A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 21 de abril de 2013

Jazz Standards (XC)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)      
            
(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)     
          
Alone Together (#89) - Música de Arthur Schwartz e Letra de Howard Dietz
Jean Sargent apresentou "Alone Together" no musical da Broadway, “Flying Colors”, enquanto Clifton Webb e Tamara Geva, o dançavam. “Flying Colors” estreou no “Teatro Imperial” em 15 de Setembro de 1932, e foi produzido por Max Gordon e dirigido por Howard Dietz. Os comentários foram diversos, e o espectáculo teve 188 representações. As partituras “Harms” daquela época mencionam "Alone Together", como a música principal, seguido por "A Shine on Your Shoes", "Smokin Reefers", "Louisiana Hayride", e " A Rainy Day".           
                
Chet Baker (Yale, Oklahoma, EUA, 23-12-1929 – Amsterdão, Holanda, 13-05-1988) – Do álbum “Chet” de Dezembro de 1958 e Janeiro de 1959. Com Chet Baker (trompete), Herbie Mann (flauta), Pepper Adams (saxophone barítono), Bill Evans (piano), Kenny Burrell (guitarra), Paul Chambers (contrabaixo) e Connie Kay (bateria).           
              
            
                
Artie Shaw (New York City, New York, EUA, 23-05-1910 - Thousand Oaks, California, EUA, 30-12-2004) e a sua orquestra – Em 1939              
               
     
             
Carly Simon (New York, EUA, 25-06-1945 - 20xx) – do álbum “Moonlight Serenade” de 2005. 
              
              
               
Judy Garland (Grand Rapids, Minnesota, EUA, 10-06-1922 - Londres, 22-06-1969) – cantado no 'The Judy Garland Show,' em Janeiro de 1964.             
                 
         
         
Letra    
          
Alone together beyond the crowd
Above the world we’re not too proud
To cling together we’re strong
As long as we’re together
Alone together the blinding rain
The starless night were not in vain
For we’re together and what is there
To fear together
Our love is as deep as the sea
Our love is as great as a love can be
And we can weather the great unknown
If we’re alone together  
         
Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.