A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Os Festivais das Canções (1977)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Vou andar por aqui a mostrar um pouco da música dos Festivais da Canção, o da RTP e o da Eurovisão. Ouvirão e verão, sempre que haja vídeo no Youtube , os três primeiros lugares de cada um deles.

Euro Festival 1977, em 7 de Maio, Londres (Reino Unido), no Wembley Conference Centre.

1º. Marie Myriam (Myriam Lopes Elmosnino) (08-05-1957) - L'oiseau et l'enfant


2º. Lynsey De Paul (11-06-1950) e Mike Moran (04-03-1948) - Rock Bottom


3º. The Swarbriggs Plus Two (19??) - It's Nice to Be in Love Again


Festival RTP da Canção de 1977, em 12 de Fevereiro, no Estúdio Um da RTP, em Lisboa.

1º. Os Amigos (19??) – Portugal No Coração


2º. Green Windows (1972 – 1977) – Rita Rita Limão


3º. Bric-à-Brac (1974 – 1982) – Fim De Estação


18 comentários:

  1. Neste ano gostei muito da canção francesa e também da nossa representante!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi para mim um ano como os outros, de canções agradáveis e outras menos. A canção vencedora era uma canção bonita, mas acho que os portugueses vibraram mais porque a intérprete vencedora era filha de emigrantes portugueses, e já que, injustamente, nunca ganhámos o dito Euro Festival, desta vez através da França, tivémos a nossa pequena vingança.
      Obrigado Ponto Cardeal :)

      Eliminar
  2. Foi uma prazer rever estas canções, em especial a de Marie Myriam que levou à vitória, sangue luso! Estive a torcer por ela até ao fim, numa época em que ainda me entusiasmava por estes festivais.

    Foi, sem dúvida, o ano em que Portugal mais se entusiasmou pelo resultado da França, mas não imaginávamos que estavamos a apoiar uma das "sete maravilhas da Eurovisão".

    As canções portuguesas fazem transparecer grande orgulho no nosso país, saído de uma ditadura, bem considerado na Europa por ter realizado uma revolução sem sangue.

    Como sempre, uma postagem muito interessante. Obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais um ano festivaleiro com boas e menos boas composições.
      Obrigado Maria José

      Eliminar
  3. Meu caro
    Passo apenas para lhe desejar um Feliz Natal e que 2014 lhe traga a concretização de todos os desejos.
    Até para o ano

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos obrigado pela visita. Vou voltar em breve após os festejos natalícios e do ano novo que se aproxima. Os meus votos de um Bom Ano para si e para os seus.
      Até Domingo, em princípio, com novas publicações.
      Um abraço

      Eliminar
  4. Sempre fui festivaleira e ainda hoje gosto de acompanhar as emissões anuais da Eurovisão.
    E em 77 eu já era grandinha e recordo-me bem destes dois certames deste ano, pois lembro-me perfeitamente de ter reparado nas saias feitas de lenços tradicionais que as nossas cantoras levavam. :))

    A Marie Myriam foi a justa vencedora, a canção "L'oiseau et l'enfant" ainda hoje sabe tão bem ouvir.


    Beijinhos festivaleiros
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma canção portuguesa que não obteve grande posição. Houve ouvi melhores, embora em termos de conjunto de vozes, esta representação terá sido, talvez, a melhor. A canção francesa era metade portuguesa :) e foi uma justa vencedora, como dizes.
      Obrigado Deusa Grega

      Eliminar
  5. ...E tudo são (boas) recordações!

    Feliz Ano Novo, Ricardo. Espero que em 2014 nos continues a presentear com estas belas melodias festivaleiras.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho intenção de o fazer sim. Possivelmente até ao ano 2000, ainda não se os meus "queridos" leitores ficarão enfastiados !
      Obrigado Janita

      Eliminar
  6. O nosso fiel compactuante ( ou não compactuante?) voltou ao convívio dos seus fiéis seguidores!

    Confio no teu bom gosto musical. ( não falemos no ortogràfico )

    Tenho a certeza que ninguém se vai enfastiar, afinal História é História, com episódios mais ou menos felizes.

    Para 2014, desejos veementes de muita Sorte, Sucesso e Serenidade.

    Cordial abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado e um Bom Ano também para ti Maria José !

      Eliminar
  7. Respostas
    1. O teu Ano Novo chega primeiro que o meu, que seja Feliz e com Muita Saúde !
      Obrigado Catarina

      Eliminar
    2. Ricardo, fizeste confusão, a Catarina está no país cujo estandarte tem a folha vermelha, berço de Céline Dion e Nelly Furtado.
      Como ninguém te alertou, cabe-me este perfeito dever de maninha mais velha.();))
      Beijinho.

      Eliminar
    3. Por acaso até sei onde ela vive, simplesmente quando quiz dizer que eu passava primeiro o ano, enganei-me e escrevi precisamente o contrário.
      Obrigado Maria José

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.