A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 20 de outubro de 2013

Jazz Standards (CIII)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)     
        
(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)      
          
The Very Thought of You (#107) - Música e Letra de Ray Noble
O vocalista Al Bowlly apresentou esta música em duas versões diferentes e gravadas em 1934. A primeira gravação foi com acompanhamento de piano por Monia Liter, e a segunda foi como sendo o vocalista da Orquestra do compositor Ray Noble. A segunda versão chegou a número um nas tabelas de sucessos populares:  
      
Ray Noble e Orquestra (1934, Al Bowlly, vocal, 1º.);
Bing Crosby (1934, vocal, 11º.);
Vaughn Monroe e Orquestra (1944, vocal, 19º).   
       
O maestro compositor, inglês, Ray Noble teve o seu primeiro grande sucesso com " Good Night Sweetheart" em 1931, e tornou-se um êxito, em parte, devido a uma excelente interpretação e gravação de Bing Crosby. A música tornou-se logo, a mais tocada, para muitas bandas, e sem sombra de dúvida, uma das músicas mais frequentemente ouvida, da década entre 1930 e 1940. Em 1932 Noble escreveu "Love Is the Sweetest Thing", e esta sua gravação atingiu o número um, nas tabelas, por 16 semanas. Com "The Very Thought of You" aconteceu a mesma coisa, em 1934.   
      
Don McLean (New York, EUA, 02-10-1945 – 20xx) – Do DVD "Legendary Don McLean" editado em 2007 pela EMI.     
        
     
        
Harry Connick Jr. (New Orleans, EUA, 11-09-1967 - 20xx)       
         
        
           
Nancy Wilson (Chillicothe, Ohio, EUA, 20-02-1937 - 20xx)      
          
    
        
Wynton Marsalis (New Orleans, Louisiana, EUA, 18-10-1961 - 20xx) – No espectáculo “New Visions Jazz.”       
           
    
         
Letra        
       
The very thought of you and I forget to do
The little ordinary things that everyone ought to do
I'm living in a kind of daydream
I'm happy as a king
And foolish though it may seem
To me that's everything
The mere idea of you, the longing here for you
You'll never know how slow the moments go till I'm near to you
I see your face in every flower
Your eyes in stars above
It's just the thought of you
The very thought of you, my love
The mere idea of you, the longing here for you
You'll never know how slow the moments go till I'm near to you
I see your face in every flower
Your eyes in stars above
It's just the thought of you
The very thought of you, my love   
          
Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

2 comentários:

  1. Muito tenho eu aprendido por aqui, Rui! Obrigado
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho tentado dar a conhecer alguma da Boa Música de Jazz, audível, que se compõe.
      Carlos Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.