Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sábado, 14 de abril de 2012

O Bairro da Encarnação... por Fernando Furtado Barreiros

Não posso deixar passar em claro o convite que me foi dirigido por um dos autores, e que aceitei, para o lançamento do livro intitulado “O Bairro da Encarnação e as Antigas Quintas dos Olivais”, escrito por Fernando Furtado Barreiros e Carlos Alberto Revez Inácio, e que teve lugar, na passada Quinta-Feira, dia 12, nas instalações da “Associação Desportiva e Cultural Encarnação e Olivais” (ADCEO).
Na realidade o pouco que posso dizer é que é um grande e excelente trabalho de pesquisa, colectado pelos autores e que conta, pormenorizadamente, a história deste esplêndido Bairro da periferia da cidade, e que infelizmente não habito.
Parabéns ao Fernando Barreiros e ao Carlos Inácio por esta obra que deixará às gerações vindouras a história de uma das zonas mais bonitas de Lisboa, e a porta aberta para novas pesquisas.
Espero que a tiragem de 1.000 exemplares depressa se esgote e que todos os habitantes do Bairro e não só, a comprem. É uma obra exemplar de dedicação, a qual é importante mostrar aos Lisboetas e não só, daquilo que foi/é/será uma parte da nossa cidade.
Por isso, peço a todos os responsáveis desta cidade e a capital mais ocidental da Europa, que exercem cargos autárquicos e não só, que NÃO a destruam mais, e que apoiem iniciativas, como esta, para que fiquem gravadas e documentadas para a nossa história milenar.
Para terminar um obrigado ao Fernando Furtado Barreiros pelo convite para o lançamento da sua obra.






video

video

10 comentários:

  1. Conheço o bairro, não muito bem, mas com as imagens fiquei a conhecer melhor.
    Quanto a comprar o livro... fica na minha lista, por sinal bem longa que isto anda mau para compras :)

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. Parabéns aos Autores pelo bom trabalho pois é importante divulgar a história dos bairros lisboetas, inclusivé dos sociais das décadas de 40, 50, 60 e 70.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns aos Autores pelo bom trabalho pois é importante divulgar a história dos bairros lisboetas, inclusivé dos sociais das décadas de 40, 50, 60 e 70.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi uma excelente mostra daquilo que é o Bairro da Encarnação e daquilo que deve ser um bairro, onde as pessoas vivem em contacto umas com as outras e em casas que têm algo de humano e não são definitivamente, "gaiolas para a passarada" como o meu saudoso Pai dizia. Tive o prazer de conhecer, pessoalmente, o Fernando Furtado Barreiros, e agradeci-lhe o livro autografado por ele. É uma história importante, de um bairro que prezo muito e fez parte da minha juventude, embora não viva lá. Obrigado Miguel pelo comentário.

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Cara Graça
    Pedi ao Fernando Furtado, para responder aqui como podes adquiri-lo. Não sei se ainda é possível, mas ele dirá de sua justiça, visto ser o autor do mesmo.
    Como não tenho nem o teu Email, nem o dele, deixei um comentário no Blogue dele (http://obairrodaencarnacao.blogspot.pt/) para que responda aqui. Pensas que tenhas subscrevido este "post", por isso quando ele responder receberás a resposta. Ficas de qualquer maneira com o endereço da Blogue do Fernando Furtado !
    Obrigado e Cumprimentos

    ResponderEliminar
  6. Muito Obrigado Ricardo Santos

    Mas já consegui adquirir o livro (por acaso até foram 3) na loja do Sr Fernando Perfeito. O livro interessou-me assim como a familiares meus, pois meus pais foram moradores na Rua 7 desde o início da bairro.

    Cumprimentos e Muito Obrigado pelo interesse demonstrado, Bem Haja

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Graça não tens que me agradecer. É um prazer divulgar assuntos sobre aquele bairro onde um dia, eu hipoteticamente, gostaria de viver. Bem tentei !!!
      Cumprimentos

      Eliminar
  7. gostaria de ler esse livro. parabens pela iniciativa. eu particamente nasci ni bairro da encarnacao . da maternidade alfredo da costa fui para a casa dos meus avos que residiam nesse bairro. tenho uma pergunta o bairro sepre fez parte de lisboa desde o inicio? obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Idalina penso que sempre fizeram parte do concelho de Lisboa.
      Cumprimentos
      Obrigado

      Eliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.