A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 19 de outubro de 2014

Prémio Valmor, Ano de 1921, Rua Cova Moura 1

O Palácio da Cova da Moura, é uma obra galardoada em 1921 com o Prémio Valmor. Foi um restauro de um Palácio Setecentista na Rua Cova da Moura, nº 1 projectado por Tertuliano Marques (1883-1942) e pertencente a João Ulrich.
Até à data tinha sido o único caso de atribuição do prémio a um restauro, considerado significativo “por se desenvolver dentro de uma arquitectura tradicionalista portuguesa das mais belas”.
Apesar de ainda existir, foi profundamente modificado e acrescentado em 1950 e adaptado para ali funcionar uma dependência do Ministério da Defesa.

Situa-se Rua Cova da Moura, Nº. 1. Encontra-se na sequência da Avenida Infante Santo quem desce da Estrela para a 24 de Julho, e do lado direito. Não entrar no túnel/ponte e sair na lateral para a dita Rua.

Arquitecto Tertuliano Marques (1883-1942):

“Natural de Lisboa, frequentava em 1899 o primeiro ano de arquitectura das Escola de Belas-Artes onde, em 1904, se formou com distinção. Excelente pintor e aguarelista, nomeadamente dominando a miniatura, executou vários trabalhos desta arte tidos em devido apreço.
Como arquitecto, foram de sua autoria o edifício do velho cinema «Chiado Terrase» («Arquitectura Portuguesa», Nº. 7/Ano IV/Julho de 1911), na Rua António Maria Cardoso, Nº. 39, hoje a delegação do Chiado do Banco Fonsecas & Burnay;
...
Em 1928 havia sido designado pelo Governo para escolher op terreno onde se iria implantar o Pavilhão de Portugal na Exposição Ibero-Americana de Sevilha, realizada no ano seguinte.
Pelas funções sociais gerentes referidas, foi procurador à Câmara Corporativa, nos finais da década de 30, integrando a sua Secção de Ciências, Letras e Artes.
Faleceu prematuramente, vítima de acidente ferroviário, em 12 de Maio de 1942.
Obteve o Prémio Valmor de 1921 pela construção do Palácio Ulrich, na Rua da Cova da Moura, Nº. 1, onde durante muitos anos esteve instalado o Ministério da Defesa Nacional que ao mesmo procedeu a obras e lhe alterou o risco premiado”.

In Bairrada, Eduardo Martins, “Prémios Valmor 1902-1952”, Edição 1988, CML. (sic)*

*http://www.priberam.pt/dlpo/sic
*sic |síque| (palavra latina) Advérbio: Sem alteração nenhuma; tal e qual. = ASSIM

Outros acontecimentos nesta década:

1920 – Início das obras no Bairro Social da Ajuda;
1924 – Teatro Tivoli, Raul Lino;
1925 – Primeiro Salão de Outono da Sociedade de Belas-Artes;
1926 – Bristol Club e Pavilhão de rádio do Instituto de Oncologia, Carlos Ramos;
1926 - Cinema Capitólio, Cristino da Silva;
1927/35 – Instituto Superior Técnico, Pardal Monteiro;
1928 – Estação do Cais do Sodré, Pardal Monteiro;
1928 - Stand Rios de Oliveira, Cassiano Branco.

A seguir à imagem do Google MAP, e da segunda à nona fotografia são referentes a 2008, daí em diante são de 2013.


Próxima publicação dia 25-10-2014 com o Prémio Valmor de 1923, na Avenida da República 49, e arquitectada por Porfírio Pardal Monteiro. 

8 comentários:

  1. Um edificio mto bonito.
    Bom fim de semana, Ricardo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um edifício imponente, embora para meu gosto pessoal, não o aprecie muito. Sou mais pelas arquitecturas trabalhadas e eventualmente com estatuetas.
      Obrigado pela visita Catarina

      Eliminar
  2. Bom dia, conheço o palácio por fotografia, nunca tive oportunidade de o visitar, quem sabe se um dia vou conseguir, a sua partilha motivou-me para o visitar.
    AG

    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A divulgação fotográfica, por mim, deste Prémio Valmor, tem mesmo a ver com o tentar despertar de interesses às pessoas que aqui, o vejam e leiam, e tenham curiosidade em visitar Lisboa e ir conhecê-los onde, na minha cidade, eles estão erigidos.
      Obrigado António

      Eliminar
  3. Bonito palácio.

    Estou a perder muitas sessões musicais (dessas abaixo), mas lamentavelmente tenho andado com o tempo muito apertadinho. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Palácio é bonito, mas é um bocado, passo a expressão "mamarracho" !!! :)))

      Em relação à música, só as perdes se não as pesquisares através da "Pesquisa - Meses" (coluna lateral). Tenho algumas que vão sendo proibidas pelo Youtube, mas nas primeiras semanas elas costumam aguentar-se.
      No entanto, vê-las quando tu quiseres, aqui no meu espaço ninguém é obrigado a nada !
      Eu somente espero que gostem !
      Obrigado Luísa

      Eliminar
  4. Tenho que reparar bem neste edifício quando lá passar!
    Agradeço a informação!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rosa repara, também, nalguns dos outros que tenho vindo a publicar. Pesquisa pela etiqueta "Valmor" e já encontras 23 exemplos que foram Prémio ou menção honrosa Valmor.

      Lisboa basta olhar para o "ar" que se encontram arquitecturas lindas !!!

      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.