A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Os Festivais das Canções (1991)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Vou andar por aqui a mostrar um pouco da música dos Festivais da Canção, o da RTP e o da Eurovisão. Ouvirão e verão, sempre que haja vídeo no Youtube , os três primeiros lugares de cada um deles.

Euro Festival 1991, em 4 de Maio, Roma (Itália).

1º. Carola (08-09-1966) - Fångad av en stormvind


2º. Amina (05-03-1962) - C'est le dernier qui a parlé qui a raison


3º. Duo Datz (1987 – 2006) - Kan


Festival RTP da Canção de 1991, em 7 de Março, na FIL.

1º. Dulce (08-04-1969) – Lusitana Paixão


2º. Os Blocco (19??) - Fazer Uma Canção


3º. Carla Sofia (??-??-19??) – Te Amo e Não Pensei

8 comentários:

  1. Gostei de ouvir a Dulce. Nao conhecia a cancao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Dulce sempre cantou bem. A canção foi uma das melhores canções poruguesas que concorreu a um Festival, pelo menos para mim !
      Obrigado Catarina

      Eliminar
  2. Só me lembro da "Lusitana Paixão"... :)

    ResponderEliminar
  3. E assim apareceu a Dulce Pontes que tem uma vez extraordinária e um disco fenomenal com Ennio Morricone.
    Aquele abraço e votos de bfds!

    ResponderEliminar

  4. Esta Carola tem sido um caso sério nos palcos do Eurofestival. Em 1983, e com apenas 16 anos, representou a Suécia e ficou em 3º lugar; em 1991 lá conseguiu agarrar o 1º lugar... e em 2006, já mais madura e linda como nunca, voltou a representar o seu país mas apenas ficou pelo 5º lugar. Claro que nesse ano eu fiquei com um melão de todo tamanho pois, para além da canção sueca ser a minha favorita, naquele ano ganharam os animalescos "Lordi" e eu jurei que não voltava a ver nenhum festival dali em diante! :(
    (felizmente foi birra que me passou logo no ano seguinte!) :))

    Quanto à nossa Dulce... os adjectivos não chegam para a elogiar! Esta música tornou-se um ícone talvez por ser o seu primeiro êxito... mas felizmente a sua carreira de vinte e muitos anos deu-lhe muitos mais.
    Com os festivais é assim... não me calo... mas já estou de saída! :)))

    Beijinhos de fugida...
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente percebo que tu és muito adepta deste Festival, visto já teres vindo muitas vezes comentar estas minhas publicações. O Euro Festival é um local onde se ouve de tudo, desde a música muito boa à de muita baixa qualidade.
      A Dulce é uma das nossas melhores intérpretes de todos os tempos.
      Obrigado Afrodite

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.