Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

domingo, 11 de agosto de 2013

Gira-Discos (XLVI)


(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)       
            
Stevie Wonder (Saginaw, Michigan, EUA, 13-05-1950 – 20xx) – Ao nascer foi-lhe dado o nome Stevland Hardaway Judkins, depois alterado para Stevland Hardaway Morris. É um compositor, cantor e activista de causas humanitárias e sociais, norte-americano, cego devido a complicações decorrentes de um tratamento médico-hospitalar (oxigenoterapia) realizado logo após ao seu nascimento prematuro.
Assinou contrato com a “Tamla Records”, editora da “Motown Records” aos onze anos, e continua pertencendo á mesma até hoje. Gravou mais de trinta sucessos que alcançaram o “Top Tem” e ganhou vinte e cinco “Grammy Awards”, o maior número, já alguma vez, ganho por um artista masculino. Stevie Wonder nasceu em Saginaw, Michigan em 1950. Sendo o terceiro dos seis filhos de Calvin Judkins e Lula Mae Hardaway. Devido ao nascimento prematuro, em seis semanas os vasos sanguíneos da parte de trás de seus olhos ainda não tinham chegado na parte frontal e seu crescimento abortado causou o descolamento das retinas. O termo médico para esta condição é retinopatia da prematuridade.
…       
           
"For Once In My Life”, música de Ron Miller e a letra de Orlando Murden para a “Motown Records”, em 1967. Gravada no álbum com o mesmo nome de 1968.         
            
            
               
For once in my life I have someone who needs me
Someone I've needed so long
For once, unafraid, I can go where life leads me
And somehow I know I'll be strong
For once I can touch what my heart used to dream of
Long before I knew
Someone warm like you
Would make my dreams come true
For once in my life I won't let sorrow hurt me
Not like it hurt me before
For one, I have something I know won't desert me
I'm not alone anymore
For once, I can say, this is mine, you can't take it
As long as I know I have love, I can make it
For once in my life, I have someone who needs me       
            
"Yester-Me, Yester-You, Yesterday”, música de Ron Miller e a letra de Brian Wells para a “Motown Records”, em 1969. Gravada no álbum “Ma Cherie Amour” de 1969.        
              

8 comentários:


  1. Olha o Stevie tão novinho...
    Mas as músicas são bem conhecidas!


    Beijinhos de hoje, que amanhã já serão de ontem!
    (^^)

    ResponderEliminar
  2. Um dos melhores da "Motown Records", com um vasto reportório cheio de sucessos que fizeram mais alegre e apaixonada a nossa juventude.
    Obrigado Afrodite

    ResponderEliminar
  3. Só dois posts na etiqueta "Rhythm and Blues"?
    Uma falha no teu vasto repertório,
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou muito R&B (Rhythm and Blues) para tua informação. Ouço, mas não cultivo. Há títulos que me agradam e intérpretes, mas não é a minha praia como soy dizer-se !

      Obrigado Euterpe "Pirata"

      Eliminar
    2. Pirata? Porquê?
      Por ter levado daqui uma música?
      Para a próxima meto uma pala na vista e ofereço-te uma garrafa de rum.

      Eliminar
  4. Aceito o Rum. Pode ser um Cuba Libre !!!
    Se dizes que "vou roubar" tenho direito a chamar-te "Pirata da perna de pau, de olho de vidro e de cara de mau !" :)
    Podes vir aqui e levares o que quiseres, não é meu e divulgar boa música é algo que se deve fazer sempre !!!

    Obrigado Euterpe (Doadora de Prazeres !)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Humm... foste investigar a origem do meu nick :)))
      Cuba Libre... gosto!
      Um brinde à boa música!

      Eliminar
  5. Cara Amiga eu estudei há algunsssssss anos. Estudei Latim e respeito a Civilização Grega e os actuais Gregos !

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.