Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sábado, 10 de dezembro de 2011

Gira-Discos (XVII)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)               
                       
Ena Pá 2000 (1987 – 20xx) - Banda de “Rock” portuguesa, caracterizada pelo humor brejeiro e pornográfico, das suas letras, e pela sua presença em palco, sendo liderados por Manuel João Vieira.               
             
Álbuns de Estúdio:                 
                
Projecto Ena Pá 2000 Project! (LP - 1991);
Enapália 2000 - (1992);
És Muita Linda - (1994);
Opus Gay - (1997);
2001 - Odisseia no Chaço - (1999); e
A Luta Continua! - (2004).             
               
Singles e EP's:          
                    
Telephone Call/Pão, Amor e Totobola (single - 1987); e
Doces Penetrações (single - 1996).                
                 
DVD:                
                 
Ena Pá 2000 - 20 Anos a Pedalar na Bosta - (2005).                 
                     
Formação do grupo:                    
                   
Francisco Ferro (Francisco Xavier = Francis Ferrugem = Rei Bonga = Ray Bonga = Chiquito) – Percussão e Congas;         
                   
Manuel João Vieira (Lello Marmelo = Orgasmo Carlos) - Vocalista;            
                 
Luís Desirat (Zé Liquido Rato = Zélito = Joselito Desirato) - Bateria;         
               
Pedro Rijo (Pepe Mijo = Pepito Durex) - Guitarra;              
                 
Manuel Duarte (Manuel Anão = Escaravelho da Foz do Arelho = Nelo Vilarinho = Manuel A**as = Manel do Baixo) - Baixo; e          
                  
João Santos (Juanito Porkys del Mar = Joni Pórkinho - Pão Diospiro) - Guitarra. 
                  
Quero Foder Contigo” de 2001, do álbum “Odisseia no Chaço”.            
                
              
             
Um Mundo Catita”, versão obscena dos “Ena Pá 2000” da composição “My Favourite Things”.          
                 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.