eliminar
  4. Up where you belong you can keep your hat on

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa música utilizada no filme "9 semanas e meia" !!!
      Um abraço

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.