Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sexta-feira, 25 de abril de 2014

40 anos

Como povo que sou e do qual faço parte, fico a pensar, será que tudo o que ele disse, ainda o continuamos a ter ?! Quem é que deu cabo disto ?!


Viva o 25 de Abril !!!

11 comentários:

  1. "Quem é que deu cabo disto?!"

    Uma boa pergunta! Uma resposta difícil!

    Abração 25 de Abril 1974 com cravo vermelho ao peito, enfrentando com coragem os próximos 40 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amanhã vou comentar o teu post sobre o 25 de Abril. Pareceu-me interessante e ainda não o li, como deve de ser.
      Enfrentar os próximos 40 anos para mim é que vai ficar difícil. Sempre me posso candidatar a outro Manoel de Oliveira :))
      Obrigado Teresa

      Eliminar
  2. EM CADA ESQUINA UM AMIGO

    São amigos demais para o meu gosto. Eu prefiro poucos, mas verdadeiros!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "E EM CADA ROSTO IGUALDADE; EMATEJOCA" Não esqueças!
      Neste contexto não se fala de amigos pessoais, mas da solidariedade entre todos os portugueses.

      Amanhã irei ler-te, até lá vamos dormir!:))

      Eliminar
    2. Eu sei, querida Janita, o que ele queria dizer!

      Quando conheci o Zeca Afonso, em Düsseldorf, foi para mim um GRANDE DIA, embora ele tivesse um ar cansado e doente.

      Eliminar
  3. Tudo o que mais queria era ter de volta a esperança de sermos uma Nação Livre, Independente, onde a liberdade de expressão e a Igualdade fosse uma realidade.
    O que deu cabo disto, Ricardo? Lembra-te dos sucessivos governos provisórios e da polémica gerada à volta da descolonização ultramarina, feita à pressa.
    O PREC infindável e quando finalmente o povo foi às urnas, tinha mais dúvidas que certezas. Os sucessivos governos e a sede de poder acabaram por nos conduzir para o precipício onde nos encontramos à beira de cair nas garras de credores impiedosos. Quem fica espoliado dos seus direitos de trabalho e justiça social? Não são eles, os que sempre levaram a melhor, é o povo que somos todos os que trabalhámos uma vida inteira e vemos, no final das nossas vidas, sermos reduzidos a simples marionetes.

    Quem deu cabo disto, não foi um nem dois, foram muitos, na guerra partidária pela disputa do poder

    Aguardemos, mas não de braços caídos!

    Viva o verdadeiro espírito que Liberdade que motivou os Capitães de Abril de 74. E, sobretudo, que saibamos manter vivo o orgulho de sermos portugueses.
    Viva Portugal, a Pátria que amo!

    Abraço fraterno.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apoio o teu último parágrafo totalmente !
      Obrigado Janita

      Eliminar
  4. 25 de abril, sempre! E Zeca Afonso também... :)

    Bom feriado!

    ResponderEliminar
  5. Não se compare o que veio depois, com todos os defeitos, com o 24 de Abril, Ricardo.
    Para muitos de nós, uma realidade que só conhecemos por nos ser descrita.
    Aquele abraço e votos de um bfds!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda vivi alguns bons anos no 24 de Abril, por isso estou de acordo com o que dizes, mas... há muita coisa que precisa mudar porque nunca o foi, ou foi tentada e nunca efectivada. Somos demasidamente bombardeados pelos "media" com mentiras e nem nos apercebemos disso !
      Obrigado Pedro

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.