A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Al Jarreau – Jazz Singers (IV)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)        
           
Alwyn Lopez Jarreau (Milwaukee, Wisconsin, EUA, 12-03-1940 – 20xx) – Conhecido, popularmente, como Al Jarreau, é um cantor norte-americano. Versátil no seu estilo de cantar, foi premiado sete vezes com o “Grammy”, sendo o único a vencer o prémio em três categorias distintas: “Jazz”, “Pop” e “R&B”.
Filho de um vigário, Al Jarreau começou a cantar no coro da igreja, da sua paróquia, aos quatro anos de idade, ao mesmo tempo em que se apresentava nalguns eventos, em Milwaukee, a sua cidade natal, conjuntamente com os irmãos ou sozinho. Mas a música não foi a única actividade à qual se dedicou nessa época. Sobressaiu, também, nos desportos e nos estudos, onde, em virtude das suas notas, foi considerado um aluno acima da média. Na juventude, quando estudava no respeitado “Ripon College”, em Wisconsin, Jarreau continuou a cantar aos fins de semana e feriados para se divertir, associando-se nessa época a um grupo local chamado The Indigos.
Em 1975, após uma pequena temporada no “Bla Bla Café”, ainda em Los Angeles, ele foi descoberto por “olheiros” da “Warner Brothers Records” e assinou com a editora, um contrato de gravação. O seu primeiro álbum lançado, “We Got By”, foi aclamado, unanimemente, pelos críticos e projectou a sua fama, internacionalmente, chegando a receber um “Grammy” na Alemanha, facto que se repetiu com o lançamento do seu segundo álbum, “Glow” em 1976. O seu terceiro álbum, “All Fly Home”, foi lançado em 1978 com muitos elogios nos media, o que lhe rendeu um segundo “Grammy”, nos EUA, como “Melhor Vocalista de Jazz”. Nos anos 80, o seu álbum “Breakin 'Away” de 1981, que inclui o seu sucesso “We're in This Love Together”, foi campeão de vendas e rendeu-lhe mais dois “Grammy”, como: o de “Melhor Vocalista Pop Masculino”; e “Melhor Vocalista Masculino de Jazz”.
Em 1985 , esteve no “Rock in Rio” e cantou na mesma noite que James Taylor e George Benson, para um público recorde naquela edição do espectáculo.
Em 1992 , com o “álbum Heaven and Earth”, ele recebeu o seu quinto “Grammy”, como “Melhor Vocal de R&B”.
O ano de 1996 trouxe um novo desafio para sua carreira. Jarreau aceitou permanecer três meses na Broadway protagonizando o musical “Grease” com muito sucesso.
Pela sua carreira, Al foi distinguido com uma estrela no “Hollywood Walk of Fame”, eternizando-o como um dos melhores cantores da sua geração.
Al Jarreau esteve no Brasil em 1997 e cantou com Djavan no “Heineken Concerts” no “Palace” em São Paulo.
…          
              
Take Five, numa emissão da televisão alemã.          
              
         
                 
Tomorrow Today, gravado no “Montreux Jazz Festival”, em Julho de 2000. Com Al Jarreau (vocal), Freddie Ravel (teclas), Ross Bolton (guitarra), Joe Turano (saxofone, teclas), Chris Walker (guitarra), Debbie Davis (vocal), Joe Morelli (bateria) e Arno Lucas (percussão).     
               
             
                   
Mas que nada, com o célebre pianista, já falecido, Michel Petrucciani.          
               
            
                 
Summertime, Filmado, ao vivo, nos SWR TV Studios, Baden-Baden, Alemanha, 1994. Com Larry Williams (teclas, saxofone), Neil Larsen (teclas), Charles “Icarus” Johnson (guitarra), Andrew Ford (baixo), Steve Gadd (bateria), e nos vocais, Linda Dalziel, Mindy Schinnerer e Jeff Ramsey.           
               

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.