A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

domingo, 1 de julho de 2012

Jazz Standards (LXIX)

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)            
                
(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)                
                
Love is Here to Stay (#57) - Música de George Gershwin e Letra de Ira Gershwin
Kenny Baker estreou "Love Is Here to Stay" no filme de 1938 para a “United Artists”, “The Goldwyn Follies”, a tentativa de Samuel Goldwyn em tornar-se o Ziegfeld do écran.
À canção foi dada muito pouca atenção no filme e quase foi relegada a própria música de fundo, com o desempenho de Kenny Baker, parcialmente, coberto por um diálogo. Apesar do fracasso que teve no filme, "Love Is Here to Stay" tornou-se um sucesso, por duas vezes, em 1938. Larry Clinton e sua Orquestra (com Bea Wain, vocal) levou-a para o 15º. Lugar das tabelas, e Red Norvo e sua Orquestra (com Mildred Bailey, vocal) empatou em 16º. Lugar. Somente com Gene Kelly que a cantou no filme “Um Americano em Paris” de 1952, que a canção se tornou um “standard”.         
                  
Gene Kelly (Pittsburgh, EUA, 23-08-1912 — Beverly Hills, EUA, 02-02-1996) – original do filme, “Um Americano em Paris” de 1951, realizado pelo grande Vincente Minelli (1903-1986).        
            
              
                 
Harry Connick Jr. (New Orleans, EUA, 11-09-1967 - 20xx) – com uma adaptação, bem conseguida, pela japonês que carregou o videoclip, associando a canção à dança de Gene Kelly e de Mitzi Gaynor no filme "Why Am I So Gone About That Gal".         
                       
                  
                           
Ella Fitzgerald (Newport News, EUA, 25-04-1917 — Beverly Hills, EUA, 15-06-1996) e Louis Armstrong (New Orleans, EUA, 04-08-1901 — New York, EUA, 06-07-1971)        
                  
              
                  
Dexter Gordon (Los Angeles, Califórnia, EUA, 27-02-1923 - New York, EUA, 25-04-1990) – Faixa bónus do CD de Dexter Gordon "Our Man In Paris " CD. Gravado no CBS Studios, Paris, França em 23 de Maio de 1963. Originalmente lançado em Blue Note (4146). Com Dexter Gordon (saxofone tenor), Bud Powell (piano), Pierre Michelot (baixo), e Kenny Clarke (bateria).           
                
             
                   
Letra          
              
It's very clear
Our love is here to stay
Not for a year
But ever and a day
The radio
And the telephone
And the movies that we know
May just be passing fancies
And in time may go
But oh my dear
Our love is here to stay
Together we're
Going a long, long way
In time the rockies may crumble
Gibraltar may tumble
They're only made of clay but
Our love is here to stay            
                    
Lamento, algumas eventuais falhas nas letras, encontradas na Internet, devido à própria improvisação dada pelos seus intérpretes, e muitas vezes de difícil entendimento. (Ricardo Santos)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.