A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 21 de abril de 2013

Gira-Discos (XLII)


(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)         
              
Demis Roussos, nome artístico de Artemios Ventouris Roussos, (Alexandria, Egipto, 15-06-1946 – 20xx) - É um cantor grego, nascido no Egipto. Artemios acabou sendo abreviado para Demis.
Filho de pais expatriados (George, o seu pai engenheiro Yorgos Roussos e, a sua mãe Olga, é mais conhecida pelo nome artístico de Nelly Mazloum), tanto ele, quanto os pais nasceram no Egito. Demis nasceu e foi criado em Alexandria. Três anos depois do seu nascimento, nasceu o seu irmão Costandinos. O cantor foi fortemente influenciado pela música árabe. Aos dez anos de idade, admirador do estilo jazz, aprendeu a tocar trombeta.
Após a Crise do Canal de Suez, e depois que os seus pais perderam tudo, a família voltou para a Grécia, quando Demis tinha quinze anos.
A partir de então, Demis participou de vários grupos musicais. O primeiro, com dezessete anos, “The Idols”, quando ele tinha de trabalhar para sustentar a família. Já nesse grupo Demis começou a destacar-se como cantor, a partir do momento no qual, foi solicitado para substituir o vocalista, que estava cansado, e para cantar algumas músicas e começou com “The House of the Rising Sun” e “When a Man Loves a Woman”.
Com o compositor Lakis Vlavianos, Roussos deu início à banda “We Five”, já como vocalista principal. Mas somente começou a ficar mais conhecido a partir de 1968, com a banda de “Rock” progressivo Aphrodite's Child, formada no Reino Unido, para a qual Demis se associou a outros dois músicos gregos, respectivamente, Vangelis (ou Vangelis Papatanassiou) que viria a ser mais tarde, músico de grande nomeada, e Loukas Sideras, primeiramente como vocalista e depois também como guitarrista e baixista. Vangelis ficou, como compositor principal, e teclista, enquanto Loukas cuidava da bateria. No entanto, por falta de permissão para trabalhar na Inglaterra, o grupo mudou-se para Paris, então atingida pela Revolução de Maio de 1968. O primeiro álbum foi “Rain and Tears”, o qual obteve tremendo sucesso e vendeu um milhão de discos apenas na França, ocasião na qual nasceu a sua primeira filha, Emily. Nos três anos seguintes, o desempenho do grupo foi excelente. Com a voz de estilo de ópera de Roussos, a banda passou a ter sucesso a nível internacional, inclusive com o álbum “666”, lançado em 1970. O grupo acaba, por diversas razões, por essa altura.
Como Roussos já era um cantor de sucesso e o principal vocalista do “Aphrodite’s Child”, a editora deu ao cantor a possibilidade de gravar o seu primeiro CD a solo, com a canção “We Shall Dance”. Logo a seguir ele gravou o álbum “On the Greek Side of My Mind”, o qual, juntamente com o mencionado compacto, estoirou a escala, como os 5 discos mais vendidos em toda a Europa, inclusive a Escandinávia. Demis Roussos consagrou-se, então, como cantor em 1971. Pouco depois Roussos reencontrou-se com Lakis Vlavianos, ex-colega do “We Five”. Lakis então compôs e Roussos gravou várias canções que ocuparam o primeiro lugar nas paradas de sucessos de vários países, quais sejam, “Forever And Ever”, “My Friend the Wind”, “Velvet Morning”, também conhecida, como “Tric Tric Tric”, entre outras. Destacaram-se também, na década de 1970, os sucessos “My Reason”; “Goodbye, My Love, Goodbye”; “Someday, Somewhere” e “Lovely Lady of Arcadia”. Ganhou um discou de ouro com seu LP “Demis”, o qual foi seu único sucesso nos Estados Unidos. Por outro lado, o cantor fez muito sucesso na Europa e na América Latina.     
              
"We Shall Dance”, de 1971      
             
            
               
We shall dance, we shall dance
The day we get a chance
To pay off all the violins of the ball
We shall dance, we shall dance
The day we get a chance
To get a dime to buy back our souls
We shall dance, we shall sing My
dear love, O my spring
My love good days will come
You'll see the corn will grow in spring
My spring time
My spring time
We shall dance, we shall dance
The day we get a chance
To pay off all the violins of the ball
We shall dance, we shall stay
With the children at play
Lord I swear when the time
comes, we'll pray
We shall dance, we shall sing
My dear love, O my spring
My love you'll have a house
With roof and walls
Fire with coal
My soul, my soul
We shall dance, we shall dance
The day we get a chance
To pay off all the violins of the ball
We shall dance, we shall stay
With the children at play
Lord I swear when the time
comes, we'll pray        
           
"Forever and ever”, de 1973     
             

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.