A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O Prémio Arquitectura Valmor (Visconde Valmor – Fausto Queiroz Guedes)

Busto, em bronze, do Visconde de Valmor, da autoria do escultor Teixeira Lopes, datado de 1904       
           
         O Prémio Anual de Arquitectura Valmor vai andar pelo "Pacto", uns meses. Publicarei cronologicamente e quinzenalmente, cada Prémio e/ou Menção Honrosa, com uma amostragem de fotografias, “batidas” por mim em 2008 e, posteriormente, em 2013. À data deste "post" ainda estou a acabar de terminar essa componente fotográfica.
          Elas serão o exemplo do que de “belo” e também “menos belo” se fez em termos de arquitectura de edifícios, na cidade de Lisboa, entre 1902 e 1943.         
               
          As publicações Prémio Valmor começarão na próxima Quarta-Feira, dia 27-11-2013. Abriremos com o “post” de Introdução e o “post” alusivo às construções já demolidas. 
          Espero que gostem !

7 comentários:


  1. Eu vou gostar de certeza.
    Eu sempre disse que tu prestas um verdadeiro serviço público e pelos vistos continuas a (a)postar, e bem, na cultura... desta vez a arquitetónica.
    Na próxima semana... same place, same hour. :))


    Beijinhos pontuais
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato pelas tuas palavras, visitante assídua. Gostava de ser como aquelas livrarias, ou zonas de cultura (modéstia à parte, claro!), onde pudesse servir um café ou um chá, ao meu publico. Virtualmente podemos fazer tudo, é um caso a pensar :)
      Obrigado Afrodite

      Eliminar

    2. Boa ideia! :)
      Por acaso está a apetecer-me mesmo um chá agora :D

      Eliminar
  2. Isto é capaz de interessar ao meu estudante de arquitetura. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luísa este tema é-me muito querido, porque tenho visto com a minha idade, muita coisa ser destruída nesta cidade, o que me deixa sem palavras e a vociferar palavrões a muito boa gente, adiante !!!
      Deu-me muito gozo faze-lo do ponto de vista fotográfico e de recolha de alguns dados. Não é nada exaustivo, é somente para lembrar às pessoas que existe arquitectura muito bonita no nosso País, Lisboa, Porto, Braga, em n sítios e que ela deve ser preservada para que possamos dá-la como cultura histórica aos nossos filhos, netos, gerações vindouros. A Cultura é para proteger e manter e desenvolver, ela é a Alma de um Povo.
      Obrigado

      Eliminar
  3. De certeza vai ser interessante.
    Fico à espera.
    Aquele abraço!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro acho que vão todos gostar. Como já comentei na Luísa não é nada exaustivo, é somente uma pequena mostra organizada, para criar sensibilidade nas pessoas que Lisboa é uma capital muito bonita e que deve ser preservada de "crimes" arquitectónicos. Quem diz Lisboa, diz Porto, Braga, Guimarães, Viana, Leiria, Évora, Faro e todo o nosso Portugal.
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.