A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 12 de agosto de 2012

Alguma “velha” publicidade televisiva (XIII)

Lembro-me, na minha juventude, de ter bebido muito deste produto.          
                  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.