A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Jazz Standards (CXXVII)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

Time After Time (#131) - Música de Jule Styne e Letra de Sammy Cahn
A  dupla de compositores, Sammy Cahn (letra) e Jule Styne (música) escreveu "Time After Time", durante o período em que trabalhavam, em estreita colaboração, com Frank Sinatra. Não é nenhuma surpresa, que a versão de "Ol’ Blue Eyes" tenha chegado às tabelas, em 1947, e subisse ao lugar Nº. 16.
Cahn e Styne conheceram Sinatra, durante a estadia deste, na orquestra de Tommy Dorsey. Quando Sinatra deixou a banda, o trombonista (Tim Dorsey) pediu à dupla de compositores para começar a escrever as composições por ele. Em 1946, eles deixaram New York no combóio com Sinatra e a família em direcção a Hollywood. Uma vez chegados lá, os compositores e Sinatra começaram a trabalhar e a exibir pequenas "produções teatrais" envolvendo os seus amigos. De acordo com a biografia de Theodore Taylor Jule, “The Story of composer Jule Styne”, esses espectáculos eram apresentações elaboradas,  com composições totalmente escritas e números cómicos ou não, complexos.

Frank Sinatra (Hoboken, EUA, 12-12-1915 — Los Angeles, EUA, 14-05-1998)


Margaret Whiting (Detroit, Michigan, EUA, 22-07-1924 - Englewood, New Jersey, EUA, 10-01-2011)


Ella Fitzgerald (Newport News, EUA, 25-04-1917 — Beverly Hills, EUA, 15-06-1996)


Chet Baker (Yale, Oklahoma, EUA, 23-12-1929 – Amsterdão, Holanda, 13-05-1988)


Letra

Time after time
I tell myself that I'm
So lucky to be loving you
So lucky to be the one
You run to see in the evening
When the day is through
I only know what I know
The passing years will show
You cab my love so young
So you
And time after time
You'll hear me say that I'm
So lucky to be loving you
I only know what I know
The passing years will show
You cab my love so young
So you
And time after time
You'll hear me say that I'm
So lucky to be loving you

Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

6 comentários:


  1. Chet Baker... um assombro!
    Antes de ouvir os quatro temas pensei que seria a versão de Sinatra a que me arrebataria... Mas enganei-me!

    Muito bom este post!
    Ao longo destes dois anos em que tenho frequentado o "Pacto Português", a pouco e pouco tens conseguido com que eu fique cada vez mais fã de jazz.
    E tenho a certeza que não serei caso único.


    Beijinhos time after time
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo que eu tenho tentado com estas publicações dos Jazz Standards, atrair as pessoas a ouvirem música menos conhecida para fugirem à rotina, que os "media" nos impingem diariamente, e apaixonarem-se pelo Jazz.
      Afrodite Obrigado

      Eliminar
  2. Quem não aprecio é Sinatra...

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sinatra quer se queira quer não é/foi um dos excelentes intérpretes do nosso século. No entanto, eu prefiro o Tony Bennett.
      Obrigado São

      Eliminar
  3. Apesar de em tempos ter ouvido muito Glenn Miller, foi aqui, no teu espaço, que comecei a apreciar o jazz - como já te havia dito - .

    Neste naipe de vozes, a VOZ, ficou para em último lugar.... A Ella Fitzgerald que estou a reouvir enquanto escrevo, é sensacional! Belíssima voz!

    Parabéns pelo excelente post, onde a informação inicial. é de grande valia.

    Tem uma boa semana, Ricardo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico satisfeito por te ter despertado a audição para as vozes do jazz. O mais importante é sempre tentarmos ouvir, ver, ler coisas diferentes daquilo que todos ouvimos, vemos e lemos. Estas publicações começaram em aqui neste Blogue em Fevereiro de 2011, estão quase a fazer quatro anos.
      Obrigado Janita pelo teu simpático comentário

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.